Titulo Original: Um Parafuso a Mais
Autor: Fabrício Carpinejar 
Ilustração: Eloar Guazzelli
Série: Coleção Vida em Pedaços - Livro 3
Editora: Edelbra
Ano: 2014
Edição: 
Páginas: 96
Gênero: Crônica Brasileira  
Comprar: Fnac



Sinopse: A Coleção Vida em Pedaços apresenta as lembranças de infância de Fabrício Carpinejar. Nas crônicas, os acontecimentos cotidianos ganham de volta a magia perdida com a chegada da vida adulta. Através das memórias do autor, temos acesso às nossas felicidades de criança. (SKOOB)


Dando continuidade na série 'Vida em Pedaços', peguei para ler 'Um Parafuso a Mais', de Fabrício Carpinejar, publicado recentemente pela Editora Edelbra. Assim como os dois livros anteriores (Não Atravesso a Rua Sozinho e Te Pego na Saída), aqui conhecemos partes da infância e adolescência de Fabrício, que morando em uma casa pequena com seus pais e irmãos, muitas vezes era sacaneado ao ter que dividir um único banheiro. Mas ao mesmo tempo outras cronicas nos leva a conhecer um Fabrício menos ingenuo, que reage ao bulling sofrido pelos amigos da escola.

Volto a repetir que o que me encanta na escrita de Fabrício é a maneira como ele conta de um jeito tão divertido as situações vividas em sua infância, que consequentemente são situações que todos já vivemos um dia, esteja ela em uma crônica ou outra, mas de alguma forma é impossível não recordar do nosso próprio passado.


Algo que achei interessante nesse livro é que algumas crônicas foram escritas em cima das palavras de outras pessoas, como por exemplo 'Onde Ninguém nos Encontra' - uma das minhas preferidas - que narrou uma situação da infância da mãe do autor. Além dessa temos uma onde Fabricio fala por seu irmão Rodrigo e outra por um amigo que tinha uma mãe que trabalhava de servente na escola em que estudava, e que também se tornou uma das minhas favoritas.


Enfim, peguei o livro para me distrair em meio a outra leitura e acabei terminando-o em um piscar de olhos, mal pude acreditar quando virei a folha e não encontrei mais nada. 'Um Parafuso a Mais' me fez sentir leve e dar boas risadas, recomendo para todos que gostam de ler crônicas. E mesmo sendo uma série os livros não precisam ser lidos em sequência, então fica a seu critério escolher por qual deles começar.

NOTA: 

Fabrício Carpi Nejar, ou Fabricio Carpinejar, como passou a assinar em 1998 (Caxias do Sul, 23 de outubro de 1972) é um poeta e jornalista brasileiro. Filho dos poetas Carlos Nejar e Maria Carpi, adotou a junção de seus sobrenomes em sua estréia poética, As solas do sol, de 1998. Em 2003 publicou, pela editora Companhia das Letras, a antologia Caixa de sapatos, que lhe conferiu notoriedade nacional. Desde maio, mantém a coluna que antes era ocupada por Moacyr Scliar no jornal Zero Hora. É mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (SKOOB)

Comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Ainda não li nenhum dos livros deste autor,
    mas pelo que vejo seus livros são bem escritos e divertidos rs.
    Acho as capas bem alegres, e mesmo falando de um assunto simples o livro parece agradar varios publicos, qualquer hora me aventuro em um dos seus livros,
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom?
    Nunca li nada do autor, mas o livro que você resenhou parece ser uma narrativa que te faz refletir sobre sua própria vida. Ótimo para uma leitura despretensiosa.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Ainda não li nada do autor mas estou com alguns para ler e espero gostar bastante viu? as cpas são lindinhas e parecem ser leituras muito gostosas haha
    ótima resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/10/comentario-sobre-o-livro-um-grao-de-roma.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas são muito fofas e as cores são mais legais ainda, porque são tipo Neon hahaha

      Excluir
  4. Oi!
    Achei uma graça a capa e a edição também parece ser muito linda! Gosto bastante de crônicas, ainda mais para ler na correria durante a semana, então adorei a indicação.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Bem no momento eu passo esse livro, não e bem o que eu estou lendo no momento, mas espero futuramente vir a ler!

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!