Titulo Original: Pan's Labyrinth: The Labyrinth of the Faun
Autor: Guillermo del Toro e Cornelia Funke
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2019
Gênero: Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira
Comprar: Amazon

Sinopse: Um dos filmes mais aclamados dos últimos tempos, O Labirinto do Fauno transborda das telas do cinema em obra que expande o universo de fantasia e horror da obra-prima de Del Toro. Quando estreou nos cinemas, O Labirinto do Fauno encantou público e crítica com sua história que mesclava sonho e realidade, trazendo para o universo da fantasia o cruel cotidiano da Espanha fascista de Franco. Mais de dez anos depois, a produção permanece conquistando fãs e mostrando que boas histórias são atemporais. Nesta edição mais do que especial, o escritor, diretor e roteirista mexicano Guillermo del Toro — a mente por trás do filme e um dos artistas mais inventivos dos últimos tempos — se une a Cornelia Funke, premiada escritora de contos de fadas modernos e autora da trilogia Mundo de Tinta, para narrar a jornada de uma menina pelo Reino dos Homens e pelo Reino Subterrâneo. No ano de 1944, Ofélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata. Mas o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar. No livro, a narrativa de Ofélia é intercalada com ilustrações e contos de fadas inéditos, baseados em elementos-chave de O Labirinto do Fauno. A obra é uma impactante ode ao poder das histórias, seja em imagens ou palavras, e a sua capacidade de transformar a realidade a nossa volta. (SKOOB)

'O Labirinto do Fauno' é um aclamado filme de Guillermo del Toro, que acaba de ganhar sua versão literária através da escrita de Cornelia Funke, a mesma autora da trilogia 'Mundo de Tinta'. O livro foi lançado aqui no Brasil pela Editora Intrínseca com uma edição caprichadíssima capaz de levar qualquer fã de livros à loucura por um exemplar destes. Tanto que esse foi um dos motivos que me fizeram encarar de novo uma estória que eu já conhecia e que de certa forma despedaçou meu coração.


Aqui conhecemos Ofélia, uma garota órfã de pai que vive acompanhada dos livros de conto de fadas. Ela e sua mãe, Carmen, que está prestes a dar a luz, estão cruzando a floresta a caminho de sua nova casa, um antigo moinho onde Vidal, o novo marido de Carmen as aguardam.

Nossa estória se passa na década de 1940, durante a brutalidade da Espanha Fascista, e Vidal é um militar que está em guerra com os rebeldes escondidos na floresta ao redor do moinho. Além disso, ele é também um homem impiedoso, capaz de atos desumanos para conseguir o que quer.

É em meio a esse novo cenário que Ofélia acaba se deparando com um labirinto, dentro dele ela encontra um fauno que diz que ela não é apenas uma humana, na verdade ela é uma princesa perdida do Reino Subterrâneo, e que seu pai lhe procura há anos. Mas para voltar para casa Ofélia terá que cumprir três tarefas que comprovem que a essência da princesa não foi perdida a partir do momento em que passou a habitar o Reino dos Homens.
Em nossas escolhas encontra-se o nosso destino. - Páginas 22

Não vou me arrastar muito pelo que se trata o livro, uma vez que este filme é praticamente um clássico e a maioria já sabe do que se trata e devem estar se perguntando o que esperar de novo nessa versão literária da estória.

Eu mesmo sou o tipo de leitora que já desistiu de esperar muito de filmes que viram livros, pois normalmente é como ler o seu script, sem novidades ou algo que me faça ter sentido que valeu a pena me dedicar a leitura de um enredo que eu já conheço. Porém, esse não é o caso aqui, uma vez que mesmo se tratando de uma estória conhecida, a narração do livro ganhou uma versão um tanto poética e uma escrita extremamente fluída nas mãos de Cornelia Funke.


Outro ponto positivo é que Cornelia inseriu a pedido de Guillermo, dez contos novos que estão ligados a personagens e elementos-chave de 'O Labirinto do Fauno', foi um complemente e tanto para uma obra tão magnifica, que até então não sabíamos que poderia ficar ainda melhor.


Então se você já conhece o filme 'O Labirinto do Fauno', esses são os motivos que me levam a te indicar desesperadamente a leitura, é tipo 'o que era bom ficou melhor' (hahaha), você não vai se arrepender. Já pra você que nunca teve nenhum contato com este enredo, lhe asseguro que é uma leitura de extrema importância, onde fatos históricos e fantasia se mesclam de uma forma obscura e impactante, mexendo com todas as emoções do leitor e lhe fazendo questionar o que é real.
Geralmente é mais fácil encontrar algo novo do que aceitar o que já se encontrou. - Página 119

NOTA:

Cornelia Funke nasceu em 1958 na cidade alemã de Dorsten, filha de Harlz-Heinz and Helmi Funke. Quando criança, queria se tornar astronauta e ou uma piloto de avião, mas depois decidiu estudar pedagogia na Universidade de Hamburgo. Depois de terminar seus estudos, Funke trabalhou durante três anos como assistente social, se focalizando em crianças necessitadas. Ela ganhava algum dinheiro ilustrando livros, mas rapidamente começou a escrever suas próprias estórias, inspirada naquelas com que ela havia agradado as crianças carentes com quem tinha trabalhado. Durante o final dos anos 80 e 90, Funke se estabeleceu na Alemanha com dois grupos de crianças, o que a inspirou a escrevera série de livros Gespensterjäger e Wilde Hühner.

Criado pela sua avó católica, Del Toro desenvolveu interesse por cinema quando adolescente. Aos 21 anos, Del Toro foi produtor executivo de seu primeiro filme, Dona Herlinda e seu Filho, em 1986. Por dez anos, trabalhou como supervisor de maquiagem, até formar a sua própria companhia, Necropia, no começo dos anos 80. Dirigiu ainda programas para a TV Mexicana, foi onde aprendeu a fazer filmes. Seu primeiro sucesso foi Cronos, em 1992, filme que ganhou nove prêmios no México e se tornou um sucesso em Cannes. A partir de então, Del Toro continuou escrevendo e dirigindo diversos filmes de destaque, como O Labritinto do Fauno e Hellboy 2. Além do seu envolvimento com o cinema, Del Toro, acompanhado por Chuck Hogan, iniciou sua aventura com os livros, lançando Noturno, em 2009.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!