[Resenha] Vrykolakas - @editoraschoba

postado dia 16 dezembro 2015

Autor: Nathalia Yamao
Editora: Schoba
Ano: 2014
Páginas: 260
Gênero: Ficção, Literatura Brasileira

Sinopse: Numa cidade movimentada, em um velho prédio de tijolos, moram quatro jovens vampiras que, por décadas, vivem entre os humanos ocultando sua presença. Quatro garotas, quatro personalidades, quatro histórias, quatro destinos ligados por uma profecia. Mika, Midore, Rukia e Tomoyo nunca desejaram ser imortais, mas se tornaram, e tudo o que um dia foi precioso para elas lhes foi tirado, sobrando somente lembranças. Uma história que conta sobre amores impossíveis, fatalidades e tragédias que ocorreram no passado dessas vampiras. (SKOOB)                                               

Vrykolakas é basicamente mais um livro sobre vampiros. Confesso que no inicio a história me prendeu, pois parecia realmente interessante. O livro conta a história de quatro amigas que se tornaram vampiras na adolescencia e passaram a conviver juntas. Rukia, Tomoyo, Midore e Mika, cada uma delas tem algum poder especial, como parar o tempo, ou conseguir encontrar pessoas com a mente, entre outros. Em alguns pontos da história eu me perdia sem entender se ela se passava no presente ou no passado, algumas cenas não ficaram claras.

Cada capítulo mostrava um evento especial que aconteceu com cada uma das amigas, como elas conheceram o amor da vida delas e na maioria das vezes como eles acabaram morrendo ou se separando devido a suas condições especiais. Até que uma delas resolveu se apaixonar por um Hunter, que basicamente é um caçador de vampiros e ai é que a parte emocionante da história acontece.

"Os Hunter são seres humanos normais. Diz a lenda que uma pequena aldeia na Galileia foi atacada por um clã de vampiros e somente um menino sobreviveu ao massacre..."

Apesar de as quatro serem vampiras, elas buscavam se alimentar de sangue de animais ou procuravam algum hospital que tivesse bastante sangue para que elas pudessem pegar algumas bolsas "emprestados" haha. Ao longo de suas vidas elas tentaram conviver como humanas, mas ao perceberem que não dava certo tentaram apenas passar despercebidas onde escolhiam morar.


Eu sinceramente fiquei muito dividida entre gostar e não gostar do livro, muitas passagens me deixaram com uma vontade tremenda de parar de ler o livro, mas outras me deixavam intrigadas e curiosas. Se eu fosse comparar com alguma história de vampiros que eu conheço, diria que muitas coisas se parecem com Crepúsculo enquanto outras são inéditas para o mundo vampiresco. Talvez isso que tenha me deixado na maior dúvida sobre o livro, mas se você gosta de livros de vampiros vale a pena ler!

Nota:

Beijos, Pri!

Nathalia Yamao nasceu em São Paulo, em uma família de descendentes de japoneses. Sempre apreciou histórias místicas e contos de fadas. Durante a adolescência, interessou-se por desenhos japoneses e teve a oportunidade de viajar para o Japão, onde trabalhou por alguns meses.                                                                                                                        

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Sempre muito bom ver nossos livros por aqui :). Abraços!!!

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!