Titulo Original: A Contrapartida
Autor: Uranio Bonoldi
Editora: Valentina
Páginas: 336
Ano: 2019
Gênero: Ficção / Suspense e Mistério
Comprar: Site do Livro

Sinopse: "O que poucas pessoas têm em mente é que Cultura, no sentido mais amplo da palavra, não se restringe apenas ao entretenimento. O objetivo maior e primeiro da Cultura é nos transformar em pessoas melhores, agregando novos conhecimentos e percepções sobre nós mesmos, os outros e o entorno em que vivemos – é isso que A Contrapartida faz. A sua leitura nos proporciona uma série de profundas e valiosas reflexões sem, contudo, deixar o entretenimento e o suspense de lado. Com relação ao suspense, gostaria de fazer uma breve analogia com o mundo do cinema para ser mais claro em minha exposição. Um bom thriller é aquele que nos causa ansiedade para ver a próxima cena e nele os acontecimentos não são óbvios e declarados. Enfim, é o que aconteceu comigo quando li A Contrapartida – eu queria saber o que estava para acontecer na próxima página, de modo a poder ligar os fatos apresentados no livro e ter as respostas às perguntas que a leitura indiretamente me fazia. Inevitavelmente, a leitura do livro me remeteu à Hollywood. Quando nos referimos a thrillers, logo vem à mente o nome de Alfred Hitchcock, cuja genialidade se encontrava em entender profundamente a psiquê do ser humano e em criar um estado emocional tão intenso no público, que seus filmes se transformavam imediatamente em sucesso. Essa mesma genialidade foi reproduzida aqui neste livro. O autor conseguiu criar caminhos mentais de condução de nós, leitores, em um mundo imaginativo de suspense e mistério dignos de um grande blockbuster.” Lion Andreassa – produtor e diretor de cinema da Lumix Art Films - (SKOOB)

'A Contrapartida' é o livro de estreia de Uranio Bonoldi, já conhecido na área executiva por aconselhar empresários. A obra é um thriller instigante que nos faz refletir no poder de nossas decisões.


Aqui conhecemos Tavinho, um garoto de classe média alta que foi criado por sua mãe, Cristina, com a ajuda da velha Iaúna, uma índia que trabalha com a família antes mesmo de Tavinho nascer. O pai de Tavinho foi assassinado durante um assalto e infelizmente a justiça veio a falhar no que se diz respeito a prisão desses criminosos.

Sendo um garoto muito bom, Octávio Albuquerque Júnior só pensa em ser motivo de orgulho para sua mãe e seu falecido pai. No entanto ele tem muita dificuldade de aprendizado, os professores estão sempre lhe chamando a atenção e os amigos debochando sobre suas respostas erradas em sala de aula. Até mesmo Marta, a garota que Tavinho deseja impressionar e quem sabe um dia namorar.

Um certo dia ele pede ajuda para a índia Iaúna, que lhe conta sobre um ritual que sua tribo tinha o hábito de fazer para adquirir mais inteligencia, esse por sinal é mantido por Iaúna desde que ela fugiu da Amazônia, quando sua tribo era exterminada, foi graças a esse costume que ela conseguiu aprender rapidamente o idioma que falamos e a se virar pelas ruas de São Paulo.

Tavinho não pensa nas consequências e aceita imediatamente passar pelo tal ritual para adquirir sabedoria, o resultado é instantâneo e ele começa a ser elogiado pelos professores e colegas de classe, integrando também a equipe que irá participar das maratonas de xadrez e matemática contra outras escolas. O único problema é que o elixir que deu sabedoria ao garoto tem prazo contato, agora resta a Tavinho a decisão de dar continuidade a essa farsa ou não, e é quando Iaúna lhe revela que no preparo desse elixir contém ingredientes que custam a vida de um outro ser humano, que Tavinho se vê na maior encruzilhada de sua vida.


Essa foi sem sombra de dúvidas uma leitura que me surpreendeu bastante e ao mesmo tempo me fez levantar vários questionamentos internos, como por exemplo a hipocrisia do ser humano em julgar os outros por seus atos e ao mesmo tempo repetir tais atos quando estes o favorecem. O quanto estamos sempre sendo manipulados por algo ou alguém que confiamos e o preço que existe em cada uma das decisões que tomamos em nossas vidas.

O thriller é narrado em terceira pessoa e a principio pode parecer confuso por começar com uma das cenas finais do enredo, no ano de 2016, mas logo voltamos ao passado, exatamente ao ano de 2004, onde o autor vai nos entregando cada pecinha desse quebra-cabeça que a principio parece inofensivo, mas que logo passa a moldar o significado que tem cada personagem que entra em cena.


Como todo bom suspense, chegou uma hora que nada nem ninguém era mais o que eu pensava e confesso que isso é o que eu mais gosto em leituras desse gênero. Uranio Bonoldi também preenche as páginas dessa estória com muito conteúdo indígena, algo que eu acho que deveria estar presente em mais livros nacionais, uma vez que os índios tem um papel muito importante em nosso país.


Conduzindo o leitor por cenários reais de São Paulo, 'A Contrapartida' é um livro que aborda assuntos bastante importantes que são responsáveis por moldar o caráter de um ser humano. Recomendo para todos os jovens que estão entrando na fase adulta como também aos adultos que não dispensam aquele tipo de livro para se auto avaliar. O final foi ainda mais eletrizante com direito aquela última cena bem ao estilo fim de filme de terror (hahah). Acredito que assim como eu, vocês também irão gostar!!


NOTA:  

Uranio Bonoldi atua como palestrante e consultor em processos de tomada de decisão, estratégia empresarial e governança corporativa. Trabalhou por mais de 30 anos como diretor e presidente em grandes empresas. No colégio, foi educado no método Waldorf. Graduou-se e pós-graduou-se em administração de empresas pela FGV-SP. Mora em São Paulo com sua esposa e é pai de dois filhos. Leitor eclético, gosta de livros de ficção e não ficção como os livros dos autores Stephen King, filósofos contemporâneos como James Hollis, livros de gestão, dentre outros. A Contrapartida é seu livro de estreia.

Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro, mas ainda bem que gosatste de fazer a leitura! :) Gostei de ler a resenha!

    Enfim, acho ótimo que o suspense nos troque as voltas quanto ás personagens, e que a historia nos faça pensar nas características que moldam o ser humano.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,tudo bem?


    O livro que aborda sobre o poder das nossas decisões e ponto importante na nossa vida para buscamos sermos pessoas melhores à cada dia uma resenha muito bem pontuada e que me deixou curiosa para ler o livro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Eu ainda não conhecia esse livro, mas pelo o que tu disse parece ser uma história realmente incrível. Confesso que tenho um pouco de medo de ler esse gênero, mas talvez eu dê uma chance, já que a obra parece ser boa mesmo. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá, não conhecia o autor, achei diferente do que via na Valentina, o livro parece bastante curioso, mas a parte do conhecimento dos povos tradicionais me incomodou.

    ResponderExcluir
  5. Eu acabei de descobrir sobre o lançamento desse livro e estou louca por ele. Esse gênero é meu preferido e criei altas expectativas com a leitura. Pretendo ler em breve e estou muito ansiosa com a leitura.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!