[Resenha] Como Se fosse Magia - @gutenberg_ed

postado dia 14 março 2017

Título: Como se fosse magia
Autora: Bianca Briones
Editora: Gutenberg
Ano: 2016
Páginas: 208
Gênero: Chick-lit
Comprar: Amazon, Saraiva

Sinopse: Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora, ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é.
Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela.
Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir.
Eu sempre fui fã de romances fofos com finais felizes e por isso chick-lit é um dos gêneros favoritos e quando soube que a Bianca Briones ia lançar um livro do gênero, eu fiquei louca, ansiosa, em polvorosa pra ler. Mas ao mesmo tempo fiquei com certo receio, estava indo com sede demais ao pote e o medo de me decepcionar era grande.

Pois bem, vamos conhecer a história, Eva é uma escritora famosa, ela nasceu para isso e desde quando se entende por gente, ela inventa história, seus personagens são como pessoas com as quais ela conversa, causando até certo constrangimento em lugares públicos. 

No entanto, há algum tempo Eva não consegue escrever nada, ela perdeu sua inspiração e passar por um bloqueio criativo, o qual ela já tentou de tudo para passar. Ela precisa terminar de escrever o último livro de sua série de maior sucesso, o prazo da editora está acabando e ela não sabe o que fazer.


Thiago, seu melhor amigo e também agente literário tenta ajuda-la de todas as formas, e eu fiquei completamente encantada com ele durante toda a história, foi um dos meus personagens favoritos. Eles são tão unidos e a amizade é tão forte que um não pode viver sem o outro e como se eles se completasse no fim das contas. Fora que me vi também inúmeras vezes shippando esses dois, mesmo Thiago sendo gay(hahaha).

Para criar os personagens de "Como se fosse magia" (dai vem o nome do livro), se inspirou em algumas coisas, inclusive, Elena a personagem principal de seu livro, é quase ela mesma. A primeira vez que Elena encontra Enzo, ele não faz ideia de quem seja, sem memória, mas ela tem a sensação de que ele é o homem mais lindo que viu na vida.

Mas as coisas até aqui estavam ok, o problema maior é o que estar por vi. Numa noite voltando pra casa, Eva se depara com homem caído na rua e sem memória, da mesma forma que sua personagem e o pior de tudo era que ele era igual ao Enzo, seu personagem dos livros, ali em carne e osso.


Eva surta completamente é claro e nós leitores surtamos junto com ela. Seria ele mesmo o seu Enzo? 

Eva foi ajuda-lo é claro, o homem mal sabia quem era, não tinha documentos, dinheiro, nada. Thiago por outro lado achou que Eva tinha enlouquecido, porém no fundo ele admitia que o homem era seu personagem e como ele havia parado ali, não fazia ideia.

É claro que Enzo não acreditava em nada daquilo, mas com o passar do tempo ele e Eva foram se envolvendo, de forma gradativa e ao se darem conta já estavam nutrindo fortes sentimentos um pelo outro. E nós leitores ficamos completamente apaixonados.


Eu amei o livro, a Bianca Briones é uma das minhas autoras nacionais favoritas e fiquei muito feliz pela oportunidade de ler seu primeiro chick-lit. 

O livro é narrado em primeira pessoa, porém com duas visões que são intercaladas entre os capítulos. "Como se fosse magia" tem uma narrativa bastante envolvente, que prende o leitor nas páginas do início ao fim. A capa feita pela Gutenberg não poderia estar mais linda.

Eu estou completamente apaixonada! (É demais pedir um Enzo pra mim?) Só consigo pensar que quero ler outros livros dessa autora maravilhosa. Para quem está procurando uma leitura rápida e fofa, leiam "Como se fosse magia"!

NOTA:

Bianca Briones cria histórias desde antes de saber escrever. Foi uma menina sonhadora e manteve essa qualidade, o que a faz se perder em pensamentos com frequência. O romantismo explodiu em sua vida na adolescência, quando decidiu que seus filhos teriam nome de heróis. E tiveram — Athos e Arthur são dois garotos encantadores que a salvam todos os dias. Desde 2010, Bianca tem como prioridade a escrita e está sempre trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (ou nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Publicou o new adult "As Batidas Perdidas do Coração", em agosto de 2014 pela Editora Verus. Atualmente está trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Nas horas vagas, está sempre acompanhada de um bom livro, seus filhos Athos e Arthur; Max, o Husky Siberiano, e seus dois coelhinhos, Morgana e Lancelot.

Beijos!! 

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. A Bianca também e minha autora favorita, li a série Batidas Perdidas ano passado, e me peguei apaixonada pela sua escrita, por isso quando soube desse lançamento fiquei com muita vontade de adquirir a obra. Imagina encontrar seu personagem pelas ruas? Eu iria ficar louca (risos), imagino que a personagem deva ter ficado extremamente feliz, e por isso me peguei curiosa para saber qual será o desenrolar dessa trama. Tenho certeza que irei me envolver nesse livro, e amar essa leitura.

    ResponderExcluir
  2. Olá, já estou fisgado simplesmente pelo fato de saber que a protagonista é uma escritora, algo que somado ao gênero Chick-Lit só pode dar certo. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. OI.
    Eu já conheço a escrita da autora, mas confesso que esse não despertou minha curiosidade não, achei tudo muito clichê, apesar de ainda ter o suspense sobre quem o personagem é e tudo mais, e não, não é pedir de mais ter um Enzo para você kkkkkkkk, fico feliz que gostou da história, mas no momento esse não é um livro para mim.
    Bjs.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!