[Lançamento] RESPIRAR, MEDITAR, INSPIRAR - @EdValentina

postado dia 18 fevereiro 2014

Escrito com inteligência e humor, este livro é um guia inspirador para os que estão enfrentando pequenos e grandes desafios diários, para os que buscam uma confortante sensação de paz, autoaceitação e compreensão. 

SINOPSE:  Do Pânico à Paz “Eu tinha muito do que uma mulher poderia desejar para se dizer feliz: um bom marido, compreensivo e atencioso, um casamento bem-sucedido, dois filhos amorosos e um best-seller; em suma, uma excelente vida. Mas, ao contrário do que parecia, apesar de todo o sucesso e sorte, eu sofria de ansiedade crônica e tinha frequentes ataques de pânico. Esses ataques me sufocavam; era insuportável. Tentei a automedicação, no início com uma garrafinha de vodca que eu levava escondida comigo, e, mais à frente, parti para a alopatia e comecei a tomar Rivotril diariamente. Depois de uma fortíssima crise, decidi que tinha de dar um fim àquela situação: meu mantra pessoal passou a ser ‘Neurótica, cura a ti mesma’.” Este emocionante depoimento expõe o drama de milhões de pessoas, em todo o mundo, devastadas pela temida Síndrome do Pânico. Priscilla, uma nova-iorquina espirituosa, parte numa jornada em busca do monge tibetano que, acredita ela, habita todos nós. Uma jornada a partir da meditação diária rumo ao equilíbrio de corpo e alma, coração e mente, e, de uma vez por todas, o controle dos nervos. Nesse caminho sinuoso, muitas vezes pedregoso e árido, ela foi do pânico à paz e conheceu uma enorme variedade de práticas de cura alternativa e espiritual, algumas sérias, outras... nem tanto. Este livro, na verdade, deve ser o fiel companheiro dos leitores em busca de qualidade de vida e plenitude. Acredite, é possível, sim!

“Priscilla mergulha nas dolorosas lembranças familiares e reconta detalhadamente seus ataques de pânico. Para aqueles leitores que tiveram experiências debilitantes como essa ou que têm parentes nessas condições... inspirador.” Publishers Weekly

Priscilla Warner formou-se na Universidade da Pensilvânia e trabalhou muitos anos em publicidade como diretora de arte. É coautora de The Faith Club, best-seller do New York Times com o qual excursionou pelos EUA por três anos. Aprendeu a meditar e, finalmente, pode dizer que encontrou o caminho que a levou do pânico à paz. Visite PriscillaWarnerBooks.com para mais informações sobre sua vida e obras.


XOXO


Comentários via Facebook

7 comentários:

  1. Parece um livro bem forte e de superação. Não conheço ninguém que tenha ataques de pânico, mas deve ser assustador ter pânico de algo.
    Vai ter resenha?

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No momento eu não senti vontade de solicita-lo flor, então não sei se terá resenha, mas quem sabe a Ana se anime para lê-lo xD

      Excluir
  2. Eu não conhecia , mas adorei ter conhecido , e vou ler . Gosto muito de livros que sempre nos deixa algum ensinamento ao termino da leitura .

    ResponderExcluir
  3. Isso é o que mais preso em um bom livro!

    ResponderExcluir
  4. Parece até interessante, mas não gosto de leituras tipo autoajuda, esse me pareceu. Mas quando nos passa um ensinamento mesmo, não aquela ladainha de muitos escritores assim, aí eu gosto..
    A capa é bem legal, dá uma leveza só de olhar pra ela
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto de livros deste gênero e voltado à auto-estima do leitor.
    Mas o livro não me despertou aquele grande interesse que me faz suspirar quando leio a sinopse.
    Por hora, ainda não entrou na wish list, mas vou ver se acho mais coisas sobre ele na blogosfera (:

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de livros deste gênero e voltado à auto-estima do leitor.
    Mas o livro não me despertou aquele grande interesse que me faz suspirar quando leio a sinopse.
    Por hora, ainda não entrou na wish list, mas vou ver se acho mais coisas sobre ele na blogosfera (:

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!