Título: Princesa das Águas
Autor: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
Série: Princesas Modernas - Livro #03
Ano: 2016
Páginas: 368
Gênero: Literatura Infanto-Juvenil
Sinopse: "Ele estava tão perto que pude perceber a tonalidade verdadeira dos seus olhos. Antes eu pensava ser da cor de uma piscina. Mas agora eu via que não era bem isso. Eles eram como o mar quando fica mais fundo... Aquele tom exato em que o verde se torna azul." Arielle Botrel é uma nadadora famosa, prestes a viver o maior desafio de sua existência: participar das Olimpíadas pela primeira vez. Porém, ao contrário do que todos pensam, ela não possui tudo que deseja. Por ser a filha caçula de uma grande família, a garota é muito protegida e, apesar das medalhas e dos troféus, sonha com um cotidiano diferente, onde possa ser livre. Até que um dia um acidente faz tudo mudar. Arielle é apresentada a um mundo novo... E nele existe alguém que vira sua vida de cabeça para baixo. Porém, para conquistá-lo, ela terá que abrir mão de sua voz. Será que Arielle - sem uma única palavra - vai conseguir conquistar esse príncipe? E se no coração dele já existir outra princesa? (SKOOB)

Eu sempre fui louca para conhecer o trabalho da Paula Pimenta, desde que ela se tornou febre com a série 'Fazendo Meu Filme', do qual eu tenho o primeiro exemplar na estante mas ainda não consegui parar pra ler. Por isso quando a Editora Galera Record anunciou o lançamento de 'Princesas das Águas', acabei deixando minha vontade de começar pelo começo de lado, e decidi ter meu primeiro contato com a Paula Pimenta por seu trabalho mais recente mesmo.


'Princesas das Águas', faz parte de uma coleção de releituras das clássicas histórias de princesas, que por sinal marcaram nossas infâncias. Neste livro a inspiração da vez é 'A Pequena Sereia', no entanto, o enredo ganha uma pegada mais realista e atual, voltada para o público jovem.


Nossa protagonista se chama Arielle, tem 16 anos e já é muito conhecida por ser a grande aposta do Brasil nas olimpíadas para uma medalha de ouro na natação. Na verdade a garota vem de uma família famosa, uma vez que sua falecida mãe era uma estrela da musica e seu pai das piscinas. Suas cinco irmãs seguiram os passos musicais da mãe, mas Arielle preferiu fazer a vontade do pai, que sofria cada vez em que via a filha cantar, já que era o mesmo que ver sua falecida esposa em pessoa.

O problema é que nossa protagonista nunca teve muita liberdade por causa dos treinos pesados, então suas escapadas acabam sempre em grandes confusões. Até que um dia ela acaba salvando Erico, um tenista Suíço, de um afogamento, mas precisa fugir enquanto ele ainda está desacordado para não por sua carreira em risco. O garoto por sua vez só se lembra da doce melodia do qual sua salvadora lhe cantava, e decide que é suficiente para reencontrar sua musa. Agora, com uma gincana pré olimpíada acontecendo, a reprovação do pai e do treinador para um possível relacionamento em meio aos jogos, um coração totalmente apaixonado, e amizades traiçoeiras, Arielle terá que enfrentar o desafio de conquistar Erico sem poder emitir qualquer som ou escrever qualquer recado. Será possível esse relacionamento acontecer nessas circunstâncias?


A primeira coisa que me conquistou nesse livro, além da capa maravilhosa, foi a maneira como a Paula introduziu as características da princesa Ariel na personagem Arielle. Ambas buscam a tão sonhada liberdade, são românticas, um pouco rebeldes e muito ingenuas, mas de um coração bondoso. Outra coisa que me chamou muito a atenção foi a forma detalhista que a autora escolheu o nome, o papel no enredo e a personalidade de cada personagem, tudo de acordo com sua ligação na história da pequena sereia. Algo fofo e genial. Além disso, encontramos aqui as princesas que inspiram seus livros anteriores e posterior a esse.


Paula Pimenta é uma das maiores autoras nacionais aclamadas pelo publico juvenil, e lendo esse livro é algo que fica evidente e da qual realmente acho merecido. Ao me basear em tudo que já ouvi falar a respeito de suas outras séries, atrevo dizer que talvez esse seja o livro mais juvenil entre seus outros trabalhos. O que de maneira alguma me parece ruim, pois a forma como sua escrita se comunica com o publico dessa faixa etária, só prova o quanto a autora se preocupa e se dedica pela formação de jovens leitores no Brasil.


Eu particularmente adoro releituras, e apesar de querer chacoalhar a protagonista em alguns momentos, não tenho como critica-la, afinal de contas ela só está passando pelos problemas que rondam a vida da maioria dos jovens de 16 anos. A busca pela liberdade, nós nos achamos tão maduros e independentes com essa idade, não é mesmo? O frio na barriga e a sensação de que não iremos sobreviver diante a primeira desilusão amorosa. Sem falar que é como se nossos pais não tivessem passado pelo que estamos passando, por isso são incapazes de nos entender. Que atire a primeira pedra quem nunca passou ou está passando por esses dramas.


Então, se você está na adolescência ou procura uma boa dica de leitura para adolescentes, com certeza te indico este livro. Mesmo com um cenário característicos daqueles que estão na mídia ou praticam algum esporte, este enredo aborda assuntos comuns no dia a dia de todos os que já foram ou ainda são jovens. Além do mais é uma leitura que se desenrola de forma sutil a cada novo capitulo, com certeza já quero ler os outros livros da autora.


NOTA:

OUTROS LIVROS DA AUTORA RESENHADOS NO BLOG:

   

Paula Pimenta nasceu em Belo Horizonte – MG. Desde criança apresentou aptidão para a escrita e por esse motivo prestou vestibular para Jornalismo, embora tenha transferido para Publicidade, curso no qual se formou na PUC Minas. Estudou também Música na UEMG, deu aulas de violão e técnica vocal por vários anos, e é compositora. Sua carreira de escritora começou em 2001, com o lançamento do livro de poemas “Confissão”, que foi relançado em 2013. Ficou realmente conhecida do grande público em 2008, quando lançou “Fazendo meu filme 1” pela editora Gutenberg. Publicou “Fazendo meu filme 2”, em 2009, “Fazendo meu filme 3”, em 2010, e “Fazendo meu filme 4”, em 2013, que - assim como o primeiro - são grandes sucessos juvenis. Em 2011 lançou uma nova série, “Minha vida fora de série”, que já conta com dois volumes. Em 2012 publicou também o livro "Apaixonada por palavras", uma coletânea de crônicas.

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Eu também li esse livro recentemente e amei! A capa é lindíssima, o enredo é muito interessante, a narração é envolvente e eu estou amando essas releituras que a Paula Pimenta tem feito. Ela é uma escritora incrível, não é a toa que ela faz tanto sucesso.
    Mil beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2017/01/resenha-do-livro-princesa-das-aguas.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, sou suspeita para falar de releituras, pq eu amooooo!! hahaha
      Verdade! Eu já quero ler os outros livros dela com certeza!!
      Obrigado por comentar ;)

      xoxo

      Excluir
  2. Thaís!
    Já passei e muito da adolescência, estou mais para terceira idade, entretanto, continuo me encantando com os contos de fadas e suas releituras.
    A Paula Pimenta está em grande evidência e ainda não li nenhum dos livros dela.
    Desejo uma ótima semana!
    “A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!