Titulo Original: Entre Ossos Agora
Autora: Maitê Proença
Editora: Record
Ano: 2015
Páginas: 192
Gênero: Crônicas

Sinopse: Nova e definitiva edição da estreia literária da atriz e escritora Maitê Proença Em 2003, Maitê Proença saiu de seu lugar de conforto como atriz consagrada e arriscou-se – numa atitude pioneira – a abrir-se em uma coluna na revista Época. Nelas, a atriz e escritora revisitava memórias, opinava sobre o Brasil e o mundo, revelava-se sem pudores ou temores. O melhor de sua produção foi reunido em Entre ossos e a escrita, publicado em 2004, com grande sucesso. Uma década depois, aquele passo mostrou-se apenas o primeiro de uma carreira literária ousada e bem-sucedida, e Maitê decidiu revisitar sua estreia com o olhar de uma autora experiente, reconhecida pelos romances Uma vida inventada e Todo vícios. O resultado é este delicioso Entre ossos agora, que, mais que uma reedição, é um novo e surpreendente livro. São 22 novas crônicas, que se somam a 36 revistas pela autora. Cada vez mais dona de seu estilo, sem medo de temas espinhosos e de confissões dolorosas, aqui encontramos uma autora fascinante, exposta sem rodeios e capaz de emocionar e encantar com a palavra. 

Dividido em sete "capítulos", 'Entre Ossos Agora', reúne crônicas inéditas e outras que já foram publicadas na revista Época e em outra edição desse livro, da atriz Maitê Proença.

Como todo escritor - ou pelo menos, como eu imagino que aconteça com todo escritor -, Maitê abre seu livro questionando o porque escrever e até mesmo questiona o valor da sua escrita. Textos de outras duas pessoas - sendo uma deles o texto que abriu a primeira edição desse livro - podem ser encontradas algumas paginas depois pelo leitor.


Da vida ao amor, do amor ao tesão cru, do tesão a estranheza, da estranheza a vida. Em meio ao mar de palavras que transbordam a cada pagina, o leitor se perde entre relatos que parecem ser reais - e provavelmente não são -, e relatos que parecem uma boa história inventada, mas que não passa de um verdade esdruxulas.

Crônicas catárticas e crônicas minimamente pensadas e executadas, levam o leitor numa viagem de sentimentos que vão da felicidade à inquietação em um pulo de página.


Nunca tinha lido nada escrito pela Maitê, mas por ter visto algumas entrevistas dela e gostado da maior parte das suas respostas, logo que vi esse livro fiquei curiosa para conferir como ela era enquanto Escritora. Confesso que a surpresa do primeiro contato foi bastante gratificante.

O desenho da divisão dos capítulos é feito através do tema, ou seja, apesar de não intitula-los ou fazer qualquer marcação, as cronicas são organizadas dentro de uma temática em comum. Temos no primeiro capitulo um conjunto de crônicas sobre o "eu", Maitê falando sobre Maitê, no segundo temos em pauta o "amor", e assim sucessivamente.


Uma das coisas que mais me marcou na leitura desse livro foi o sentimento. A forma como a Maitê escreve me pareceu muito sincera, e em alguns momentos eu consegui sentir os sentimentos que ela escrevia. 

Uma coisa que eu preciso falar também é sobre a diagramação, que apesar de simples funciona tão bem com o texto que torna impossível não prestar atenção nela. Eu estou simplesmente apaixonada pelas fotos da capa e a brincadeira feita com as cores azul e vermelha que trazem a ideia de um desenho em 3D. Editora Record brilhou!! hahaha

Com uma narrativa dinâmica, crônicas curtas, mas cheias de conteúdo. 'Entre Ossos Agora' é uma leitura que eu recomendo a todo leitor, mesmo acreditando que esse seja um daqueles livros que exige mais do leitor. 

NOTA:

Em 2003, Maitê Proença surpreende ao, após quase 25 anos de carreira, revelar seu talento também para a literatura. As crônicas escritas quinzenalmente para a revista Época (alternando o espaço com Mário Prata) logo conquistariam o público por seu estilo direto, bem-humorado, delicado e perspicaz.O ingresso no universo literário não afastou Maitê Proença da TV e do cinema. Consagrada como atriz, ela vê na literatura uma forma de se apresentar ao público, que antes a conhecia apenas pelos personagens, entrevistas

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. hummm me pareceu muito bom , adoro a maite éla é lindaaa

    http://victoriapresunda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Annaaaaa, toda poética na resenha! Arrasou! Embora não leia muitas crônicas, fiquei curiosa, adorei o trecho que você mandou :D Mas com toda a correria dessas leituras não sei quando vou ter oportunidade de ler, a capa é linda! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. oi, adoro livros de cronicas, com certeza esse é um livro que eu gostaria .
    adorei a resenha .
    abraços

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!