[Resenha] Memórias de uma Gueixa - Arthur Golden

postado dia 06 maio 2012

Titulo Original: Memoirs of a Geisha
Autor: Arthur Golden
Editora: Imago
Ano: 2006
Páginas: 460
Edição: 3

SINOPSE: Memórias de uma Gueixa é um romance fascinante, para ser lido de várias maneiras: como um mergulho na tradicional cultura japonesa, ou um romance sobre a sexualidade, e ainda, como uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem. Seu relato tem início numa vila pobre de pescadores, em 1929, onde a menina de nove anos é tirada de casa e vendida como escrava. Pouco a pouco, vamos acompanhar sua transformação pelas artes da dança e da música, do vestuário e da maquilagem; e a educação para detalhes como a maneira de servir saquê revelando apenas um ponto do lado interno do pulso - armas e mais armas para as batalhas pela atenção dos homens. Mas a Segunda Guerra Mundial força o fechamento das casas de gueixas e Sayuri vê-se forçada a se reinventar em outros termos, em outras paisagens.
O livro "Memórias de uma Gueixa" é bem popular em livrarias e lojas virtuais, mas só fiquei curiosa pela leitura, depois que bem por acaso assisti sua versão cinematográfica na televisão. Comprei o livro em uma promoção do Submarino, e hoje ao resenhar, confesso que foi uma ótima escolha. - Não pensem que eu sempre 'puxo o saco' das obras que leio, mas por incrível que pareça, ainda não tive o azar de comprar um livro chato. - 'Memórias de uma Gueixa' é realmente fascinante e muito bem narrado. Por mais que Nitta Sayuri seja um personagem inventado por um escritor do sexo masculino, ela e os outros personagens acabam parecendo que realmente um dia fizeram parte da vida real.

A história se passa em meio aos anos 30 e 40, mostrando que muito ao contrário da opinião popular as Gueixas não são prostitutas orientais, e sim mulheres que como nossas avós, viveram em uma época onde as vontades e sentimentos de uma garota não eram levados em conta. Chyo (futuramente Sayuri) foi retirada de uma vila de pescadores para ser vendida como escrava ao Okya - uma espécie de casa de gueixas - onde seria treinada corretamente para virar uma Gueixa e dividir seus futuros lucros para pagar ao mesmo, todas suas despesas. Assim somos apresentados a todas as dificuldades enfrentada pela pequena menina, passando por todas as fases de sua vida.

"A adversidade é como um longo vento forte. Não quero apenas dizer que ela nos afasta de lugares aonde poderíamos ir, mas também arranca de nós tudo, menos as coisas que não podem ser arrancadas, de modo que depois nos vemos como realmente somos, e não apenas como gostaríamos de ser." [Página 366]
O vasto conhecimento do autor nos dá uma aula completa da tradicional cultura japonesa, e todos os passos que uma garota naquela época, tinha que dar, para um dia se tornar uma Gueixa famosa, e consequentemente conquistar um danna e garantir o seu futuro. Além disso podemos ver a depressão que atingiu o Japão e seus distritos antes e depois da Segunda Guerra Mundial.
Mais do que ensinamento, Arthur Golden, trás neste livro um dos melhores romances que li até o momento. A cada página que eu virava era como se a dor da personagem fosse a minha dor também. Como se as memórias contadas ali fossem passadas de avó para neta. Me levando inclusive em vários momentos as lagrimas. Pois por mais que Sayuri nunca tenha existido, sabemos que todos os outros fatos contados por ela realmente existiu.

Em vários pontos da história fica bem claro que Gueixas não se tornam Gueixas apenas por opção, geralmente elas são vendidas pela família ainda meninas por um valor simplório. Por isso que depois que li este livro, só consegui pensar em como somos sortudas por termos nascido em uma época que as mulheres já conquistaram sua liberdade na sociedade. E que realmente nossos destinos estão ligados as escolhas que fazemos durante o presente. Eu realmente recomendo essa leitura que é maravilhosa, tanto para quem procura um bom romance como para aqueles que precisa aprofundar seus conhecimentos na cultura do Japão.

NOTA: 
Xoxo


Comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Nossa amiga, bem diferente a história. Confesso que a primeira vez que vi esse livro imaginei que a leitura fosse chata, mas pelo que você está contando é bem contagiando, hein?!
    Nunca li a respeito da cultura Japonesa, mas confesso achar as Gueixas mulheres muito bonitas e bem apessoadas.
    Adorei a Resenha, Parabéns.

    Beijoos

    http://www.facebook.com/SegredosEntreAmigas
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. olá!
    esse livro foi muito comentado por cá tambem.
    eu nunca teve a coragem nem a paciencia para o ler mas foi um livro que se viu em muitas livrarias e parece fazer enorme sucesso.
    com certeza será uma boa leitura para quem goste desse genero de literatura

    ResponderExcluir
  3. Sempre quis ler esse livro, principalmente porque a versão cinematográfica é maravilhosa. Depois dessa resenha é melhor entrar logo na saraiva e comprar, mas infelizmente já comprei os meus livros do mês de julho e esse vai ficar para agosto. Ótima resenha!
    Beijos :)
    http://www.itgirl-sweet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, esse é um dos meus livros/filme favoritos no mundo! A estória é profunda, vc vê como a pessoa é sequestrada de um tipo de vida e posta num mundo completamente diferente, um mundo de muita dor e sofrimento. Cara, eu fiquei puta no final do livro quando o autor fala que a Sayuri não existiu de verdade, não sei se sou ingenua mas acreditei que ela fosse real! ^^

    Adorei a resenha!

    bjs

    ResponderExcluir
  5. sahushaush ... somos duas Marinna, eu cheguei a pesquisar na internet enquanto lia o livro, pois eu jurava que ela tinha sido uma gueixa famosa mesmo e tudo tal. O inicio do livro da a entender que era uma história super verdadeira, eu só descobri que Sayuri não existia quando cheguei ao final também. É um dos meus livro favoritos também.

    ResponderExcluir
  6. AMEI O FILME! MERGULHAR NA TRADIÇÃO DAS GUEIXAS FOI MARAVILHOSO! TENTEI COMPRAR O LIVRO MAS ESTAVA ESGOTADO =(

    ResponderExcluir
  7. Eu simplesmente amo demais esse livro. A forma que o autor conta a estória, realmente, não dá pra imaginar que aqueles personagens não existiram algum dia. Personagens cativantes, um ótimo enredo... esse é um dos meus livros favoritos com certeza.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  8. Já li esse! Achei muito bom, e nem sou muito fã da cultura japonesa, mas esse livro me prendeu de uma tal maneira...

    ResponderExcluir
  9. Eu estou na página 15 desse livro à um tempão hahaha
    Não que eu não tenha gostado, na realidade eu amei! Amei a simplicidade das irmãs, do desfecho do seu pai, de como elas são recebidas na nova família... Mais do que isso não posso falar, ainda não li rs
    Mas você me motivou ;)
    Beijos

    http://estantedasfadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É muito importante para um blogueiro saber o que as pessoas tem a dizer sobre seus textos, pois sem isso nenhum blog consegue sobreviver por muito tempo! Deixe seu link (se tiver blog) para que eu possa visitá-lo também!!

Seu comentário é a minha maior fonte de respostas!!