[Resenha Dupla] - Um Dia

postado dia 06 dezembro 2012

Para quem não está entendendo, esta é uma resenha dupla, feita por mim (Thais) e a Barbara do blog Segredo entre Amigas. A idéia surgiu meio que sem querer já que coincidentemente lemos o mesmo livro ao mesmo tempo. Os trechos em roxo é a minha opinião e os de rosa o da Barbara.

Titulo Original: One Day
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Páginas: 410

Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.  (Skoob)

"Vinte anos. Duas pessoas. Um dia." 

Uma vez quando precisei responder por qual autor eu possuía uma relação de amor e ódio, eu meio que não sabia bem o que dizer. Até então eu nunca tinha me martirizado desse jeito em relação a um autor, respondi sem muita convicção do que estava falando, apenas para não deixar a pergunta do 'Meme' sem resposta. Porém hoje se essa pergunta fosse novamente feita, eu responderia sem duvidas nenhuma, David Nicholls, com o seu livro 'Um Dia'.

Em Um Dia conhecemos Emma e Dexter, dois jovens com sonhos e desejos diferentes. Na noite de 14 de Julho de 1988, um dia antes da festa de formatura, eles decidem dormir juntos, mesmo sabendo que no dia seguinte trilharão caminhos completamente distintos. Mal sabiam o que o destino preparava para eles.

O livro começa na data do dia 15 de Julho de 1988, onde Emma Morley e Dexter Mayhew, vivem a sua primeira noite de amor juntos, logo após a festa de formatura da faculdade. Embora nenhum dos dois admita, ambos estão muito envolvidos, porém são muito diferentes. Enquanto Emma quer mudar o mundo, Dex quer viajar o mundo as custa dos pais. Trilhando por caminhos diferentes, a melhor saída para os dois foi se tornarem apenas bons amigos. E daí em diante cada capitulo corresponde a um ano da vida dos personagens, sendo ele exatamente no dia 15 de Julho, o que acabou dando todo sentido ao titulo do livro.

Não, esse não é um caso de amor a primeira vista, paixão avassaladora e coisa e tal. Emma e Dexter não se separam na manhã do dia 15 de Julho, eles se tornam amigos. E, a partir daquele momento, um estará sempre presente na vida do outro. Amigos, ou melhor, melhores amigos. Mas um sentimento especial, que vai além da amizade, está sempre presente no coração de ambos.



Eu não sabia muito bem o que esperar de 'Um Dia', inúmeras vezes me segurei para não assistir ao filme, eu não queria estragar a magia e ansiedade que é virar a página de um livro. E ainda bem que eu fiz isso!
Com sua história narrada em terceira pessoa, David Nicholls, pode ser considerado um gênio já que conseguiu descrever perfeitamente vinte anos da vida desses dois personagens, contando tudo em apenas um dia por ano em cada capitulo.

Então o livro é marcado por um dia, para ser mais específica o dia 15 de Julho. Cada novo capítulo é passado no dia 15 de Julho de um ano decorrente, entre 1988 e 2007. A cada novo ano nos vemos em meio às loucuras de Dexter e as apreensões de Emma. A curiosidade, apreensão e frustração dominam a gente... Eu falei frustração?

Varias vezes me peguei rindo, chorando, amando e odiando, tudo isso com apenas este livro nas mãos. Ao mesmo tempo em que Dex e Em, são os personagens mais cativantes do mundo, em segundos passam a ser os mais irritantes, e eu simplesmente adorei isso. (Estranho?) Como costumo ler de noite por causa do trabalho, sempre que pegava o livro acabava dormindo lá por uma hora da madrugada. Era impossível não torcer para que o casal ficassem juntos. E para me martirizar ainda mais, os capítulos - ou devo dizer aquele dia da vida deles - sempre acabava com aquele ponto de interrogação que me faz enlouquecer se eu não ler mais um capitulo antes de dormir.

Ok, eu esperava horrores desse livro. Quase não acreditei quando o encontrei na promoção. O começo da história é bem cativante e emocionante, a curiosidade domina os sentimentos em relação ao livro, mas devo alertar que é só no começo. Ao decorrer da história tudo se torna cansativo: o relacionamento do casal protagonista, a curiosidade pela espera de algo que balance a história. Cada página passada eu pedia por por algo interessante, algo que balançasse a história. Mas nada aconteceu.

Do começo ao fim 'Um Dia' traz grandes reviravoltas na vida de Dexter e Emma, e confesso que os ultimos capítulos me trouxeram um turbilhão de emoções. A principio a minha vontade era jogar o livro na parede. Eu me perguntava 'como David Nicholls foi capaz de destruir toda a história em apenas uma frase?'. Mas logo me dei conta de que esse não era um conto de fadas, e sim mais uma dessas lições de vida que nos faz refletir muito em nossas próprias vidas e o que estamos fazendo com ela. 'Um Dia', um beijo, um abraço, uma palavra, uma decisão ... são coisas que as vezes banalizamos, mas que tem o poder de mudar a vida de uma outra pessoa, ou até mesmo a de nós mesmo. Recomendo!

Muitos falavam da emoção, tristeza e até diversão que esse livro trazia. Mas esses sentimentos não foram despertados em mim. O acontecimento que deveria ser o MUST da história surgiu de forma tão simplória que eu não consegui, sequer, me emocionar. Mas o livro não foi de um total perdido, a história do casal protagonista é interessante, as incertezas e erros deles são fatos que acontecem na vida real, isso faz com que aprendamos, absorvendo a tudo o que eles passam. Sim, uma história linda, mas mal elaborado ao meu ver. Quem sabe ao seu a história não seja melhor. Enquanto isso eu continuo tentando encontrar 'Um Dia' em minha vida.

Trecho do Livro: "Viver cada dia como se fosse o último" - esse era o conselho convencional, mas na verdade quem tinha energia para isso? - Página 408

NOTA THAIS: 
NOTA BARBARA

Comentários via Facebook

33 comentários:

  1. E agora vocês me deixaram na dúvida. Mas adorei a resenha dupla +__+
    E vou atrás de ler logo esse livro =D

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk ... tadinho do Lucas! Eu sou uma romântica incurável, então se vc for que nem eu Lucas, v vai gostar tbm! É muito difícil eu me irritar com um romance heheh

      Excluir
  2. gostei muito da resenha dupla viu
    gente o livro para ser um amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Alice, pois acho que muitos estão querendo nos matar por causa das opiniões diferentes rsrs

      Excluir
  3. Adorei, muito legal a ideia haha. O livro para ser muito bom, mas não é bem o meu tipo :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peninha Van! Acho que esse livro é totalmente o meu tipo, gosto de livros assim.

      Excluir
  4. Interessante comparar a opinião das duas ^^

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Estou passando para convidar você para uma super promoção que tá rolando lá no blog

    http://livroterapias.blogspot.com.br/2012/12/promocao-de-natal-morte-subita-brinde.html

    Beijinhos

    Rízia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Amei, estava curiosa pra ler uma resenha desse livro e em divida se colocava na minha lista ou nao. Mas agora ja tenho certeza que eu irei compre-lo! Parabens ela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Realmente opiniões diferentes. Mais com semelhanças. Enquanto a nossa querida Thais, gostou bastante do livro, a safadinha da Bah não se envolveu tanto assim com a obra.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  8. Muito legal essa "duas opiniões em uma só". Adorei, Thai. Beeeijo

    ResponderExcluir
  9. Ah.. E nao preciso nem dizer o quanto suas resenhas me fazem querer ler mais e mais livros né? Só aumenta minha lista. beijo

    ResponderExcluir
  10. Olá :)
    Ah, eu sou apaixonada por esse livro, sem mais *-* Adorei a resenha em dupla, muito bacana.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Van, ele é apaixonante, acabei de chorar horrores com o filme aqui.

      Excluir
  11. Ganhei esse livro no ano passado, de Natal. Mas, até hoje eu não li... Oooo falta de tempo gente!!
    Gostei muito da sua resenha!

    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Thais estou lendo esse livro e estou amando

    bj

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li esse livro, mas tenho muita curiosidade! heheheh beijinhos


    P.S: está rolando um sorteio de um livro e uma bolsa lá no blog. Venha participar: http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/2012/12/sorteio-janeiro-feliz.html

    ResponderExcluir
  14. Adorei isso de resenha dupla =)
    Conhecemos duas opiniões em um mesmo post, pontos de vista diferentes de uma mesma obra.
    Deu vontade de ler...
    Parabéns
    Bjinhos

    Anna
    Delírios Lúcidos

    ResponderExcluir
  15. Simplesmente amei Um Dia! O filme é especial mas o livro é inesquecível. Me identifiquei muito (e acho que todo mundo na faixa dos 20 e tantos anos se identificaria) e achei a trama muito real. Foi um livro que me deixou meio "estranha" depois da leitura, meio mudada, meio pensando nos acontecimentos.

    bjs
    livrolab.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Aline, eu acabei de ver o filme, vou escrever um post sobre ele ;)

      Excluir
  16. Gostei da resenha dupla, achei muito interesse comparar duas opiniões. Eu estou bastante curiosa para ler o livro.
    Bjs

    Joyce
    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Desde que soube do filme eu estou ansiosa tanto para vê-lo quanto para ler o livro. É um romance de reencontros, eu sempre gosto de como eles se desenvolvem.

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho vontade de ler esse, assisti o filme e achei ele "legalzinho" sabe aqueles filmes meio sessão da tarde, q vc assisti quando não tem nada para fazer...

    ResponderExcluir
  19. Que legal sabermos a opinião das duas...
    Eu confesso que acho o livro muito sem sal :(
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Quero muito ler este livro, todos dizem ser bem paradinho... mas não ligo hahaha
    as vezes uma leitura tranquila também é ótima!
    Adorei a Resenha

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!