Título Original: Colega de Quarto
Autor: Victor Bonini
Editora: Faro Editorial
Páginas: 279
Gênero: Ficção de Suspense - Literatura Brasileira
Ano: 2015
Comprar: Amazon

Sinopse: Eric Schatz, carioca que se mudou para São Paulo por conta do curso universitário, começa
a perceber indícios de que há mais alguém frequentando o seu apartamento.
Primeiro, um par de chinelos.
Então, uma outra escova de dentes. Um micro-ondas que é ligado sozinho durante a noite, barulhos estranhos a qualquer hora e luzes que se apagam de modo misterioso.
Até que, em determinada noite, Eric enxerga o vulto do colega de quarto entrar em seu apartamento pela porta da frente.
Desesperado, o rapaz vai atrás de um detetive particular, mas parece ser tarde demais. Em menos de 24 horas, tudo acontece de modo acelerado e depois de uma ligação desesperada, cortada abruptamente, Eric despenca da janela do seu apartamento.
Em seu livro de estreia, o autor nos apresenta uma história urbana de tirar o fôlego. Um mistério que passa por uma relação familiar complicada, suspeitas por todos os lados, e camadas e camadas de culpados. Há alguém inocente? (SKOOB)

Suspense? Morte? Arrependimento? Mentiras? Traição?
Em 'Colega de Quarto' você encontrará isso e muito mais.

Escrito por Victor Bonini, 'Colega de Quarto' foi publicado pela Faro Editorial em 2015 e foi o livro de estréia do autor que já possui muitos outros títulos publicados pela editora.


A estória se inicia com o Eric Schatz chegando em sua casa á meia noite, o mesmo já não vinha dormindo direito, pois coisas estranhas estavam acontecendo com ele, coisas que indicavam que além dele outra pessoa está vivendo em seu apartamento. Mas quem?

Sandálias são deixadas no chão do quarto de hospede, quarto este que não era utilizado, uma escova de dentes apareceu em seu banheiro e o vaso sanitário é ligado sem que ninguém esteja no banheiro.

Mas o estopim aconteceu após chegar em casa e levar o lixo para fora, pois o jovem viu claramente um vulto de uma pessoa entrar pela porta do seu apartamento.

Até o momento Eric não tinha visto de fato alguém, só evidências, mas esse vulto mudou tudo, foi uma pessoa que acabou de entrar pela porta da frente, disso ele tinha certeza, porém o que ele estava fazendo lá? Ou melhor, o que ele queria? Bem, era o que Schatz queria saber.
Diante de todo acontecimento gera-se um desenrolar, mesmo que completamente desconexo. E é um desenrolar involuntário, incontrolável e inesperado. Basta uma provocação para desencadeá-lo. - Página 195
Conrado Bardelli é um detetive particular  e mesmo sendo tarde da noite ainda se encontrava em seu escritório quando um jovem adentrou a sua porta pedindo por ajuda, dizendo coisas sem sentido algum. Após o detetive tentar entender a estória, mas tendo muita dificuldade, o mesmo decide aconselhar o recém chegado a procura-lo no dia seguinte e assim ajuda-lo melhor. Porém o que Corado não sabia era que aquela seria a última vez que veria o rapaz com vida, mas não antes de receber um último telefonema.

No dia seguinte sabendo do suicido de Eric Schantz, Lyra, como também era conhecido, decide de fato descobrir o que aconteceu, pois algo não estava certo.
E essas investigações tinham fisionomia e nome: Conrado Bardelli. - Página 100
Narrado em terceira pessoa e dividido em três partes: Loucura, Turvo e Lucidez. 'Colega de Quarto' vai fazer o leitor se questionar e fazer especulações que irão por água abaixo no mesmo momento.


O livro é muito bom, o suspense maravilhoso, porém o que me decepcionou um pouco foi o final, que embora tenha sido inesperado, ainda assim me fez lamentar, pois esperava um motivo maior e mais profundo para as perguntas que eram feitas ao longo da trama.

Espero ter oportunidade de ler outras obras do Bonine, pois tenho ouvido falar muito bem das suas novas publicações, sem falar que a escrita do Victor é muito boa, sério, é muito boa!

A diagramação da Editora Faro, como sempre, impecável, uma obra de arte. Um livro que além da leitura ser muito boa, é de uma beleza incrível (rsrsrs).

Recomendo 'Colega de Quarto' para todos vocês e desejo que sejam tão enganados como eu fui porque é muito bom quando isso acontece, né?! (rsrsrs)

Um forte abraço e até a próxima!


NOTA:

Victor Bonine nasceu em São Paulo, morou em Vinhedo, interior do estado, e voltou á capital aos dezoito anos para cursar jornalismo. Sempre lhe perguntaram se, ao longo da vida, havia indícios de que seria um autor de mistérios. Aos sete anos, escolheu o filme Pânico como tema da festa de aniversário. Na adolescência, devorou todos os livros policiais e de terror que pôde encontrar. Na universidade, seu elogiado trabalho de conclusão de curso, em parceria com Mariana Janjácomo, foi um livro sobre o caso Pesseghini, apresentando vários aspectos do crime que chocou o país em 2013. O trabalho não foi publicado a pedido da família das vítimas. Além de Colega de Quarto, publicou O Casamento e Quando Ela Desaparecer, todos pela Faro Editorial. Victor é hoje repórter da TV Globo de São Paulo.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!