As férias chegaram e como promessa é divida ontem foi dia de levar a Maria, minha praticamente sobrinha, no Grupo Cine Itapetininga para assistir um filme, e o escolhido por ela foi 'Meus 15 anos', que para ser sincera eu também estava morrendo de vontade de assistir.


O longa estrelado por Larissa Manoela é uma adaptação cinematográfica do livro 'Meus 15 Anos', da autora Luiza Trigo, que eu infelizmente ainda não tive o prazer de ler. No entanto, fico extremamente feliz em ver livros nacionais, principalmente os que são voltado para o público jovem, chegar tão longe assim. Acredito que essa é mais uma ótima forma de atrair e gerar novos leitores no Brasil.


Aqui vamos conhecer Bia, uma adolescente do primeiro ano do ensino médio que prefere ser 'invisível' ao ter holofotes virados pra si, sendo assim a garota sempre passa despercebida e não possui muitos amigos, mas Bia tem Bruno, seu parceiro musical nas aulas de artes e melhor amigo. Além disso nossa protagonista é uma garota criada apenas pelo pai desde a morte de sua mãe, e é em meio as dificuldades de compreender os problemas de uma garota adolescente que ele acaba inscrevendo Bia em um concurso para ganhar uma grande festa de 15 anos. O pior é que esse era o ultimo desejo de Bia, que por sinal ganha o concurso e acaba virando a menina mais popular do colégio da noite para o dia. Agora Bia é o assunto de toda escola, todos querem ser seus amigos, inclusive o garoto mais lindo do colégio que nunca lhe deu atenção.


O enredo pode até parecer clichê mas o filme é super divertido e conta com a participação de atores divertidíssimos como Polly Marinho e Rafael Infante, isso sem falar na interpretação hilária de Victor Meyniel no papel de Joseph Charles, assistente da organizadora da festa (Polly Marinho), com certeza essa dupla ganhou a cena. Ainda sim vale ressaltar que Larissa Manoela foi perfeita como protagonista, tornando a evolução da sua personagem palpável.


É sem sombra de duvidas um filme indicado para toda a família, uma vez que o enredo vem acompanhado dos dramas da vida estudantil dos adolescentes e aborda temas como ser você mesmo. Eu com certeza ri e me emocionei, vi muito da adolescente que eu fui na personagem Bia, e acredito que mais pessoas vão se sentir da mesma forma que eu, pois na adolescência é comum ter que lidar com a insegurança em relação a aquilo que somos e aquilo que o mundo quer que sejamos.


"Meus 15 anos" é um filme leve, engraçado, descontraído e com um leve toque de romance, mas ainda sim nos faz lembrar de que não precisamos nos esconder ou deixarmos de ser quem somos para termos amigos, pois a partir do momento que precisarmos deixar de ser quem somos para sermos aceitos, é evidente que essas pessoas nunca serão nossos amigos de verdade. E mais do que isso o filme nos faz ver que as vezes só depende de nós, que precisamos deixar o medo e a vergonha de lado para sermos notados e assim deixar que as pessoas se aproximem por aquilo que realmente somos.

Espero que tenham gostado e aproveitem a dica para curtir um cineminha agora nas férias em família. Aqui em Itapetininga o filme continua em cartaz até quarta-feira (12/07/2017), e você pode conferir a programação de horários clicando aqui.
Pra fazer a alegria da garota outros filmes como 'Meu Malvado Favorito' e 'Homem Aranha - De Volta ao Lar' também estão em cartazes, e ainda esse mês teremos a estréia de 'Carros 3', então diversão no Grupo Cine é o que não vai faltar!


Acompanhe o blog também através das redes sociais
TWITTER ♥ INSTAGRAM  FACEBOOK  YOUTUBE  TUMBLR  G+   SNAP: AMIGADALEITORA

XOXO

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Hey *-*
    Não sabia que o filme foi baseado em um livro nacional ..Que legal !!

    Minha irmã mais nova quer muito assistir e depois da sua crítica positiva eu vou ela ...
    Adorei! !

    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Minha irmã de 9 anos esta louca para assistir e esse filme, e eu também, até porque sou muito fan da Larissa Manoela e amo a literatura nacional, por isso quando soube desta adaptação fiquei super feliz e entusiasmada. Uma pena que na minha cidade não tem cinema e terei de esperar sair na internet para poder assistir, mas da para notar que esta incrível.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acho super legal essa nova geração de escritores que está surgindo, lembro quando tinha meu 10 anos e nunca encontrava algo para ler, ou era algum livro demais ou adolescente demais, essa gente que fica falando mal com certeza não pensa no quão importante esses autores são para trazer mais pessoas para esse mundo maravilhoso que é ler, ainda não assisti o filme, mas a afilhada da minha mãe está super ansiosa para assistir e acho que já vou aproveitar e levar ela.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Parece ser uma boa indicação, mas não é um estilo de que eu goste para assistir no cinema.
    Talvez depois. Mas para quem gosta, deve ser bem divertido.
    Ótima crítica.
    Beijos e obrigada pela indicação.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!