[Resenha] A protegida - @gutenberg_ed

postado dia 06 abril 2016


Título Original: Sugar Daddy
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Gutenberg
Ano: 2015
Páginas: 288
Gênero: Literatura estrangeira, Romance
Comprar: Americanas,Submarino


Liberty Jones é uma garota determinada, mas em sua vida pobre e difícil não há espaço para que ela consiga vislumbrar seus sonhos sendo realizados. Seu único consolo é a amizade e o amor que nutre por Hardy Cates, um jovem que possui ambições grandiosas demais para ficarem enterradas na pequena cidade de Welcome. Apesar da atração irresistível que pulsa entre os dois, tudo o que Hardy não precisa é de alguém para atrapalhar seus planos de sucesso, e ele a abandona no momento mais difícil de sua vida: quando a mãe de Liberty morre tragicamente em um acidente; deixando um bebê para ela criar. Mas a vida traz grandes surpresas e Liberty se vê sob a tutela de um magnata bilionário, que irá oferecer muito mais do que proteção à irmã e a ela, mas também revelará uma forte ligação com o passado obscuro da família de Liberty. O que Liberty não espera é ter de lidar com Gage Travis, o filho mais velho do magnata; o rapaz não aprova a presença dela em sua casa e fará de tudo para afastá-la de sua família... Gage apenas esquece de também mantê-la longe de seu coração. (SKOOB)

Liberty Jone, é uma menina cheia de expectativas assim como toda garota de sua idade. Liberty vive com a mãe e o namorado da mãe em um trailer na pequena cidade de Welcome. É em Welcome que ela conhece Hardy, que inicialmente se torna um amigo muito especial, mas que aos poucos vai conquistando espaço no coração dela de outra forma.

Hardy é um tipico garoto texano, de uma família muito pobre e com histórico marcado pela violência, ele esta mais do que determinado a mudar o futuro da sua família, por isso ele precisa sair o mais de pressa possível de Welcome. O desejo de mudar não só o seu futuro, como também o futuro de sua família, faz com que ele tenha que abrir mão de muitas coisas, inclusive de Liberty.

A vida de Liberty vira de cabeça para baixo do dia para noite, a mãe da garota termina o relacionamento e descobre que esta grávida. Liberty que até então era filha unica, acaba por não só ganhar uma irmã como também por se tornar " mãe ". Disposta a fazer o possível pela mãe quando Carrington , a irmã nasce, ela acaba assumindo responsabilidades que não cabiam a ela.




Nesse meio tempo, Hardy resolve que finalmente chegou o momento de ir atrás do seu futuro melhor, e isso quebra o coração de Liberty que é completamente apaixonada por ele. Como se isso não fosse suficiente pouco tempo depois a mãe de Liberty se envolve em um acidente e acaba morrendo. Orfá, sem dinheiro, profissão ou expectativa de futuro, Liberty se vê com a responsabilidade de criar a irmã mais nova sozinha.

Forte e corajosa, Liberty encara todos os desafios da vida de uma "mãe" solteira para criar irmã, dando a ela as melhores oportunidades possíveis. É no seu emprego em um salão de beleza que ela conhece um milionário Churchill Travis, de quem com o tempo acaba se tornando amiga.

O carinho entre Churchill e Liberty cresce cada dia mais, e em um determinado ponto ele acaba a convidando ela para trabalhar com ele. Meio arredia, ela acaba aceitando a proposta, e é quando ela vai morrar com Churchill por causa do emprego que ela conhece Gage, o filho mais velho dele.

Gage a primeira vista é um cara taciturno e fechado, mas com a convivência, Liberty acaba conhecendo-o melhor e percebendo que ele na verdade é um cara extremamente carinhoso. Aos poucos os sentimentos entre os dois vão florescendo, e Liberty acaba descobrindo que apesar de achar que nunca mais se apaixonaria ou nutriria sentimentos tão forte por outro homem depois de Hardy, ela vê que Gage é a exceção.

Liberty acredita que sua vida esta finalmente voltando para os trilhos, mas o destino parece ter outros planos para ela. Hardy seu grande amor esta de volta disposto a recupera-la, e além disso Liberty vai descobrir que o motivo pelo qual Churchill vem ajudando-a esta diretamente ligado a sua mãe. Liberty precisará pondera sobre os novos acontecimentos e tomar decisões que mudaram todo o curso de sua vida.




Apesar de já ter lido outro livro da autora, ler A protegida foi quase como ter um primeiro contato com a autora, visto que a escrita desse livro é bem diferente do outro livro que li dela, que é um romance de época.

A história tem um encadeamento de fatos muito interessante, mas confesso que no inicio achei que autora pesou um pouco a mão nos detalhes, e por ser em primeira pessoa isso deixou a narrativa um pouco arrastada. O enredo porém é bem envolvente, então o leitor fica preso a história querendo saber o final da história.

As personagens são bem construídas, e eu fiquei completamente apaixonada pela Liberty, achei-a uma personagem forte e muito determinada. Assim como no romance de época, Lisa da ao longo da narrativa unas pinceladas em momentos mais éroticos entre as personagens, porém isso é feito de forma bem leve.

Conhecer a escrita de Lisa sem ser em romances de época foi muito bom, e eu super indico para todos que já conhecem a escrita dela e amam. Aos que nunca leram, A protegida é um ótimo livro para se começar.




NOTA:


Depois de se formar na Universidade de Wellesley em Ciências Políticas, publicou seu primeiro romance aos vinte e um anos de idade. Em 1985, ela foi nomeada Miss Massachusetts e competiu o Miss America, em Atlantic City. Lisa está casada e tem dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

Beijos, Anna (

Comentários via Facebook

15 comentários:

  1. Gostei do enredo, Liberty me lembrou un pouco Maria da novela das seis que eu amooo (Eta mundo bom). Adorei a resenha!

    beijos, Mari.

    amadoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oii!
    Ual! A história de Liberty é de tirar o fôlego, qta responsabilidade em uma pessoa só, qtos sentimentos se tem ali...
    Adorei a personagen Liberty, qro ler e torcer pra q tenha acabado bem essa história linda....
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline é uma história de tirar o fôlego realmente ! Espero que você consiga ler em breve é uma ótima leitura!

      Abraços, Anna

      Excluir
  4. Liberty é uma personagem que realmente passa por muita coisa ao longo do livro, acho que a admiraria muito no decorrer da leitura por sua força. Já ouvi falar muito da autora, principalmente se tratando de seus romances de época, mas ainda não tive oportunidade de ler nenhum de seus livros, espero mudar isso ainda este ano.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Dela só li os de época mesmo. E gostei demais! Achei legal esse por ser diferente, é bom pegar um livro que mude totalmente das coisas que você já leu do mesmo autor. Não sei se ficou tão bom quanto os outros, se vou achar arrastado em alguma parte, mas penso que iria gostar bastante da trama. Se é envolvente e faz querer saber o final deve ser bom.

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus que historia envolvente e cheia de reviravoltas! Liberty tinha tudo para pirar,mas decidiu seguir em frente! Me interessei pela historia, a capa é linda, e claro amei a resenha bem construída, trouxe todos os pontos interessantes do livro sem ser cansativo! Parabéns! Ah... amo livros de época, a historia de amor me fez lembrar de Diário de uma paixão.

    ResponderExcluir
  7. Anna, eu até então não conhecia essa serie de Lisa Kleypas. Fiquei encantada com sua resenha e pela forma que o livro te conquistou, desde os personagens á escrita. Gosto de enredos assim, que mostram muito mais do que imaginávamos ser, especialmente quando são romances contemporâneos, meu gênero preferido.
    Lerei, assim que surgir uma oportunidade.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Anna. Eu ainda não li nada da Lisa Kleypas, mas tenho muita curiosidade. Não sabia que ela escrevia além de romances de época e isso me agradou muito. É tão bacana quando um autor que conhecemos a escrita e o padrão de suas histórias, foge de sua zona de conforto e nos surpreende com algo totalmente novo, não é mesmo? Estou ansiosa para ler A Protegida, pois adoro histórias de superação, drama e um gostoso romance. Gostaria muito de conferir esta linda narrativa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Não sabia que era uma série e já gostei! Amo os livros de época dela e nunca li nenhum que não fosse. Quero ver se acho diferenças. Esse parece ser bem envolvente, viciante e a unica coisa ruim é que termina rápido e deve ser bem quando a coisa fica boa. Porque livros dela são assim, ao menos pra mim. Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  10. Eu só conhecia os livros de romance de época da Lisa, que por sinal eu tenho muita vontade de ler, e encontrar A Protegida foi uma grata surpresa. Achei a premissa do livro muito boa, e imagino o drama que a Liberty sofreu com a perda da sua mãe, o seu amor indo pra longe e tendo que criar sua irmã sozinha. Fiquei super curiosa em relação a história, e já adicionei na lista. Eu vou seguir o seu conselho, e o meu primeiro com a escrita da Lisa vai ser através desse livro. Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Li A Protegida e foi meu primeiro livro da Lisa Kleypas e adorei essa historia, mesmo com o começo um pouco arrastada a historia foi me conquistante principalmente da Liberty que é uma personagens forte, determinada e achei lindo seu amor pela irmã que emociona e quero ler os outros livros da Lisa !!

    ResponderExcluir
  12. A capa é bem simples, mas bonita. Nunca li nada Lisa, mas tenho vontade. Parece bem diferente e uma estória de personagem forte!

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!