Happy New Year !!

postado dia 01 janeiro 2014

burn.

Descobri há algum tempo que amo escrever. Escrever sobre um acontecimento, um filme, um livro, um pensamento, uma folha que cai da árvore. Enfim, sobre a vida. No entanto, odeio me sentir pressionada, e odeio mais ainda ouvir “Escreva sobre (...)”. A escrita é um processo de libertação que deve ser leve, doce e porque não prazerosa. No dia 25 de Dezembro, em todas rede social a qual sou vincula, me deparei com inúmeros post, textos, frases e comentários com conteúdos de  felicitações e anseios de boas novas. Não posso dizer o porque, mas me senti profundamente incomodada com tais manifestações, evitando fazer, falar ou simplesmente escrever algo que me arrependeria posteriormente me abstive de comentar sobre tal fato.

Sei que no dia de hoje milhares serão os post, textos, frases e comentários escritos não só em redes sociais, mas em qualquer canto, repletos de promessas, metas, desejos e felicitações. Não há, então, muita diferença entre hoje e o dia 25, exceto que me sinto mais confortável  e livre de escrever sobre o que sinto.

O ano de 2013 pode ser talvez definido como: Inesperado. 

Maiores foram os momentos de surpresa do que de previsibilidade. Mudei. Mudei de cidade, de casa, de ambiente, de atitudes, de pensamentos. Mudei de vida.
Perdi muito, mas o suficiente. Perdi “amizades”. Perdi convivência. Perdi momentos. Perdi lagrimas. Perdi pessoas!

Ganhei muitíssimo, mais do que um dia poderia sonhar. Ganhei força. Ganhei desafios. Ganhei experiência e aprendizado. Ganhei momentos inesquecíveis. Ganhei  “amizades”.  E ganhei pessoas. Muitas!

Não faço promessas. Não irei comer lentilha. Não vou pular sete ondas e muito menos me vestir de branco. Não traçarei metas.  E acima de qualquer coisa, não criarei expectativas. Não quero mais um ano de decepções e tristezas. Quero um ano montanha-russa, com altos e baixo, pois assim é a vida, e é assim que eu desejo que o próximo ano seja, porque como já dizia Rubem Alves, Ostra feliz não faz pérola.

firework  /Tumblr

Mas se posso, ou tenho direito de pedir algo, uso as palavras de Martha Medeiros para tal coisa.

Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido,

desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas,

mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado
depois de correr ou um abraço ao chegar em casa,
desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.

Mas desejo também que desejes com audácia,

que desejes uns sonhos descabidos

e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração,
desejes com fantasia e atrevimento,
estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.

Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras,

que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longe

e desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescer
e que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro,
eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.

Mas desejo também que desejes uma alegria incontida,

que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos,

basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar,
que desejes o bar tanto quanto a igreja,
mas que o desejo pelo encontro seja sincero,
que desejes escutar as histórias dos outros,
que desejes acreditar nelas e desacreditar também,
faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas,
que desejes não ter tantos desejos concretos,
que o desejo maior seja a convivência pacífica
com outros que desejam outras coisas.

Desejo que desejes alguma mudança,
uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma,
mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia.
Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados,
que nada fique por fazer, e desejo, principalmente,
que desejes desejar, que te permitas desejar,
pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente,
não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias,
romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários,
mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente.

(Martha Medeiros)


Feliz Ano Novo a todos vocês e desejo a vocês que saibam desejar as coisas boas e ruins da vida! 

  Beijos , Anna (:


Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Adorei o post!!!
    Que em 2014 a vida seja uma montanha-russa com mais altos do que baixos.
    Muitas alegrias pra ti e sucesso pro blog.
    Beijos.
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline , fico feliz que tenha gostado do Post e mais ainda pelas felicitações . Que o ano de 2014 seja repleto de "Altos" , para todos nós !

      Beijos , Anna

      Excluir
  2. Lindo texto <3 Nós perdemos sempre, mas ganhamos algo sempre também e algumas vezes é até melhor assim mesmo ;}
    Que 2014 venha mais realizações para você e seu blog e que o saldo de 'ganhos' seja maior que o de 'perdas' ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Jen , muito obrigada (:
    Sim , existem perdas que ocorrem para o que podemos chamar de " um bem maior". E espero que 2014 seja não só para mim , mas para todos , um ano de saldos positivos!

    Beijos, Anna!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto! Me identifiquei bastante com ele, primeiro, pelo fato de eu também amar escrever e minhas inspirações surgem do nada; estou fazendo algo, lendo ou vendo imagens e me bate vontade de escrever algo, já vou abrindo um bloco de notas e coloco as ideias para funcionar. Também não consigo escrever sobre pressão, por isso acho horrível aulas de redação do colégio. Não consigo escrever sobre algum assunto que eu não quero, que não tenho afinidade rs
    E também me identifiquei com seu texto e concordo que não se deve fazer tantas metas, ser supersticioso e criar altas expectativas, pois, se não der certo ou o ano não sair como o esperado, nós nos decepcionamos demais. Por isso, sempre procuro levar as coisas de uma forma bem tranquila e "deixar rolar", porque é como muitos dizem: se não der certo, não vou me decepcionar e se der certo, vou me surpreender!
    Feliz ano novo! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que post mais divo, curti bastante seu texto Anna e Martha Medeiros simplesmente fechou com chave de ouro ;D. Um maravilhoso 2014 pra você, Thais e pro blog *------*

    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!