Título Original: The Color Purple
Autora: Alice Walker
Editora: 
José Olympio
Ano: 2016
Páginas: 
356
Gênero: 
Literatura Estrangeira

Vencedor do Prêmio Pulitzer em 1983 e inspiração para a obra-prima cinematográfica homônima dirigida por Steven Spielberg, o romance A cor púrpura retrata a dura vida de Celie, uma mulher negra no sul dos Estados Unidos da primeira metade do século XX. Pobre e praticamente analfabeta, Celie foi abusada, física e psicologicamente, desde a infância pelo padrasto e depois pelo marido. Um universo delicado, no entanto, é construído a partir das cartas que Celie escreve e das experiências de amizade e amor, sobretudo com a inesquecível Shug Avery. Apesar da dramaticidade de seu enredo, A cor púrpura se mostra muito atual e nos faz refletir sobre as relações de amor, ódio e poder, em uma sociedade ainda marcada pelas desigualdades de gêneros, etnias e classes sociais.

Celie, além de negra é mulher, e tais condições a colocam automaticamente em uma posição de subjugação na sociedade em que vive. Ainda muito nova, ela perdeu a mãe, foi violentada pelo pai , teve dois filhos que foram tirados dos seus braços ainda nos primeiros suspiros e se tornou uma mulher estéril. Nettie, irmã mais nova de Celie e também melhor amiga dela, é uma garota bonita e inteligente, e é numa tentativa de proteger a irmã, que Celie acaba se casando com "Senhor".

Na casa do "Senhor", Celie não é vista como a mulher do dono da casa, ela é tratada pelo filhos do esposo e por ele também como uma simples empregada. Acostumada a servir, ela aceita tudo que lhe é imposto pela família sem questionar. Celie vai se ver nessa nova família vivendo em constantes situações de violência psicológicas, físicas e principalmente emocionais.




Shug Avery é negra e também mulher, mas ao contrario de Celie, não esta acostumada a acatar ordens e sim dá-las. Shug é uma famosa e sensual cantora de Blus, que conquistou vários corações ao redor do país, inclusive o de Albert, seu grande amor e amante. É por causa de Albert - para Shug- e Senhor - para Celie-, que o destino dessas duas mulheres ao mesmo tempo tão parecidas e tão dispares vão se cruzar.

Shug em seu primeiro encontro com Celie, vem cheia de pedras nas mãos, mas é quebra quando ao invés de ser tratada com agressão e violência pela mulher do amante, ela é tratada com carinho e uma certa devoção. Revendo seus conceitos , Shug e Celie vão construir um relacionamento ao longo da convivência de mutuo aprendizado e crescimento.

Celie vai aprender a se libertar das amarras as quais esteve subjugada durante toda a vida.



A alguns anos atrás, uma professora me chamou para participar de uma roda de conversa que estava ligada a literaturara feminina, num evento que acontece todos os anos na faculdade de Letras chamado Mulheres em Letras. Foi nessa roda de conversa que ela falou sobre o livro A cor purpura, e eu que já tinha uma vontade imensa de conhecer a obra, apenas fiquei mais curiosa. Então quando vi o livro nas news, eu não pensei duas vezes para solicita-lo.

O livro trás uma narrativa a um só tempo fácil e difícil, devido a sua estrutura - um romance epistolar-, a narrativa prende muito o leitor e se torna bastante fluida.O contra ponto, fica a cargo da temática que é emocionalmente tão pesada e profunda, que fez com que durante muitos momentos da leitura eu tivesse que parar e respirar fundo para continuar a ler.



As personagens femininas desse romance são tão bem construídas e trabalhadas dentro da história que é impossível não se apaixonar por elas e por suas particularidades. As personagens são a sua maneira, extremamente fortes.E é incrível perceber o domínio que autora tem sobre elas, como ela desenha os detalhes das personagens de maneira perspicaz.

Uma das coisas que mais me tocou ao longo da leitura, foi a sensibilidade com a qual Alice construiu sua história e suas personagens, é algo assim indescritível,e que me deixou completamente apaixonada.

A cor púrpura, é um daqueles livros que coloca o dedo na ferida, é um livro de incomodo e sensibilidade. É um livro que exige mais do leitor mas que eu acredito que em algum momento da vida todos deveriam ler.




NOTA: 

Alice Malsenior Walker (Eatonton, Georgia, 9 de fevereiro de 1944) é uma escritora estado-unidense e feminista.Filha de agricultores, ela perdeu a visão de um dos olhos aos 8 anos de idade, num acidente. Graças à sua dedicação, Alice Walker conseguiu sucessivas bolsas de estudos, graduando-se em artes pelo Sarah Lawrence College, em 1965. Walker iniciou sua carreira de escritora com Once, um volume de poesias, e alcançou fama mundial com A Cor Púrpura.


Beijos, Anna (:

Comentários via Facebook

5 comentários:

  1. Oi, Ana :)

    Primeiramente, quero dizer que gostei muito da sua resenha e que você me fez querer muito ler esse livro hahahaha

    Segundo, parabéns pela escolha do Curso hahahahaha (também faço Letras, na PUCPR). Simplesmente é maravilhoso poder unir a literatura e nossa profissão <3

    Beijos,
    Gabi.

    www.entrepaginasesonhos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Um livro triste porém encantador, mto interessante...
    Gostei mto da sinopse, gostaria mto de ler pra saber mais detalhes...
    Parabéns pela resenha!
    Adorei!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria muito de ler, já o adicionei na minha lista de desejados, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  4. Já vi nas Lojas Americanas o filme baseado nesse livro, porém não senti o desejo de vê-lo, mas a sua resenha deu detalhes e até me deu vontade de ler o livro, pois tenho certeza que vou ama-lo.

    ResponderExcluir
  5. Nossa,miga. Sua resenha até me deu um arrepio ahahaha Eu amo esse livro e cheguei até mesmo a escrever uma resenha sobre ele. Acho que vc não poderia descrever ele melhor: ele é doce, mas tbm é um dedo na ferida.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!