Titulo Original: Beyond the Highland Mist
Autora: Karen Marie Moning
Série: Highlanders #1
Editora: Verus
Ano: 2017
Páginas: 308
Gênero: Erótico / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Comprar: Amazon; Livraria Folha; Lojas Americanas; Shoptime; Submarino

Sinopse: Um sedutor lorde escocês... Ele é conhecido no reino como Falcão, o lendário predador nos campos de batalha e na cama. Nenhuma mulher resiste ao seu toque, mas nenhuma jamais conseguiu mexer com o coração dele — até uma fada vingativa tirar Adrienne da Seattle dos dias de hoje e transportá-la para a Escócia medieval. Presa em um século que não é o seu, ousada demais, franca demais, Adrienne representa um desafio irresistível para esse conquistador do século XVI. Forçada a se casar com Falcão, Adrienne jura manter distância do marido — mas o poder de sedução dele vai destruir lentamente a determinação dela. Uma prisioneira no tempo... Adrienne tem o “não” na ponta da língua para o notório lorde escocês, mas Falcão jura fazê-la sussurrar seu nome com desejo, implorando que ele a incendeie de paixão. Nem mesmo as barreiras do tempo e do espaço o impediriam de conquistar o amor dela. Apesar das incertezas sobre seguir seu coração apaixonado, a hesitação de Adrienne não é páreo para a determinação de Falcão de mantê-la a seu lado. (SKOOB)

Sidheach Douglas, também conhecido como Falcão, é um guerreiro escocês que teve sua vida prometida ao Rei. Durante anos ele obedeceu a todas as ordens de seu rei, até mesmo aquelas que não queria, ou não concordava, com o objetivo de proteger seu clã e sua família. No entanto, os dias de poder do rei sobre sua vida estão prestes a chegar ao fim, e não satisfeito com isso o Rei da Escócia como sua ultima ordem e de certa forma como uma maneira de continuar tendo poder sobre a vida de Falcão, decide que ele deverá se casar, e ele mesmo o Rei, se encarregará de escolher tal noiva.

A fama de bom amante de Falcão é conhecida por toda a Escócia, a legião de mulheres que já tiveram a oportunidade de dividir a cama com o guerreiro não poupam elogios, e é assim que o Rei das Fadas toma conhecimento da existência de Falcão. A Rainha das Fadas, tece inúmeros elogios a Falcão irritando assim o Rei das Fadas e o Bobo (seu amante), é assim que os dois se unem decididos a se vingarem de Falcão.

A noiva escolhida pelo Rei para Falcão acaba morrendo, e é ai que o Rei das Fadas e o Bobo veem a oportunidade para se vingarem. O Rei das Fadas pede que o Bobo encontre uma mulher no futuro, que seja independente, que acredite até certo ponto em magia - podendo assim ser transportada para o passado sem criar grandes confusões, mas principalmente que essa mulher odeie homens sedutores e bonitos como Falcão.


Adrienne se encaixa em todos os quesitos para ser a mulher ideal para vingança contra Falcão. Mesmo sendo uma mulher do século vinte e um e consequentemente uma mulher do seu tempo, Adrienne nasceu e foi criada em Nova Orleans por isso, o mundo magico/mistico sempre fez parte de sua vida. E sobre odiar homens bonitos, ela vive em Seattle pois fugir do seu noivo que era a personificação do príncipe encantado, até ela descobrir que ele a traia sempre que possível e fazia coisas muito piores contra ela.

Transportada para os séculos passados, Adrienne ainda tenta entender o que aconteceu com ela quando descobre que está prometida a casamento a um tal de Falcão. A atração entre os dois é mutua e instantânea, Falcão se vê apaixonado pela primeira vez na vida, mas Adrienne está disposta a nunca mais entregar seu coração a um homem como Falcão. Qual será o destino dos dois e desse casamento ao qual estão sendo forçados a aceitar?


Logo que eu vi 'Brumas do Tempo' nas prateleiras das livrarias, eu fiquei desesperada pelo livro, através da sinopse eu vi que ele tinha tudo que eu amo, Highlanders, Romance e Viagem no tempo. No entanto, durante a leitura eu preciso confessar que alguma coisa ficou faltando, e o livro acabou não sendo tudo que eu esperava.

No inicio da leitura, eu achei um pouco confuso a parte do reinado das fadas, mas logo que eu entendi essa parte, eu me envolvi super com a leitura e com as personagens e a daí por diante acabou fluindo muito bem. Karen Marie soube conduzir de maneira cativante a narrativa.

Em relação as personagens eu preciso dizer que amei o Falcão, assim como amei a Adrienne, mas senti que eles tinham muito mais potencial a ser explorado, e talvez, seja esse um dos motivos que me fizeram sentir que algo estava faltando no livro.

O segundo volume dessa série já chegou aqui para mim e apesar de 'Brumas do Tempo' não ter sido tudo que eu esperava, eu estou bem curiosa em relação ao próximo livro e espero que ele supere minhas expectativas. 

NOTA:

Karen Marie Moning nasceu em Cincinnati, Ohio, uma de quatro crianças. Graduou-se pela Universidade de Purdue com um Bacherlato em Lei e Sociedade. Depois de uma década a trabalhar no ramo da advocacia, ela deixou o seu trabalho para perseguir o sonho de ter uma carreira como escritora. Quatro manuscritos e inúmeros trabalhos em part-time mais tarde, O Beijo do Highlander foi publicado e nomeado para os prestigiados prémios RITA. As suas histórias já foram publicadas no The New York Times, USA Today e apareceram nas listas de bestseller do Publisher's Weekly. O dia de escrita ideal para Karen começa às 4:30 da manha "quando tudo está tão calmo que quase acredito ser a única pessoa no mundo". Ela faz uma pausa de algumas horas para almoço e depois edita o que escreve durante a tarde. Quando lhe perguntamos sobre conselhos para aspirantes a escritores ela acrescenta à famosa frase: trabalha como se não precisasses de dinheiro, ama como se nunca tivesses sido magoado, e dança como se não estivesse ninguém a ver - "escreve como se não houvesse críticos".

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Oi Anna, como vai?
    É minha primeira vez por aqui e já cheguei lendo uma resenha de um livro que estou super a fim de conferir. Gostei muito de saber mais sobre o livro e da sua sinceridade quanto ao que achou da leitura.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro romances de época que tem uma pegada histórica também e diferente de ser um romance de época britânico que se passa nos salões de baile Esse é um que envolve maravilhosos escoceses nas Terras Altas então com certeza eu fiquei interessado em ler esse livro

    ResponderExcluir
  3. Oi Anna! Como estás?

    O livro propõe uma pegada bem interessante ao propor o tema "viagem ao tempo", e já li um livro que tinha uma pegada semelhante, do qual gostei muito, mas não me recordo do título. Misturar um pouco de viagem ao tempo com romance de época é muito gostosinho e tende a ser uma leitura divertida. Não sei o que esperaria como resultado de "Brumas do Tempo", mas me parece uma leitura válida para satisfazer a minha curiosidade de como a autora tratou das variáveis da narrativa!

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!