[Resenha] Querido Diário Otário: É Melhor Fingir Que Isso Nunca Aconteceu - @Ed_Fundamento

postado dia 10 fevereiro 2018

Título Original: Dear dumb diary - Let's pretend this never Happened
Autor: Jim Benton
Editora: Fundamento
Páginas: 95
Ano: 2007
Gênero: Literatura Infanto-juvenil
Comprar: AmazonAmericanasLivraria da FolhaLivraria da TravessaSaraiva.

Sinopse: Querido Diário Otário, a aula foi legal hoje! Aliás, foi muito mais que legal! A Angelina
prendeu o cabelo num daqueles milhares de bagulhos que ela pendura na mochila, e a emfermeira do colégio (que agora é a minha heroína!) simplesmente pegou uma tesoura e podou uma mecha enorme daquele maravilhoso cabelo loiro, bem no alto da cabeça dela. Por isso, agora a Angelina só é a Menina Mais Linda do Mundo se você olhar pra ela pela direita (se bem que, pra ela ficar melhor mesmo, só virando do avesso!). Dê uma espiadinha no diário da Jamie Kelly. A Jamie sempre jura que tudo o que ela escreve é verdade... Bom, pelo menos ela acha que é! (SKOOB)

Oi, gente! Tudo bem?
Vim falar sobre o primeiro livro da coleção 'Querido Diário Otário', ano um, publicado no Brasil pela Editora Fundamento.


Aqui somos apresentados na estória a Jamie Kelly, uma garota que conta em seu diário as suas aventuras e que, segundo a mesma, todas são verdadeiras ou pelo menos tão verdadeiras quanto ela acha que deveriam ser. Nessa aventura ela não está sozinha, junto com ela está Isabella que passará por poucas e boas.

A estória gira em torno de quando Jamie descobre que Angelina, a menina pela qual ela e Isabella nutrem um sentimento de amor e ódio, fez algo muito sério há alguns anos atrás que quase causaram a sua expulsão da escola. E é nessa tentativa de descobrir o que a Angelina fez de tão grave que a nossa protagonista passa por situações como se fingir de doente e até pegar uma detenção para ter a chance de ter acesso ao histórico escolar da arquirrival.

Mas não é só isso, pois os leitores terão o prazer de serem apresentados ao animal de estimação da garota, o cachorro Fedido, onde ela sempre acha que lê a mente dele, e ao seu pequeno primo Dudu, o qual não a deixa de forma alguma terminar de realizar seus planos e o seu trabalho de mitologia que precisa entregar e levar um dez por ele.


Gostei bastante do livro e essa foi uma releitura, pois já o tinha lido há bastante tempo atrás. Lembrando também que mesmo fazendo parte de uma coleção não é necessário ter lido outros livros antes de iniciar a leitura, pois cada livro fecha o enredo que foi escrito, não deixando dúvida alguma sobre a estória no leitor.

Apesar de ser uma literatura infanto-juvenil, eu o recomendo para qualquer idade, principalmente para ser ler após uma ressaca literária ou até para lembrar os tempos de escola (onde na minha humilde opinião são os melhores ... kkkk).

'Querido Diário Otário: É Melhor Fingir Que Isso Nunca Aconteceu' com certeza é um livro para todos aqueles que estão, vão estar, ou já estiveram no colégio.

Um grande abraço!

NOTA

OUTROS LIVROS DO AUTOR RESENHADOS NO BLOG:


Jim Benton não e uma menina e não está no colégio, mas ele até que é legal. Na verdade, ele tem conseguido sobreviver com piadas. Ele é o criador de muitos produtos licenciados, alguns para crianças grandes, outros para criancinhas e outros ainda para adultos que, bem, parecem mais uns nenezões. Ele já criou uma série de TV, desenhou roupas e escreveu livros. Jim Benton vive nos Estados Unidos com uma esposa maravilhosa e seus filhos. Eles não têm cachorro, principalmente nenhum beagle vingativo. Está é a primeira série de livros lançada no Brasil. Jamie Kelly não tem a menor ideia de que o Jim Benton, ou você, ou qualquer outra pessoa, esteja lendo o diário dela.

Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Sempre fui muito fã de O querido diário otário foi uma das minhas primeiras leituras de quando era pequena e apesar de só ter quatro livros dessa longa série eu fico encantada com as histórias que o livro conta acho que é um bom livro para se ler entre os seis ou sete anos. A jamie Kelly é super fofa e confesso que eu me identifiquei muito com ela durante a minha fase de pré adolescente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Tudo bem?
      Eu tambem me identifiquei muito pelo que ela passa e ao mesmo tempo queria ter passado por algumas experiências que passou.
      Me faz lembrar a minha infância.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Hey Viviane,

    Mulher, eu sou doida para ler livros assim, pois parecem ser muito divertidos. É como você disse, parece ótimo após uma ressaca literária, por ser uma leitura que vai fluir rápido e de forma proveitosa.
    E como não relembrar o tempo do colégio né? HAHAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica
      kkkkkk
      Como não lembrar mesmo dos tempos do colégio né?!
      Chega a dar uma vontade de voltar no tempo, mesmo sabendo que agora algumas coisas parecem ser engraçadas, mas que na época não eram. Sempre tenho um desses na minha estante e acho que todos deveriam ter.
      Um grande abraço

      Excluir
  3. Acho essa série de livros bastante interessante porque ela trata de temas muito próprios da adolescência, o que faz com que a identificação com os personagens e as situações vivenciadas por eles aconteça quase de forma imediata. Além disso, o tom de humor sempre presente nos títulos é bastante envolvente e torna a leitura ainda mais fluida. Não sabia que os livros eram independentes, mas gosto dessa ideia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Patrini
      é verdade, a estória parece ser muito real, o autor soube mostrar como é ser uma criança nos tempos de escola.
      Você já pode ler os livros sem se preocupar com a sequência, espero que goste tanto quanto eu gostei.

      Excluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!