Título Original: Eligible: A novel
Autor: Curtis Sittenfeld
Série: The Austen Project #04
Editora: Essência
Ano: 2019
Gênero: Chick-lit / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Páginas: 566
Comprar: Amazon

Sinopse: Uma versão moderna e emocionante do clássico Orgulho e preconceito.
Uma versão da família Bennet – e de Mr. Darcy – como você nunca viu antes.
Liz trabalha como escritora em uma revista e, assim como Jane, sua irmã mais velha instrutora de yoga, mora em Nova York. Preocupadas com os recentes problemas de saúde do pai, elas voltam à cidade onde nasceram para ajudar – e acabam descobrindo que tanto a bela casa em que cresceram quanto sua família estão desmoronando. As irmãs mais novas Kitty e Lydia estão ocupadas demais com seus treinos de CrossFit e dietas para arranjar empregos. Mary, a irmã do meio, está fazendo seu terceiro mestrado à distância e quase não sai do quarto, exceto para suas aventuras misteriosas nas noites de terça. E a Sra. Bennet só pensa em uma coisa: como casar suas filhas, especialmente com o aniversário de quarenta anos de Jane se aproximando. Até que chega à cidade o cobiçado médico Chip Bingley, famoso por ter participado do reality show Bom Partido. Em um churrasco de Quatro de Julho, Chip e Jane se interessam imediatamente um pelo outro, mas seu amigo neurocirurgião Fitzwilliam Darcy não tem a mesma sorte com Liz. Primeiras impressões, porém, podem estar erradas. (SKOOB)

'O Bom Partido' é o primeiro livro da série 'The Austen Project' publicado aqui no Brasil pela Editora Planeta através do selo Essência. Trata-se de uma série com releituras dos livros de Jane Austen, em versão contemporânea, onde cada um deles será escrito por uma autora diferente. Aqui conhecemos a versão moderna do clássico 'Orgulho e Preconceito', através da escrita de Curtis Sittenfeld.


Liz e Jane, as filhas mais velhas do Sr. e Sra. Bennet, acabam de deixar Nova York para passar um tempo com a família em Cincinnati, isso por conta de um ataque cardíaco que o pai sofreu recentemente. Mas ao chegar lá, elas terão que lidar com muito mais do que a saúde delicada do pai, uma vez que sua mãe só consegue pensar em desencalhar suas filhas.
De alguma maneira, o fato de todas as cinco irmãs serem solteiras fazia delas uma espécie de fenômeno incrível ou espantoso, depende da perspectiva, embora em ambos os casos dificilmente houvesse o reconhecimento da individualidade de cada uma delas.
Jane está beirando os quarenta anos de idade, seu relógio biológico está com as horas contadas, por isso a medicina moderna vem se tornando uma opção na hora de pensar em construir sua própria família. As duas irmãs mais novas, Lydia e Kitty, não se interessam em arrumar um emprego, enquanto isso Mary, a irmã do meio, é extremamente misteriosa, o que faz Lydia estar sempre levantando suposições sobre a orientação sexual de Mary.

É durante um churrasco na casa de velhos amigos que Jane conhece o médico Chip Bingley, famoso por participar do reality show Bom Partido, ambos se sentem extramente atraídos, mas Liz não tem a mesma sorte com o melhor amigo de Chip, o neurocirurgião Fitzwilliam Darcy. Só o que ela ainda não sabe é que as suas primeiras impressões podem estar equivocadas.


A primeira coisa que me atraiu nesse livro foi exatamente o fato de se tratar de uma releitura moderna de 'Orgulho e Preconceito', por tanto estou muito realizada com a leitura por ver que a autora em nenhum momento deixou a essência do enredo, muito menos a de seus personagens, se perderem em meio a modernidade acrescentada na trama. Além disso, posso dizer que Curtis Sittenfeld cumpriu muito bem com a proposta de nos trazer uma versão da família Bennet – e de Mr. Darcy – como nunca vimos antes!

Enquanto a diagramação - por conta da fonte e espaçamento - me pareceu ser cansativa ao primeiro instante, a narração me conduziu por capítulos curtos e objetivos que deixaram a leitura extremamente fluída, isso também graças ao toque sarcástico e bem humorado da autora que seguiu a mesma característica da trama original ao apresentar a nós, leitores, uma crítica á sociedade em que vivemos hoje.

O livro me fez refletir que por mais que autora desenvolveu os problemas de sua trama inspirada na sociedade do século XXI, algumas de nossas 'deficiências' como sociedade já estavam presentes lá atrás, na trama original de Jane Austen. Lógico que hoje as coisas não acontecem exatamente da mesma maneira como era antes, mas mesmo com o passar do tempo é possível notar a semelhança.


Mantendo a mesma essência e linha de acontecimentos de 'Orgulho e Preconceito', 'O Bom Partido' se molda ao nosso cenário atual, proporcionando aos fãs de Jane Austen e até mesmo á aqueles que não leram a sua obra, um enredo novo e dinâmico que vale muito a pena ser explorado por ambos os públicos. Eu confesso que terminei essa leitura sentindo aquele gostinho de quero mais.


NOTA:

Curtis Sittenfeld é a autora americana best-seller dos livros "Sisterland", "A Esposa Americana", "Preliminar", e "O homem dos meus sonhos", que foram traduzidos para vinte e cinco línguas. Graduada pela Universidade de Stanford, vive atualmente em St. Louis - Missouri. Seu novo livro, Eligible, é uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!