Título Original: Sleeping Beauties
Autor: Stephen King e Owen King

Editora: Suma de Letras
Ano: 2017
Páginas: 728
Gênero:Fantasia / Ficção / Horror / Literatura Estrangeira
Comprar: Amazon
Sinopse: Pelo mundo todo, algo de estranho começa a acontecer quando as mulheres adormecem: elas são imediatamente envoltas em casulos. Se despertadas, se o casulo é rasgado e os corpos expostos, as mulheres se tornam bestiais, reagindo com fúria cega antes de voltar a dormir. Em poucos dias, quase cem por cento da população mundial feminina pegou no sono. Sozinhos e desesperados, os homens se dividem entre os que fariam de tudo para proteger as mulheres adormecidas e aqueles que querem aproveitar a crise para instaurar o caos. Grupos de homens formam as “Brigadas do Maçarico”,incendeiam em massa casulos, e em diversas partes do mundo guerras parecem prestes a eclodir. Mas na pequena cidade de Dooling as autoridades locais precisam lidar com o único caso de imunidade à doença do sono: Evie Black, uma mulher misteriosa com poderes inexplicáveis. Escrito por Stephen King e Owen King, Belas Adormecidas é um livro provocativo, dramático e corajoso, que aborda temas cada vez mais urgentes e relevantes. (SKOOB)

'Belas Adormecidas' é um livro que foi escrito por Stephen King em conjunto com seu filho Owen King, realmente não sabia o que esperar dessa união e confesso que fui muito surpreendida. Espero que tenham mais livros futuramente dessa dupla, porque o Owen agregou muito na estória, e não digo só em páginas, porque pensa num livro que é um tijolinho, mas vale cada página lida.


Se fossem me perguntar qual seria o personagem principal, eu diria que a estória se movimenta com base em três personagens: Lila Norcross que é a xerife da cidade de Dooling, Dr. Clinton Norcross que é o marido de Lila e psiquiatra no Instituto Penal para Mulheres de Dooling e Eve Black, uma forasteira que no dia em que apareceu na cidade pacata, tudo 'foi pelos ares'.
Sentimentos. Os homens quase nunca queriam falar sobre eles, as mulheres quase sempre queriam.
No mesmo dia em que Eve Black chegou na cidade de  Dooling, por pura coincidência (ou não), todas as mulheres ao redor do mundo assim que dormiam, não acordavam mais. Ao dormir, seus corpos criavam um casulo e quando alguém tentava abrir esse casulo, o instinto delas faziam com que machucassem e até mesmo matassem a pessoa mais próxima, depois disso elas voltavam a dormir e o casulo as cobriam novamente.

Assim que a notícia - da qual eles denominaram de Aurora - se espalhava, o caos se instalavam nas cidades. Muitos achavam que era algum ataque biológico que só afetava as mulheres, outros achavam que era algum evento da natureza sem explicação. Mas enquanto não obtinham as respostas que tanto queriam, o caos se instalou em formas de saques em mercados e farmácias para todo tipo de estimulante e energético. Aos poucos todo o sistema de organização foi caindo e virando terra sem lei, os crimes começaram a passar despercebido e a serem 'não tão importantes' para a polícia, despertando o pior e o melhor nos homens.
As pessoas costumam se concentrar nas coisas pequenas para impedir que as grandes sobrecarreguem elas.
Porém, Lila, no primeiro dia da 'Aurora' encontrou Eve em uma cena de crime um pouco retirada da cidade e a levou para a penitenciaria onde ficaria segura. No entanto, os seguranças da penitenciaria perceberam que Eve não era uma mulher comum, ela dormia e acordava, e era a única capaz disso e a notícia já estava se espalhando para os pais e maridos desesperados querendo uma cura para suas mulheres e filhas que já haviam adormecido. Seria ela a cura? Por que ela é imune? Esses são os tipos de perguntas que vão levar a estória para seu clímax e deixar o leitor apreensivo e louco por respostas (hahahahaha). Além disso este livro levanta alguns questionamentos sobre o que uma 'fake news' pode fazer com uma sociedade emocionalmente abalada, os King's são os melhores.


Não sei como pai e filho conseguiram escrever um livro tão bom em parceria, mas estou amando livros que são escritos em conjunto. Não tinha como eu não amar esse livro simplesmente por ser um livro do Stephen King. Não sei se é o favoritismo falando por eu estar completamente apaixonada pela escrita do autor, mas esse 'Belas Adormecidas' me prendeu do inicio ao fim, ao nível de ficar pensando no que vem a seguir na próxima página.

Com uma estória totalmente inovadora, nossos autores trouxeram um cenário complexo, repleto de personagens com muitos problemas pessoais que possuem até mesmo 4 páginas no inicio do livro com descrição para saber quem é quem sem confundir, e por ser um livro narrado por diversos personagens para que a estória fosse se 'amarrando' aos poucos para não ficar 'perguntas sem respostas', o que é uma característica dos livros do Stephen, essas folhas com referencias aos personagens ajuda bastante.
Às vezes, temos o que queremos, mas na maior parte das vezes, temos só o que dá para ter.
O final poderia ser um pouco melhor? Poderia, com certeza, mas o final escolhido para 'Belas Adormecidas' é muito bom também. Enquanto lia o final, passou uma leve impressão de que eles deram uma 'corrida' com a estória como se tivessem que cumprir algum prazo, sabe? Mas provavelmente seja só impressão.

Já aviso que o livro é dividido em partes, o que eu amo, pois fica melhor para separar os grandes eventos, e também tem um graande plost twist/revira volta. Mas shhh não vou dar spoiler, só digo uma coisa: leiam!!

E sobre essa edição, não sei vocês, mas eu amo de paixão essa capa e essa lombada. Por ser um tijolinho, foi possível fazer uma lombada mais bonitinha do que o costume. E como sempre em qualquer livro do King que seja enorme, a fonte é um pouco pequena, e isso atrapalha para ler mais rápido, ainda mais a noite, mas não é nada que vá impedir de ter uma boa leitura.


Não preciso nem falar que por ser um livro de gênero Horror e por ser escrito pelo Stephen King, tem algumas cenas que dão um frio na barriga, uma vontade de estrangular certos personagens, e que vai trazer algumas polêmicas a tona, como abuso sexual, abuso de poder, preconceito e algumas cenas de mortes um pouco fortes para quem tem coração fraco. Mas não posso deixar de recomendar para aqueles que gostam disso, essa mistura de sensações, de ansiedade e ódio, e claro, recomendo para maiores de 16 anos por conta dos pontos que citei acima.

Espero que tenham gostado <3

NOTA:

OUTROS LIVROS DO AUTOR RESENHADOS NO BLOG:

 
Stephen King nasceu em Portland, no Maine, em 1947. Seu primeiro conto foi publicado vinte anos depois na revista Starling Mystery Stories. Em 1971, ele começou a dar aulas, escrevendo à noite e aos fins de semana. Em 1974, publicou seu primeiro livro, Carrie, a estranha, que se tornou um best-seller e é considerado um clássico do terror. Desde então, King escreveu mais de cinquenta livros, alguns dos quais ficaram mundialmente famosos e deram origem a adaptações de sucesso, seja para o cinema ou para a televisão.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!