Título Original: Watership Down
Autor: Richard Adams
Editora: Planeta
Páginas: 464
Gênero: Fábula / Fantasia / Ficção / Infantil / Infantojuvenil / Literatura Estrangeira
Ano: 2019
Comprar: Amazon; Shoptime; Americanas; Submarino

Sinopse: Um dos maiores clássicos de fantasia nos países de língua inglesa, Em busca de Watership Down é uma fábula sombria sobre coragem e sobrevivência Quando um coelho vidente prevê a destruição da toca onde vive, ele se une a seus amigos para achar uma nova casa. No caminho rumo à mítica colina de Watership Down, enfrentam rivais e armadilhas. Mas, mesmo depois de chegarem e, teoricamente, encontrarem um lugar seguro para viver, precisarão lutar para salvar a colônia vizinha e repopular a própria comunidade. Em busca de Watership Down fala de dominação e opressão, de fascismo e utopia, de mitologia e delírio coletivo, de sentimento de comunidade e de loucura. No Reino Unido, ocupa o segundo lugar entre os juvenis de fantasia mais vendidos do século XX, atrás apenas da saga Harry Potter. Em 2018, a Netflix lançou uma série de animação baseada no livro. (SKOOB)

'Em Busca de Watership Down' fez muito sucesso na Europa como livro infanto-juvenil antes mesmo de 'Harry Potter' se tornar o queridinho por lá. Começou como uma simples história em que o pai contava para as filhas antes de dormir, mas se tornou um fenômeno mundial e hoje em dia tem até mesmo uma mini série na Netflix.


O universo criado por Richard Adams começa quando Quinto, um coelho pequeno demais para as raposas pegarem e que se esconde tão bem dos humanos por ser pequeno, tem um sonho no qual ele prevê que tudo está prestes a acabar. Há um grande perigo vindo para a sua toca de coelhos, mas quando ele avisa o chefe de seu ninho, ele simplesmente ignora os avisos. Foi assim que Quinto e seu amigo, Avelã, resolveram reunir quem tinha interesse de deixar a toca para trás e vagar pelos campos em busca de um outro local que fosse mais seguro longe dos humanos.

Ao longo dessa aventura iremos acompanhar se coelhos de personalidades diferentes, em sua maioria machos com muitas desconfianças, fizeram a escolha certa, como irão reagir e lidar com cada momento de tensão e conflito que irá surgir ao longo da aventura pelos campos abertos. Diversos conflitos irão acompanhar o grupo de coelhos ao longo da aventura, tanto internos entre os machos (sobre quem deveria liderar e quem estaria certo nas discussões), quanto com os inimigos que encontrarão pelo caminho em busca do viveiro seguro que tanto foi prometido pelo Quinto.


Pela primeira vez li um livro com coelhos protagonistas, portanto, parabéns aos envolvidos! A experiência foi bem diferente do que se fosse qualquer outro animal como protagonista, afinal o autor se propôs a estudar e ir atrás de especialistas sobre as atitudes desses pequenos e fofos animais para utilizar de forma crível no livro.

Os personagens e seus passados foram bem construídos também. O passado dos secundários dão para a estória um fundo mais tocante, explica porque fazem o que fazem e porque são do jeito que são, o que pra mim faz toda diferença.

A diagramação está linda, com um bom tamanho de fonte e espaçamento, o que ajudou ainda mais a leitura a fluir.

Por ser um livro infanto juvenil, é super recomendado para ler com as crianças a partir dos 8 anos de idade. Acredito que seja bem bacana para entender os acontecimentos, desafios e tudo mais. Leiam a vontade, aposto que vão gostar.

COMPRE SEU EXEMPLAR COM UM DE NOSSOS LINKS E AJUDE O BLOG SEM PAGAR NADA A MAIS POR ISSO!!
AmazonShoptimeAmericanasSubmarino

NOTA:

Adams nasceu em Newbury - a principal cidade do oeste do condado de Berkshire - Região Sudeste da Inglaterra. Serviu às Forças Armadas do Reino Unido de 1940 a 1946, durante a Segunda Guerra Mundial. Continuou seus estudos e em 1948 recebeu grau de mestre na Universidade de Oxford. Desde 1974, seguindo a publicação de seu segundo romance, Shardik, é escritor em tempo integral. Ele originalmente começou a contar a história de Watership Down para suas duas filhas, Juliet e Rosamund, e elas insistiram para que ele publicasse-as como um livro. Após dois anos para escrever, a obra foi rejeitada por treze editoras. Quando finalmente foi lançado, o livro vendeu mais de um milhão de cópias em tempo recorde tanto no Reino Unido quanto nos Estados Unidos.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!