Título Original: A Gentleman in Moscow
Autor: Amor Towles
Editora: Intrínseca
Ano: 2018
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira
Páginas: 464
Comprar: Amazon; Submarino; Americanas; Shoptime

Sinopse: Nobre acusado de escrever uma poesia contra os ideais da Revolução Russa, Aleksandr Ilitch Rostov, "O Conde", é condenado à prisão domiciliar no sótão do hotel Metropol, lugar associado ao luxo e sofisticação da antiga aristocracia de Moscou. Mesmo após as transformações políticas que alteraram para sempre a Rússia no início do século XX, o hotel conseguiu se manter como o destino predileto de estrelas de cinema, aristocratas, militares, diplomatas, bons-vivants e jornalistas, além de ser um importante palco de disputas que marcariam a história mundial. Mudanças, contudo, não paravam de entrar pelo saguão do hotel, criando um desequilíbrio cada vez maior entre os velhos costumes e o mundo exterior. Graças à personalidade cativante e otimista do Conde, aliada à gentileza típica de suas origens, ele soube lidar com a sua nova condição. Diante do risco crescente de se tornar um monumento ao passado até ser definitivamente esquecido, o Conde passa a integrar a equipe do hotel e a aprofundar laços com aqueles que vivem ao seu redor. Com sua perspectiva única de prisioneiro de duas realidades distintas, o Conde apresenta ao leitor sua sabedoria e sensibilidade ao abandonar certos hábitos e se abrir para as incertezas de novos tempos que, mesmo com a capacidade de transformar a vida como a conhecemos, nunca conseguirão acabar com a nobreza de um verdadeiro cavalheiro. (SKOOB)

Oi, pessoal! Tudo bem com vocês?
Com a chegada do inverno e das férias (Uhuuu) o que mais queremos é uma coberta, chocolate quente e um livro para aquecer o coração. E a dica de qual o livro, eu te dou agora!


'Um Cavalheiro em Moscou' do autor Amor Towles, publicado pela Editora Intrínseca, foi um livro que eu já vinha namorando há algum tempo, pois li uma resenha (assim como você está lendo a minha) e fiquei muito interessada.

A história começa no momento em que o Conde Aleksander Ilitch Rostov ou Conde Rostov, como é mais citado na história, recebe a condenação e a sentença de prisão domiciliar no Hotel Metropol, um dos melhores e mais caros hotéis de Moscou.

Embora o Metropol seja um luxo, ainda assim era uma prisão, pois se o conde ousasse sair do local, seria fuzilado.

Em um tempo em que a Rússia passava por grandes mudanças políticas e, consequentemente, social, veremos as mudanças que ocorreram na vida do personagem principal e daqueles que o rodeavam.

Afinal, em outro país, um homem pode mergulhar em seu trabalho, construir uma casa, criar uma família. Ou seja, ele poderia começar sua vida de novo. Mas, quando você exila um homem em seu próprio país, não há um novo começo. - Página 169
A obra é narrada em terceira pessoa e dividida em cinco partes, onde acompanharemos o passar dos anos e da vida de Rostov, mas também iremos conhecer um pouco da sua infância, da sua família, fatos estes que serão como flashbacks, pois virão em momentos em que o Conde estará pensando sobre as escolhas e mudanças que lhe aconteceram, muitas vezes associando-as com o seu presente.

É muito agradável ir acompanhando os relatos e pensamentos de Sacha, outra forma que será chamado o nosso conde. Rostov é um verdadeiro cavalheiro, muito inteligente, intrigante, mas acima de tudo, humano.

Tiveram momentos em que me perguntei o que faria se estivesse em seu lugar. Eu consegui sentir suas alegrias, compreender suas tristezas e ao mesmo tempo suas escolhas. Torci muito para que no final tudo desse certo (Será que deu?).


Não posso esquecer que os personagens secundários também tem grande importância na trama, pois eles fazem a história girar e alcançar outros patamares, alguns deles até "somem" para depois surgirem novamente, algo que me fez amar ainda mais o livro.

O leitor também pode se preparar para se deparar com muitas citações de livros, tanto da literatura russa quanto das de outros países, pegue um papel e vá anotando para aumentar os livros desejados porque a lista aumentará.


Não tem como eu dar mais detalhes do livro porque tudo vai se encaixando no decorrer da leitura. Na trama o autor fala sobre algo para depois esclarecer mais a frente, então é como se houvessem ligações em tudo que é descrito, como se estivéssemos em uma roda gigante sempre a girar. E a vida não é assim? Então, é a vida!
Mas toda época tem suas virtudes, mesmo os tempos turbulentos. - Página 34
A diagramação é maravilhosa, a fonte e a letra é grande o bastante para não tornar a leitura cansativa ou massante, um livro maravilhoso, como só a Editora Intrínseca sabe fazer.

Escolheria este livro mil vezes se fosse necessário, pois sem duvidas foi uma das minhas melhores leituras esse ano, se não a melhor (E olha que o ano ainda nem terminou rsrsrs).

Se você quer esquentar o seu coração e ao mesmo tempo ter uma boa leitura, você terá tudo isso e muito mais em 'Um Cavalheiro em Moscou'. Amor Towles escreveu essa obra para ficar mesmo depois de ir embora.

Um grande abraço e até mais!


NOTA:

Amor Towles nasceu em Boston, Estados Unidos, graduou-se pela Universidade Yale e recebeu o título de mestre em Língua Inglesa pela Universidade de Stanford. Após trabalhar por mais de vinte anos no mercado financeiro, passou a se dedicar em tempo integral á escrita. Seu primeiro livro, Regras de cortesia, foi publicado em 2011 e virou um best-seller na lista do New York Times. Atualmente, Towles mora em Manhattan com a esposa e os dois filhos.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!