Título Original: Willa of the Wood
Autor: Robert Beatty 
Páginas: 304 
Gênero: Aventura/ Fantasia/ Infantojuvenil
Ano: 2021 
Comprar: Amazon

Sinopse: Quem é essa garota querendo desafiar o mundo? Willa é uma garota da floresta que sai à noite para buscar mantimentos para o seu clã. Sua missão é entrar escondida nas cabanas das pessoas e pegar o que eles têm em excesso. É uma tarefa arriscada ― se for apanhada será o seu fim. O povo do dia mata tudo o que não conhece, foi o que sempre ouviu. Numa noite, quando retorna para a sua comunidade, Willa começa a questionar aquele modo de vida, os furtos, a que era obrigada, e vai descobrindo que nem todas as pessoas do povo do dia são ruins e nem todos em sua comunidade são bons. Então muitos dos ensinamentos que recebeu desde a infância começam a desmoronar. (SKOOB


'Willa: A garota da floresta' do autor Robert Beatty é um lançamento de 2021 da Editora Faro. até então eu nunca havida lido nada do autor e foi somente pesquisando que descobri que ele tem outra série infanto-juvenil publicada no Brasil, 'Serafina e a Capa Preta', e já posso avisar de antemão que fiquei muito interessada em conhecer outros livros dele. 



No início do livro somos apresentados a Willa, um membro do clã Faeran que vive em comunhão com a floresta, tirando dela o seu sustento, e os animais, seu povo é muito antigo e possui o poder de se mesclar com a natureza, mas desde a chegada dos colonos e a sua invasão do território Faeran, muitos dos seus costumes foram perdidos. 


O Padaran – líder do clã e considerado seu Deus – criou os jaetters, jovens Faerans que têm o objetivo de roubar do povo do dia, como são conhecidos os colonos, e é durante seu último roubo que Willa quase é capturada, temendo a brutalidade pela qual os colonos são conhecidos, Willa espera pela tortura do homem branco, mas se surpreende quando ele parece arrependido e disposto a ajuda-la, pois não foram essas as lições do Padaran

Não existe eu, apenas nós. - Pág 72

É a partir daí que Willa vai começar a questionar o clã e as ideias difundidas pelo seu líder, poderia o povo do dia não ser tão ruim? E por que o Padaran propaga o ódio entre os jaetters e proíbe os antigos costumes do clã? Willa é uma das poucas que não esqueceu da língua antiga e de sua extraordinária capacidade de se mesclar com a natureza e tudo isso graças a sua vovozinha. 



Eu fiquei encantada com esse livro, ele pode ser facilmente caracterizado como uma fantasia lúdica, a todo momento Willa nos traz reflexões importantíssimas sobre família, pertencimento e respeito a natureza, eu amei ver a conexão que ela e Nathaniel estavam criando, fica claro desde o início que ele assim como ela conhece de perto o sofrimento, então nada mais natural do que ela se voltar para um homem do dia que só mostrou bondade para com ela, diferente do seu clã. 

As palavras e sorrisos de Nathaniel a estavam afetando, transformando-a pouco a pouco, como um rio moldando uma pedra. - Pág 170

Ler esse livro me deixou com muita vontade de conferir um clássico da literatura, 'O Jardim Secreto', pois ambos os livros utilizam os mesmos artifícios – uma criança como protagonista discutindo sobre temas indispensáveis a nossa existência – tudo isso narrado de forma leve, por isso acho essa história perfeita para ser lida para crianças, pois permite introduzi-los a questões importantes com uma linguagem fácil e clara. 

Não odeio nenhum dos animais que caçam para comer mais do que odeio os abutres ou os cogumelos por viverem da decomposição das coisas mortas. - Pág 186


Além disso, a história vai emocionar muitos adultos, confesso que no final meus olhos ficaram marejados, é lindo ver o quanto Willa cresceu e você sofre durante todo o livro com a falta de aceitação do clã, a violência com que as coisas são feitas e principalmente, com as perdas de Willa e Nathaniel, eu fiquei com os dedos cruzados rezando para que nada de ruim acontecesse com eles ou boicotasse o relacionamento que eles estavam construindo. 


Se você ainda não leu 'Willa: A garota da floresta', por favor dê uma chance e se você conhece alguma criança, não deixe de ler com ela essa história lúdica e especial. Para os fãs de 'O Jardim Secreto', esse livro é uma dica perfeita e por favor prestem atenção a tudo que a vovozinha diz, pois, o autor não deixa pontas soltas e descobrimos que cada ensinamento foi importante na construção do clímax.


NOTA:


Robert Beatty é mundialmente conhecido por suas histórias incríveis para leitores de todas as idades. Suas obras recebem prêmios, e esta, além de ter os direitos vendidos para muitos países, será adaptada para o cinema numa grande produção da Disney. O autor vive nos Estados Unidos com a esposa e três filhas, suas primeiras leitoras de cada livro, e que também o inspiram a escrever suas histórias.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!