Título Original: Red Queen
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Série: Livro #01 (Edição Especial)
Ano: 2018
Páginas: 448
Gênero: Distopia
Comprar: Amazon

Sinopse: Edição especial limitada do primeiro volume da série que já vendeu mais de meio milhão de exemplares no Brasil. Em capa dura, o volume traz ilustrações exclusivas e conteúdo inédito! O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe ― e Mare contra seu próprio coração. Diferenciais desta edição:- Capa com novo design;- Encadernação em capa dura com sobrecapa;- Laterais pintadas de vermelho;- Cinco ilustrações do artista Weberson Santiago;- Conteúdo inédito que mostra os bastidores da Guarda Escarlate! Esta edição primorosa é o presente ideal para fãs da série, assim como para novos leitores que queiram se surpreender com esse universo movido por sangue, intrigas e poder, onde a única certeza é que todo mundo pode trair todo mundo. (SKOOB)

Olá, pessoas! Tudo bem?
A resenha de hoje é muito mais para falar do meu amor de fã por esta série e mostrar essa edição de colecionador limitada, do que contar para vocês sobre o que se trata esse livro. Isso, porque já temos resenha de 'A Rainha Vermelha' aqui no blog escrita pela Ana Luisa, e um vídeo resenha meu (Thais).


Preciso dar os créditos para Ana Luisa, por ter me feito deixar Victória Aveyard entrar em minha vida. Foi a Ana quem leu primeiro 'A Rainha Vermelha' e me disse que eu PRECISAVA LER! E quando Analú diz que eu PRECISO LER algo, é batata, nunca me arrependo (isso vale para indicações de série e filme também).


Aqui temos uma distopia onde o povo é dividido entre os que tem o sangue vermelho e os que tem o sangue prateado. Os vermelhos são os pobres e trabalhadores, sendo que aqueles que não conseguem um emprego até certa idade são obrigados a servir na guerra.

Mare Barrow é uma vermelha, ela tem um melhor amigo que está prestes a ir para linha de frente, mas para salva-lo ela decide usar o seu dom de 'mão leve' para conseguir um dinheiro para ele, no entanto, através de uma reviravolta da vida, acaba indo trabalhar dentro do palácio.


Cal é um prateado, pertence à elite prateada de poderes sobrenaturais, é também o filho mais velho do rei e herdeiro do trono. No dia em que ele deveria escolher sua noiva, algo muito fora do comum acontece revelando poderes sobrenaturais em uma vermelha, revelando a força da eletricidade que corre nas veias de Mare Barrow, a garota elétrica.


Daí por diante vamos acompanhar o Rei e a Rainha forçando Mare Barrow fingir ser uma prateada prometida ao seu filho mais novo, Maven. A trama envolve muita ação, segredos e traições, sendo impossível pausar a leitura antes que chegue ao fim.


Não nego que me apaixonei por essa série no primeiro momento em que li 'A Rainha Vermelha'. Acho que nunca sofri tanto aguardando continuações como nesse caso, já que Victória tem o dom de finalizar suas obras com gigantescos plot twist.

Para minha alegria de fã a Editora Companhia das Letras lançou em agosto deste ano uma lindíssima edição limitada de colecionador do primeiro livro da série. Além disso trouxeram a diva Victória Aveyard para a Bienal de São Paulo (2018). Eu não cabia em mim de tanta alegria quando minha amiga Camila Oliveira (que também escreve aqui no blog) conseguiu pegar uma senha de autografo para mim que estava tentando entrar no site da Bienal que só caía aquele dia. Isso porque as senhas se esgotaram em questões de pouquíssimos minutos, então deixo aqui mais um grande agradecimento, pois sem o presente dessa grande amiga eu dificilmente iria conseguir realizar meu sonhos de conhecer essa autora.


'A Rainha Vermelha' já vendeu mais de meio milhão de exemplares no Brasil, é uma série muito boa que faz lembrar várias outras séries também maravilhosas. Ainda sim, essa série possuí toda sua singularidade, é impossível não gamar!


Nessa edição temos muitas outras coisas envolvidas além de beleza, é claro. 'A Rainha Vermelha: Edição Limitada de Colecionador' possuí também um novo design, capa dura com 'jacket', as laterais das folhas pintadas de vermelho, cinco ilustrações do artista Weberson Santiago, e um conteúdo inédito que mostra os bastidores da Guarda Escarlate! Por mim a editora já pode lançar uma versão nesse estilo para todos os outros livros da série, pois está incrivelmente apaixonante.

Com certeza esse é um item necessário na coleção de qualquer fã da série 'A Rainha Vermelha', e minha dica é que compre logo o seu, pois trata-se de uma edição limitada que não ficará disponível por muito tempo nos estoques.

Fiquem agora com um vídeo de folheando essa lindeza:


NOTA: 

OUTROS LIVROS DA AUTORA RESENHADOS NO BLOG:

A Rainha Vermelha   

Cresceu em Massachusetts e frequentou a Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles. Formou-se como roteirista e tenta combinar seu amor por história, explosões e heroínas fortes na sua escrita. Seus hobbies incluem a tarefa impossível de prever o que vai acontecer em As Crônicas de Gelo e Fogo, viajar e assistir a Netflix.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!