[Resenha] Centelha - Editora @GeracaoBooks

postado dia 10 fevereiro 2015

Título Original: Spark
Subtitulo: Em Busca de Um Novo Mundo
Autor: Amy Kathleen Ryan
Série: Livro 2
Editora: Geração Editorial – Selo Jovem
Páginas: 376
Gênero: Ficção Norte-Americana
SINOPSE: Depois de Brilho, a saga nas estrelas continua… Após uma fuga desesperada da nave inimiga, Waverly e as outras meninas sequestradas conseguiram voltar para a Empyrean. Mas o clima por ali não poderia estar pior. Kieran, o menino gentil e sonhador que Waverly amava, assumiu o posto de capitão e passou a agir como um tirano de sangue-frio, deixando a Empyrean sob uma tensão sinistra. Seth Ardvale, líder brilhante e arqui-inimigo de Kieran, foi trancafiado na prisão, sem julgamento. As crianças prodígios que mantêm a nave funcionando estão revoltadas com o autoritarismo do líder. Para completar, uma explosão faz soar o alarme de mais uma ameaça. Eles não estão sozinhos. A tripulação aterrorizada terá que lidar com um inimigo pior do que a New Horizon, ou o delírio de Kieran. Seth descobre um passageiro clandestino na nave, que se move silenciosamente, deixando rastros de sangue por onde passa. O criminoso quer vingança. E só Waverly é a chave para entender seu ódio e impedir que ele detone sua bomba-relógio. (SKOOB)

Pra quem não sabe 'Centelha' é a continuação de 'Brilho' - cujo a resenha encontra-se aqui -, ambos fazem parte da série 'Em Busca de Um Novo Mundo', escrito pela autora Amy Kathleen Ryan, e publicado no Brasil pela Editora Geração. (O texto a seguir pode conter SPOILER para quem ainda não leu o primeiro livro da série) Essa série distópica com pitadas de ficção cientifica, narra a história de duas naves irmãs (Empyrean e New Horizon), que já vagam no espaço á 40 anos depois do planeta Terra ter entrado em colapso. Porém no primeiro livro vemos a New Horizon atacar a Empyrean, e sequestrar suas meninas para de uma forma abusiva devolver a fertilidade as mulheres de sua tripulação. Em meio a esse e outros tipos de crimes contra sua família e amigos, nossa protagonista Waverly, consegue bravamente fugir da nave agora inimiga, mas ao chegar de volta a Empyrean, descobre que muita coisa mudou e que isso foi só o começo de sua jornada.


Sem sombra de duvidas essa é uma das melhores séries distópicas que eu já li, do tipo que merece ser lida por todos que apreciam esse gênero literário. A autora fez um ótimo trabalho tanto no primeiro como no segundo livro da série, e deixou um gancho e tanto para a sequencia.


Inciamos 'Centelha' exatamente onde encerramos a leitura de 'Brilho'. Porém uma reviravolta impressionante na vida e personalidade de nossos personagens foi inevitável.

Após retornar para Empyrean - sem resgatar os adultos -, Waverly se depara com a ditadura de Kieran e com uma tripulação que a detesta pelo seu fracasso. Mas as coisas se mostram realmente pior quando uma nova explosão acontece, fazendo com que Seth e Max desapareçam da prisão. Por ter sido a unica a visitar Seth, Waverly se torna a principal suspeita no ponto de vista de Kieran, que passa a desprezar totalmente a garota que um dia amou. Porém, certos acontecimentos revelam que há um tripulante clandestino a bordo da Empyrean. E é aí que um grande suspense toma conta desse segundo livro da série.


Não existe satisfação maior pra mim do que ler o segundo livro de uma série e ver que a história não perdeu o rebolado. Com 'Centelha' foi assim, de um jeito que ainda não consegui me decidi qual dos dois livros da série foi o melhor. A única coisa que consigo afirmar nesse momento é que estou completamente ansiosa pela continuação dessa saga nas estrelas. Amy Kathleen é incrivelmente habilidosa com as palavras e em meio a um cenário difícil de ser explorado, soube aguçar muito bem os meus sentidos, de tal forma que me viciei na leitura.


Concluindo, 'Centelha' envolve ação e suspense do começo ao fim, principalmente no fim (e que fim heim). Religião e politica continuam fazendo parte do enredo, porém acredito que os trechos religiosos foram bem mais ponderados nesse segundo livro. Contudo, o que fica bastante evidente é que ainda há muito mais a ser desvendado, e que as coisas vão esquentar mais ainda! Super recomendo a série, já é uma das minhas queridinhas

NOTA: 

Nasceu em Jackson, Wyoming, onde morava em um apartamento acima do negócio do pai. Ela sempre gostou de escrever histórias. Era totalmente viciada, leu todos os livros de Madeleine L'Engle e, em seguida escritores como Susan Cooper, Isaac Asimov, e Jack London. Sonhava em ser uma escritora, e ela mesma escreveu o começo de um romance de primeira a quinta série. Foi chamado The Adventures of Kim D. Lavenport e, para esse dia, sua mãe ficou convencida de que é o seu melhor trabalho. Logo, no entanto, colocou Kim em uma gaveta e esqueceu tudo sobre ela. Por um tempo, a escrita ficou para trás. Fez faculdade em Omaha Nebraska e Madrid, onde estudou antropologia e língua espanhola. Durante o seu último semestre, último ano de faculdade, fez uma aula de escrita criativa pela professora chamada Vicky Lindner, e seu interesse pela palavra escrita foi reacendida. Havia redescoberto a sua primeira paixão, e resolveu que iria se tornar um escritor. Agora ela escreve o tempo inteiro na sua casa no Colorado, onde mora com seu cachorro e seu marido. Ser escritora em tempo integral é um sonho.


Comentários via Facebook

22 comentários:

  1. A capa de Centelha não me agradou muito, deveria ter ficado parecido com o Brilho - Em busca de um Novo Mundo. Mas, livro é livro. Amo, amo, amo
    Não cheguei a ler nem um e nem outro, mas há meses que ando dando uma olhada em o Brilho, mesmo assim fico feliz em saber que há continuação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo que a capa de Brilho ficou mais bonita mesmo!

      Excluir
  2. Oi Thais, tudo bem?
    Ainda não li nem Brilho e nem Centelha, mas tenho muita curiosidade de ler ambos. Acho a premissa dessa série bem interessante.
    A editora arrasou na diagramação pelo que vi nas suas fotos!
    Não li sua resenha, pois tenho interesse na série e não quero pegar spoilers! Mas espero gostar muito dessa série.

    Beijo ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo Maia, se vc curte distopia e ficção cientifica, vai amar a série <3

      Excluir
  3. Olá.
    Eu quero muito ler esta série e como ainda não li o primeiro livro não li a resenha.
    Gostei de ver as 5 estrelas.... bom sinal.
    Adoro distopia!! E só eu que acho o cara da capa a cara do Enrique Iglesias? hehe

    ResponderExcluir
  4. Oi Thais!! Eu gostei bastante da resenha do primeiro livro e parei nessa quando você escreveu SPOILERS haha então vou comentar só sobre as fotos, que estão lindas, você sempre arrasa, eu queria poder tirar fotos assim *-* e a geração sempre arrasa na diagramação! adorei! beijos! http://www.trocandodisco.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério amiga? Eu sempre acho que as fotos não ficaram boas o suficiente ... kkk
      Esse segundo livro é tão bom quanto o primeiro, e o mais legal ainda foi o final, deixou um gancho e tanto para o terceiro. Eu estou mega ansiosa pelo lançamento!!

      Excluir
  5. Certa vez, ganhei um button da série e fiquei curiosa a respeito da história por detrás dessa capa tão linda. Até então, eu não tinha lido nenhuma distopia, mas essa em especial chamou minha atenção. Ainda não tive oportunidade de ler, mas fico feliz em saber que trata-se de uma série boa e que a autora não deixou a desejar na continuação.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum dos dois, mas acho lindas as capas e a diagramação, percebe-se o cuidado, mas tenho um sério problema com as revisões da Editora Geração. Os erros são muitos, aquelas notas de rodapé desnecessários, me irritam... enfim, preciso querer mto o livro pra encarar isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Comigo raramente aconteceu com os livros da Geração, se é que já me aconteceu ...

      Excluir
  7. Oie,
    Não li Brilho e nem Centelha, embora as capas sejam divas. Estou pensando em ler esses livros por causa do final cheio de suspense e ação.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  8. Oie.

    Olha sempre me neguei a ler essa série e com sua resenha eu acabei resolvendo que vou solicitá-la e ler o quanto antes. Não fazia muita ideia a respeito da trama e sua resenha foi esclarecedora e por ser uma das suas queridinhas eu lerei confiando em sua opinião. Espero muito gostar, mas espero mais que meu irmão goste mais e que fiquei claro - risos! vou ler só para ter livros que meu irmão possa ler e não desista dos livros.

    Beijos Fê
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Fer que deixei as coisas mais clara pra vc! Nossa que fofo isso que está fazendo pelo seu irmão <3

      Excluir
  9. Tenho muita vontade de começar a ler essa série, misturar distopia com ficção científica é muito legal. As capas são extremamente lindas e pelo que vi das fotos, dentro do livro também é tudo muito bonito.

    ResponderExcluir
  10. Como ainda não li nem "Brilho" (mas pretendo), acabei pulando para os últimos parágrafos dessa resenha, pois fiquei com receio de ler algum spoiler. Gostei de saber que a atmosfera de ação e suspense permeia esse livro do começo ao fim. E gostei também que a trama está só esquentando e ainda tem muito fôlego para os próximos volumes. Enfim, pretendo ler muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. Tenho vontade de ler esses livros, mas ainda não rolou oportunidade. O que eu posso dizer é que acho a diagramação muito linda e bem feita.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia a serie mas achei bem interessante e a resenha me animou muito pra começar a ler gosto muito de distopia e achei legal a mistura com ficção científica e a capa ficou linda !!!

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!