[Resenha] Eu Sem Você - @editoraarqueiro

postado dia 11 julho 2016

Titulo Original: Me without You
Autora: Kelly Rimmer
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 304
Gênero: Romance, Ficção Australiana
Comprar: Submarino, Americanas, Saraiva

Sinopse: Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco. Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah. Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la. Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer. Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida. Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história. (SKOOB)
Fala galera, tudo bem? Espero que sim =) hoje resenho para vocês o livro 'Eu sem Você' que foi publicado pela Editora Arqueiro mês passado (Junho 2016), se liguem só! 

Confesso que o que mais me chamou atenção em relação a este livro foram as referências  impressas na capa, o tio GoodReads disse:
Se você é fã de JoJo Moyes, David Nicholls e Nicholas Sparks, então irá amar Eu Sem Você.
Após ler tamanhas referências não pude deixar de conferir se Kelly Rimmer é tão boa assim, logo que nunca tinha ouvido falar dela antes, me julguem hahaha e olha, não me arrependo de ter lido por mais que achei um pouco clichê o desenrolar da estória. Logo nas primeiras páginas a autora já escancara no que o final vai dar, confesso que isso me incomodou um pouco pois não esperava ter uma noção sobre o final do livro logo nas primeiras páginas, mas tudo bem, a narrativa que se seguiu valeu a pena e até que curti finalizá-lo.


Conheçam Callum Roberts, um homem maduro de quase 40 anos que dedica toda sua vida ao trabalho que exerce, ele atua na área de publicidade e marketing. Callum perdeu os pais e os únicos membros da família que lhe restaram foram seus irmãos mas todos vivem longe um do outro. Callum é um tanto quanto solitário mas ele não aceita essa definição, como ela dedica 90% de sua vida ao trabalho de certa forma não liga muito em estar só. No trabalho ele não é de muitos amigos, na verdade de acordo com a narração do livro, amigo mesmo ele só tem um, eles se encontram no meio do expediente para tomar um café e colocar os assuntos em dia. Callum morava perto de uma baía e ele vinha e ia embora do trabalho de balsa, certo dia quando estava voltando para casa ele se depara com pés descalços e imundos, por primeira impressão ele achou que fossem de um sem teto mas ao levantar a cabeça viu que definitivamente não eram de um. Aqueles pés descalços pertenciam à Lilah Owens, uma advogada de renome que lutava pelo meio ambiente e que dava o seu melhor nas causas ambientalistas que pegava, impedir que árvores fossem cortadas, sapos fossem mortos, produtos químicos fossem adicionados nos alimentos eram sua batalha mais frequente.

É aqui que uma espécie de ''amor a segunda vista'', Callum por mais que geralmente ficasse na dele, não podia deixar de perguntar porque Lilah apesar de estar bem vestida em roupas sociais estava descalça, ela o dissera que os sapatos de salto estavam acabando com ela e que fora do trabalho ela não precisa deles. Após tal declaração Callum alega que nenhuma mulher é obrigada a usar sapatos de salto e que isso é apenas um esteriótipo de beleza, Lilah e as outras mulheres que também estavam na balsa começaram a alfinetar Callum. Toda essa conversa sobre sapatos e esteriótipos de beleza termina em um jantar entre os protagonistas do debate. Nessa parte em fiquei tipo: ''Já vão sair para jantar? Como assim, produção?'', que rápido né? haha


Eles jantaram em uma pizzaria onde Lilah apresentou a Callum seus pratos favoritos, logo que ele nunca havia provado aquele tipo de comida, detalhe Lilah era vegana. Lilah era super falante e Callum já estava todo derretido por ela, eles conversaram um pouco sobre tudo, após ouvir sobre a vida de Callum, Lilah achou que ele precisa de algo diferente e após o jantar foram caminhar na praia, ele exitou pois estava de noite e por não gostar muito de areia, mas deixou-se vencer pelos argumentos de Lilah que valeria a pena. E foi na praia que eles se aproximaram ainda mais e foram para o apartamento dele. No dia seguinte quando acordou, Lilah já tinha ido  embora, e isso o chateou um pouco pois ele não tinha pego nem ao menos o número de telefone dela e admitia que ela mexeu com seu coração e por isso temia em não vê-la novamente; e assim se fez nos dias seguintes ela não apareceu na balsa onde se conheceram. 

Lilah também se sentiu atraída por Callum, mas estava relutante pois não queria ir além de um encontro casual, engatar um relacionamento não estava em seus planos, em seus relacionamentos anteriores ela sofrerá muito e temia sofrer novamente. Como a balsa era o meio de transporte que ambos pegavam, ela passou a ir de carro para o trabalho pois oque estava sentindo por Callum não poderia ir além, e se eles se encontrassem outra vez ela sabia que toda sua resistência iria à tona. Por mais que tentassem se esconder, certo dia eles acabam se reencontrando e o que sentiam começou a ficar nítido para eles. Após uma longa narrativa Lilah e Callum começam a se encontrar com mais frequência e engatam uma espécie de relacionamento aberto que tinha como regra deixar as coisas acontecerem naturalmente, mas a intensidade do sentimento que estavam sentindo um pelo outro iria tirar o auto controle de ambos e fazer com que reavaliassem seus conceitos.

Sinto que não posso ir além, pois se não darei spoilers, mas no geral a história se resume nisso, Lilah tinha motivos para querer focar mais na carreira do que em uma relação, seus últimos relacionamentos não foram muito fáceis e isso meio que a traumatizou, já Callum por mais que não tinha mente assumir algo sério além do trabalho admitia que não poderia lutar contra o sentia por Lilah.


Tem um drama envolto na estória pois Lilah vivia se questionando se devia ou não continuar se encontrando com Callum, ela estava apaixonada mas mentia para si mesma e tentava lutar com seu coração; ainda falando sobre o pequeno drama que há no livro, o futuro tinha algo para Callum e isso não o deixaria tão contente, só posso dizer que um 'segredo' de Lilah estava envolvido nisso e na minha humilde opinião esse foi o ponto X da história, pois ele  abrilhantou da metade até o final do livro, eu tinha uma noção de como acabaria mas não esperava que a autora tivesse essas cartas na manga que salvaram o livro. Recomendo a leitura para todo tipo de leitor e não só para aqueles que são fãs dos autores citados como referência, há grandes chances de você se surpreender com essa estória. A escrita de Kelly Rimmer é boa, quero ver o que ela tem a mais para oferecer, creio que em um futuro próximo lerei outras obras dela pois 'Eu Sem Você' me instigou bastante ;)

NOTA:

Kelly Rimmer viu a si mesma como escritora, mas de alguma forma acabou trabalhando na área de tecnologia da informação. Uma madrugada, depois de muitos elogios dos amigos – e talvez algumas taças de vinho –, ela finalmente decidiu apresentar seus textos a um editor. Meses depois, Eu sem você foi publicado. Eleito um dos melhores livros de 2015 em sua categoria pela Amazon do Reino Unido, já teve os direitos de tradução vendidos para onze países. Kelly mora na área rural da Austrália com o marido, Daniel, e os dois filhos.

See you soon, Lucas! 

Comentários via Facebook

15 comentários:

  1. Oi Lucas, só pelas referências que você destacou bem no começo do post eu sei que terei de ler esse livro! Não sei se isso de saber o final do livro logo no começo vai me incomodar, embora eu acredite que sim, mas vou dar uma conferida porque gostei da história.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Priscila, tudo bem?

      É um grande peso ser comparado com aqueles feras né? hahaha Quando o ler, não esqueça de me dizer oque achou ;)

      Excluir
  2. Oiie Lucas!
    Esse livro tá lindo! Não consegui ler ainda, não vejo a hora!
    Lilah e Callum conseguiram me conquistar logo de cara, torcendo pra esse romance dar certo!
    Parabéns pela resenha, tá excelente!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá Aline, tudo bem?

      Após ler seu comentário digo com convicção de que você vai amar a leitura, Lilah e Callum vão te conquistar ainda mais ♥

      ps: Obrigado pelo elogio, é uma grande satisfação para mim saber que minhas resenhas estão sendo claras ♥

      Excluir
    2. Td bem sim e vc?
      Aaaain disso tenho ctz viu...Ansiosa dmais pra ler!
      Vcs estão sempre de parabéns com as resenhas! Eu me divirto com td por aqui!
      Bjs! ♥

      Excluir
  3. Esse é p tipo de livro que gosto e amo o Nicholas Sparks, meu autor preferido. Com certeza leria o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha leitura perfeita para você, então =)

      Excluir
  4. só pela comparação com a jojo já fiquei com vontade de ler <3 <3

    ResponderExcluir
  5. Só de ler a comparação com JoJo Moyes e Nicholas Sparks já sabia que teria muito drama rsr, já comecei a achar meio clichê esses personagens que lutam para não se apaixonar, ainda não conheço a escrita da autora mas aparenta ter conduzido muito bem a história e envolvendo o leitor com os personagens. Amei essa capa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, de fato é um tanto clichê mesmo, mas a leitura até que vale a pena ;)

      Excluir
  6. Infelizmente ainda não li esse livro ,to muito na vontade .

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente ainda não li esse livro ,to muito na vontade .

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!