[Resenha] A Fila - @Chiado_Editora / @LilianComunica

postado dia 14 novembro 2016

Titulo Original: A Fila
Autor: Ana Esterque
Editora: Chiado Editora
Páginas: 88
Ano: 2016
Gênero: Contos

Sinopse: Olhava o minúsculo corte e a delgada linha de sangue que vagarosamente se expunha sobre o dedo, logo abaixo de sua unha colorida em vermelho. ´Vermelho rústico´, conforme havia dito a manicure no início da semana. As frutas vermelhas, as unhas em vermelho rústico, o dedo levemente ferido. O corpo rústico como a cor do esmalte? A condição humana era exposta e escancarada em um simples corte de um milímetro no dedo! Lembrou-se, inexplicavelmente, da existência da alma. E a alma, que de rústico nada tem, e mais parece vapor, éter, e voa, voa.

Olá pessoas, como estão?

Venho compartilhar com vocês minhas impressões sobre o conjunto de contos escritos por Ana Esterque que fazem crítica e análises para com o comportamento humano. Os contos são ficcionais e foram construídos em cima de temas polêmicos como incesto e violência contra a mulher; a autora busca mostrar em palavras a vulnerabilidade humana e a delicadeza da alma.


O livro é composto por 10 contos totalmente diferentes. O primeiro 'A Fila' que deu título ao livro, narra no ponto de vista de uma criança a era comunista onde as pessoas se tornaram duras e individualistas, buscando por seus próprios ideais.

Natasha, estava acompanhada de sua mãe aguardando esperançosamente em um fila a chance de conseguir um refrigerador que seria dado pelos militares; junto delas estava toda a população da cidade que vinham batalhando contra a cruel escassez de recursos na época. Em determinado momento a mãe de Natasha precisou voltar para casa à fim de cuidar e alimentar seu outro filho que estava doente, devido a amarga necessidade de conseguir o cadastro e o refrigerador, Natasha ficou na fila por sua família, ela nunca estivera sozinha antes em um lugar público, nessa situação ela sente o peso do abandono, da solidão e do descaso das pessoas quando o foco é se beneficiar a todo custo.
Os portões de ferro foram abertos. Um por um a menina os escutou. Depois foram frases soltas e palavrões em gritos; esbarrões, pontapés, empurrões. O povo já não respeitava a fila. Comprimiam-se todos defronte às grades abertas, agitando os documentos para o alto, pois urgia realizar o cadastro com os homens fardados.


Os demais contos são adversos um ao outro, também ficcionais, foram inspirados nas crueldades que há no mundo: violência, individualismo, amadurecimento precoce, estupro, desvalorização da mulher, etc; a autora realça também a delicadeza da alma, que em uma constante absurda é ignorada.

Achei interessante a proposta do livro, o mesmo acabou me conquistando pela sinopse porém não foi oque eu estava esperando. A linguagem/escrita usada pela autora não é a qual estou acostumado, ela usa palavras impopulares e tem vocabulário de requinte o que consequentemente o torna massante para quem não é familiarizado com tal uso das palavras.

Por abordar temas complicados a autora em determinados momentos me deu a impressão de ter se perdido nas próprias ideias durante as narrativas. No terceiro conto intitulado ''O Matador'' não ficou claro para mim qual foi a intenção, oque ela quis transmitir através da narrativa, o final foi um dos mais vagos e confusos que eu já lera. 

Como eu sempre digo, mas vale ressaltar, o que não foi bom para mim pode ser ótimo para você. Minha experiência com 'A Fila' não foi a melhor que tive, mas sem dúvida alguma recomendo o livro, a proposta nele presente é inovadora e crítica, pode ser de bom proveito à vocês.

NOTA:

Ana Esterque nasceu em São Paulo, em 1977. É formada em jornalismo, mas a escrita literária sempre fez parte de sua vida – questão de vocação. Em sua escritura, utiliza-se de lápis, computador, livros e música. Equilibra a criação literária com uma rotina doméstica e comum. Além de A fila (contos), é autora do livro O amor não serve para nada! www.anaesterque.com.br

See you soon, Lucas! 

Comentários via Facebook

14 comentários:

  1. Oi Lucas. Gostei da resenha ;) Eu acho que ficaria meio perdida na leitura, por conta de o livro ter 10 contos diferentes. Mas parece ser interessante. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um ótimo conjunto de temas, porém é fácil fácil de se perder :(

      Excluir
  2. Lucas!
    ando bem contente por ver tantos livros de contos tendo destaque no mundo literário.
    Gosto muito e saber que são contos sobre assuntos importantes da nossa era contemporânea, me anima ainda mais para leitura.
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Ual, achei maravilhoso tratar sobre temas tão polêmicos e importantes! Gosto muito de livros assim.

    ResponderExcluir
  4. Excelente!
    Adoro contos, tenho ctz q irei gostar da leitura!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Os temas abordados nos contos são importantes, pois o que não falta no mundo é pessoas cruéis, pena que o vocabulário parece ser complicado,assim desanima a leitura, gosto de linguagem simples e de fácil entendimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O vocabulário tirou um pouco da minha animação em ler, mas no conjunto da obra, vale super a pena. =)

      Excluir
  6. Oi, Lucas!!
    Gostei de conhecer esse livro!! Adoro contos!! Esse livro é super interessante pois tem vários temas que são importantes serem abordados!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois bem, lhe recomendo este livro, vai te conquistar! ♥

      Excluir
  7. Oi.
    Gosto de contos, mas não sei se irei ler esse livro. Talvez. Mas de qualquer forma, valeu a indicação. Ótima resenha.
    Abraços.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!