[Resenha] À Sombra da Figueira - @geracaobooks

postado dia 14 outubro 2016

Titulo Original: In the shadow of the banyan
Autora: Vaddey Ratner
Páginas: 358
Editora: Geração
Ano: 2015
Gênero: Ficção, Literatura Estrangeira
Comprar: Submarino, Americanas
Sinopse: Para a menina Raami, de sete anos de idade, o fim abrupto e trágico da infância começa com os passos de seu pai voltando para casa na madrugada, trazendo detalhes da guerra civil que invadiu as ruas de Phnom Pehn, a capital do Cambódia. Logo o mundo privilegiado da família real é misturado ao caos da revolução e ao êxodus forçado. Nos quatro anos seguintes, enquanto o Khmer Rouge tenta tirar da população qualquer traço de sua identidade individual, Raami se apega aos únicos vestígios de sua infância — lendas míticas e poemas contados a ela pelo seu pai. Em um clima de violência sistemática em que a lembrança é uma doença e a justificativa para execução sumária, Raami luta pela sua sobrevivência improvável. Apoiada no dom extraordinário da autora pela linguagem, Sombras da Figueira é uma história brilhantemente intricada sobre a resiliência humana. (SKOOB)
Olá pessoal, hoje venho trazer para vocês um pouco do que senti ao ler este livro tão forte, é incrível como uma criança pode ser tão forte nas horas menos prováveis. Espero que vocês assim como eu apreciem essa história encantadora e comovente.

"À Sombra da Figueira",  a história se passa em Camboja no ano de 1975 em meio a ditadura liderada por Pol Pot, que tinha como ideal transformar o país em um modelo comunista agrário. É neste cenário que vamos conhecer Raami. uma garotinha de apenas sete anos de idade que quando menor teve poliomielite e que devido a doença ficou com sequelas que limitam seus movimentos, Raami é filha do Príncipe Tigre da realeza cambojana. Ela é uma princesinha encantadora que tem um jeito mágico de ver a vida, e para o mundo é um jardim cercado de anjos.


Raami vive em uma palácio com seus pais, sua irmã mais nova e os criados, o palácio é cercado por um jardim fabuloso e nele tem uma bela Figueira que por diversas vezes serve como local de reunião para família. Essa garotinha incrível tem um jeito especial de ver o mundo e acreditem vai ser esse jeito que vai ajuda-la a suportar todo o horror que ela vai ter que enfrentar.
Quando Você ama uma flor, e de repente ela se vai, tudo desaparece junto.
A vida de Raami e sua família muda completamente quando em uma tarde soldados do Khmer Vermelho chegam a sua casa e ordenam que saiam imediatamente sob a ameça de serem todos mortos. Assim a pequena Raami e sua família são jogados em uma realidade de violência, fome e incerteza.

A partir dessa reviravolta Raami e sua família vão enfrentar coisas inimagináveis, fome, miséria, escravidão e muito sofrimento, não será fácil sobreviver. A forma como Raami encara toda essa mudança surpreende o leitor e cativa, nos faz refletir sobre várias pontos da nossa vida nos questionando sobre a nossa forma de encarar os acontecimentos do nosso cotidiano.
Restarão poucos de nós descansando à sombra de uma figueira-de-bengala.

O livro é lindo e o fato da história ser narrada por uma criança de apenas sete anos é um dos pontos que mais mexeu comigo, porque a forma como ela vê o mundo nos emociona e cativa. A diagramação é perfeita os detalhes nas páginas com a sombra da figueira e também a capa que definitivamente entrou para o top 10 das capas mais lindas da minha estante, a escrita da autora me conquistou e me prendeu do inicio ao fim da história.

Eu super indico essa leitura, porque acredito que as lições contidas na história tem que ser compartilhadas e vivenciadas pelo maior número de pessoas possível. Me digam o que acharam da resenha nos comentários e também se pretendem incluir essa leitura na lista de vocês. Beijos!!

NOTA:
Vaddey Ratner tinha cinco anos de idade quando o Khmer Vermelho assumiu o poder, em 1975. Depois de quatro anos, tendo sofrido trabalhos forçados, fome e o risco de execução, ela e sua mãe fugiram enquanto muitos dos membros de sua família morreram. Em 1981, ela chegou aos Estados Unidos como refugiada, sem saber inglês, e em 1990, formou-se no Ensino Médio e foi oradora oficial da turma. É pós-graduada summa cum laude pela Universidade de Cornell, onde se especializou em história e literatura do Sudeste Asiático. Nos últimos anos, viajou e viveu no Camboja e no Sudeste Asiático, escrevendo e pesquisando, o que culminou em seu romance de estreia, À sombra da figueira. Vive em Potomac, Maryland.

Comentários via Facebook

10 comentários:

  1. Olá Janaína! Arrepiei com essa história...Sua resenha me deixou emocionada com Raami, não tenho dúvidas q eh uma leitura excelente e cheia de lições...Qro ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Parece ser bem emocionante a história.
    Nos passando diversas lições.
    Apesar de não gostar muito do gênero literário, vou colocar na minha listinha de leitura sim.
    Espero que em breve possa conhecer a obra.
    Fiquei encantada pela resenha.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caroline,
      A história é realmente linda, vale a pena ler.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas fiquei bem motivada para ler. Gosto desse gênero, uma mensagem emocionante e reflexiva. Toca fundo no coração. Adicionado a lista. Sua resenha está muito bem elaborada. Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Márcia, tudo bem? Realmente a história me emocionou e tenho certeza que você vai gostar, é o tipo de leitura que acrescenta em nossa vida. Beijos

      Excluir
  4. Uma estória muito bonita, gostaria bastante de ler. Fique bastante curiosa também por ser uma criança que vai contar, as crianças sempre ensinam coisas boas para nós.

    ResponderExcluir
  5. Oi Janaína,
    Não conhecia esse livro, mas fiquei encantada na hora pela capa, é linda! E depois de ler a resenha o sentimento é de que preciso ler esse livro. Adoro histórias narradas por crianças, são sempre tão cativantes, encantadoras, e trazem várias reflexões belas e comoventes; sem falar que adoro livros com cenário de guerra, esses livros sempre mexem comigo. Obrigada pela indicação, vou querer ler sim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Janaina!!
    Que história mais interessante gostei muito de conhecer esse livro. Amei a capa que é linda!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Como tem livros que a gente nunca ouviu falar né??
    Ainda bem que nos blogs literários a gente vê várias opções e pra tudo quanto é gosto!!
    Parabéns pelo blog e pelas resenhas!!

    Beijos

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!