[Resenha] Chamado as Armas - A Guerra dos Fae - Editora @Geracaobooks

postado dia 29 fevereiro 2016

Titulo Original: War of the fae: call to arms
Autor: Elle Casey
Série: Livro 2
Editora: Geração Editorial
Ano: 2014

Páginas: 368
Gênero: Ficção Norte-Americana, Fantasia

Sinopse: Chegou a hora da guerra no segundo volume da série "A Guerra dos Fae! Em Chamado às Armas", os Fae da luz são convocados a fazer uma importante mudança e treinar seus dons mágicos para enfrentar os Fae das Trevas. Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa? Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas. (SKOOB)

AVISO: PODE CONTER SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO, LEIA POR SUA CONTA E RISCO!

'Chamado as Armas' é o segundo livro da série 'A Guerra dos Fae', escrito pela incrível Elle Casey, e publicado aqui no Brasil pela Editora Geração.

No primeiro livro (resenha aqui) conhecemos Jayne, uma adolescente de temperamento forte que não tem papas na língua. Ela e seu melhor amigo Tony, fogem de casa depois de Jayne quase ser molestada pelo namorado de sua mãe. E em Miami se juntam a um grupo de crianças fugidas, vão parar em uma floresta encantada habitada por seres fantásticos, e descobrem que eles também não seres humanos normais, pois em suas veias correm sangue dos Fae.

Agora (no livro 2), sabendo quem realmente são, Jayne e as outras crianças são convocadas a assumir suas novas identidades como seres mágicos, e se juntar aos Fae da Luz, para deter os Fae das Trevas, que estão prestes a travar uma grande guerra.

Jayne, Spike, Chase, Finn e Becky não pensam duas vezes ao deixar suas vidas antigas para trás. Já Tony não quer estar em meio a nenhum lado dessa guerra e decide ter sua memória apagada e voltar pra casa.

A partir daí, Jayne e as outras crianças vão para uma espécie de instituto, onde terão suas habilidades treinadas e aperfeiçoadas por Faes mais experientes. No entanto as coisas não são tão simples quanto parecem. Pois nesse meio de tempo Jayne coloca sua vida em risco a cada nova aula dentro do instituto, e Tony tem seu comportamento totalmente alterado fora dali, por influencia de um novo aluno da escola, chamado Ben.

Seria tudo obra do destino ou uma força maior está envolvida nesses acontecimentos?


Tão incrível como o primeiro livro é este segundo volume de 'A Guerra dos Fae'. Elle Casey não deixou a peteca cair, manteve nossa protagonista sarcástica do começo ao fim novamente, e ainda nos deixou com aquele gostinho de quero mais no final do livro.

A principio o enredo se encarregou de nos introduzir ao mundo dos Fae, dando enfase nas suas varias espécies e o dom de cada uma delas. Mas bastou deixar que o leitor se sentisse familiarizado com esse novo mundo para que a autora introduzisse uma boa dose de ação.

O suspense esteve presente desde o começo, e mesmo com várias revelações sendo feitas no decorrer da leitura, ainda há muito o que ser explorado nos próximos livros. Principalmente se tratando de um final como este.

Se você já leu 'As Crianças Perdidas - A Guerra dos Fae' (livro 1), ordeno (sim isso é uma ordem!) que comece a ler imediatamente 'Chamado as Armas'. Mas se você não leu nem o primeiro livro, eu recomendo que faça isso o quanto antes, pois está perdendo uma das melhores histórias fantásticas da atualidade.


Juro que queria falar ainda mais sobre esse livro M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, mas sinceramente, quando escrevo sobre continuações de séries é como se eu estivesse pisando em ovos. Fico com muito medo de falar de mais, e dar algum spoiler indesejado. Assim nunca sei de fato se o que falei foi o suficiente para aqueles que ainda não conhecem a história. Então espero que me perdoem caso não tenham entendido algo, e se ficou alguma duvida, é só me perguntar nos comentários.

NOTA:

Elle Casey vem escrevendo desde os quatro anos de idade e vem vivendo como escritora de tempo integral desde 2010 no sul da França com o marido e três filhos. E desde então vem construindo para ter o próprio vinhedo. Elle não submete seus trabalhos a agentes acreditando que publicá-los online é um caminho mais justo e fácil tomado por diversos escritores antes dela. Atualmente escreve diversas séries sendo acusada de ser um ciborgue por publicar em média um livro por mês.

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Oi, eu não conhecia o livro, a autora e nem a série, mas achei bem interessante a historia e acho que por causa da sua resenha, vou dar uma chance a serie.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, ainda não conhecia seu blog, mas já estou seguindo-o <3 Conheço esse livro só por nome, sei que é uma série muito legal. Amo protagonistas sarcásticos, dão um um brilho a mais a qualquer história <3 Ainda não li o primeiro livro, mas pretendo fazer isso em breve, pois parece ser uma história muito interessante, regada de suspense e ação, do jeito que gosto.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado por seguir Karina <3
      Então vc vai amar a Jayne e essa série ;)

      xoxo

      Excluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!