Título Original: Querem nos Calar
Autor: Mel Duarte
Editora: Planeta
Ano: 2019
Gênero: Literatura Brasileira / Não-ficção / Poemas, poesias
Páginas: 224
Comprar: Amazon; Americanas; Submarino; Shoptime

Sinopse: A antologia Querem nos calar: poemas para serem lidos em voz alta reúne poesias de 15 mulheres slammers de todas as regiões do Brasil. Os chamados poetry slams chegaram ao Brasil pelas mãos de Roberta Estrela D’Alva, em 2008, e são batalhas de poesia falada com temática livre que tem como destaque temas como racismo, machismo e desigualdade social. Com prefácio de Conceição Evaristo, o livro conta também com ilustrações de Lela Brandão e é organizado pela escritora Mel Duarte, autora de uma das performances de maior destaque da FLIP 2016 e integrante do Slam das Minas - SP. As nossas falas de mulheres e notadamente a das mulheres negras podem ser agregadas como refrão às vozes desta antologia. Querem nos calar: poemas para serem lidos em voz alta, é uma escrita em confronto ao silenciamento que buscam impingir sobre nós. Conceição Evaristo Autoras presentes na antologia: Anna Suav, Bell Puã, Bor Blue, Cristal Rocha, Dall Farra, Danielle Almeida, Laura Conceição, Letícia Brito, Luiza Romão, Luz Ribeiro, Mariana Felix, Meimei Bastos, Negafya, Roberta Estrela D’alva, Ryane Leão. (SKOOB)

Dando voz as que durante muito tempo foram silenciadas o livro 'Querem nos Calar', trás uma coleção de textos reunidos pela autora Mel Duarte. O livro já deixa logo em suas primeiras páginas o “a que veio” explícito quando trás um belíssimo e poderoso prefácio de Conceição Evaristo, grande nome na luta feminista e negra no Brasil. “Querem nos Calar: Poemas para Serem Lidos em Voz Alta é uma escrita em confronto ao silenciamento que buscam imprimir sobre nós.”

Com divisões de espaços igualitários para cada uma das autoras presentes nesse arranjo, o livro trás as realidades enfrentadas por essas mulheres diariamente através das vozes delas, que se manifesta desde a forma como elas encaram a situação a forma como elas transcrevem isso em palavras dentro de um contexto formal: o livro.


A antologia trás textos de quinze diferentes mulheres, que juntas representam as cinco regiões do Brasil. Diferentes mulheres, diferente regiões e realidades, diferente necessidades, diferentes lutas por sobrevivência. Portanto, temos desde temas gerais como o feminismo e a busca da mulher pelo seu espaço na sociedade como um ser humano merecedor de respeito, a temas como a questões sociais, raciais, religiosos, gênero e mais. Tudo aquilo que incomoda a estrutura preconceituosa é trazido a vida nesses textos.

Sem duvidas 'Querem nos Calar' é uma das melhores leituras feitas por mim no ano de 2019. Um livro poderoso que leva o leitor a um caminho de reflexão importante, a percepção da necessidade do outro através do olhar desse mesmo outro é o que eu diria ser a maior necessidade da nossa sociedade atual.


Com a mescla de textos que se estruturam desde textos corridos a poemas, o livro conta com uma identidade visual incrível e que quando junta com o conteúdo torna difícil para o leitor o ato de interromper a leitura.

É certo que esse livro entrou para o top de livros favoritos da vida. E fica aqui minha recomendação máxima da leitura de 'Querem nos Calar', não só para as mulheres, mas pra todos, uma vez que vivemos em sociedade e precisamos aprender a respeitar o nosso igual.

COMPRE SEU EXEMPLAR COM UM DE NOSSOS LINKS E AJUDE O BLOG SEM PAGAR NADA A MAIS POR ISSO!!

NOTA: 

Mel Duarte nasceu na primavera de 1988 em São Paulo (SP). É escritora, poeta, slammer, produtora cultural e atua com literatura desde 2006. Publicou os livros “Fragmentos Dispersos” (2013), “Negra Nua Crua” (2016, editora Ijumaa) e “Negra Desnuda Cruda” (2018, ediciones ambulantes, Madrid, ES). ​ É integrante da coletiva Slam das Minas – SP, batalha de poesias voltada ao gênero feminino.

Titulo Original: Confidências de Uma Ex-Popular
Autor: Ray Tavares
Editora: Galera Record
Páginas: 434
Ano: 2019
Gênero: Ficção / Literatura Brasileira / Romance
Comprar: Amazon

Sinopse: Da autora de Os 12 Signos de Valentina. Mais de 4 milhões de leituras no Wattpad. Beleza, poder, popularidade. O que mais uma garota pode querer? Renata acaba de ser expulsa de sua antiga escola. Perdeu seu status, seus amigos, seu namorado e sua antiga vida de privilégios. Agora, precisa recomeçar do zero, em um rígido internato católico. Possessa e nada disposta a construir novos laços de amizade por conta das frustrações do passado, ela se vê, de repente, perdida. Sem largar sua essência, a garota se equilibra entre lidar com o desprezo constante dos alunos do colégio, recusar as investidas do presidente de um grupo misterioso e, nesse meio, administrar seu interesse por um aluno em particular. Será que Renata vai conseguir superar seu passado e iniciar uma nova jornada mostrando uma nova versão de si mesma – ou insistirá em seus velhos erros? (SKOOB)

Depois de me apaixonar pela escrita de Ray Tavares em 2017 com a leitura de 'Os 12 Signos de Valentina', eis que chegou a hora de matar a saudade com mais uma publicação da autora através da Editora Galera Record. Dessa vez vamos mergulhar em um enredo totalmente mais teen e com bem menos comédia do que seu livro anterior, porém uma leitura cheia de lições para o publico jovem.


Renata Vincenzo está vendo seu mundinho perfeito desmoronar depois de ter sido expulsa de seu atual colégio, ter perdido tanto o namorado quanto todos os seus amigos e estar deixando a grande São Paulo para passar seus próximos seis meses trancada no Colégio Interno Nossa Senhora da Misericórdia que fica no interior de SP.

Após mover céus e terra para não ver sua única herdeira atrás das grades por conta de suas últimas atitudes, os pais de Renata só querem que ela pense no que fez e que seja uma pessoa melhor, mas não é bem assim que a garota enxerga tudo o que está acontecendo, e daí por diante afasta qualquer um que tente se aproximar nessa nova fase de sua vida.
(...) por mais divertido e rebelde que seja, precisamos pensar duas vezes antes de tomar alguma decisão, porque ela pode ter consequências severas no futuro. - Páginas 323
Ainda assim, alguém consegue despertar algo escondido lá no fundo do coraçãozinho da rebelde adolescente, e esse alguém atende como professora Trenetim, que além de ser uma excelente profissional ainda recomenda as melhores leituras e envolve os alunos em debates incríveis em sala de aula. Mais do que a educação de seus alunos, Cristina Trenetim tem um carinho especial por cada um deles, e está sempre disposta a ajuda-los a crescer como pessoa.

O grande problema é que o diretor da escola acaba de anunciar que devido alguns problemas pessoais, a professora Trenetim acabou pedindo demissão do colégio, no entanto não é bem isso que ela deixa transparecer nas entrelinhas de seu discurso de despedida. Agora, mesmo sabendo que pode se meter em grandes confusões como as de seu passado, Renata decide que é hora de deixar a garota rebelde de lado, fazer alguns amigos e quem sabe até entrar para o club secreto da escola para descobrir o que de fato ocasionou a demissão da professora.


Preciso ser sincera e dizer que não era bem isso que eu esperava dessa leitura, já que se tratava de Ray Tavares eu nem me preocupei em conferir a sinopse, fui de cara achando que daria boas risadas mais uma vez com o seu jeito bem humorado de ver alguns conflitos da vida. No entanto não é bem isso que temos em 'Confidências de Uma Ex-Popular'. A autora aborda sim diversos conflitos da vida adolescente, mas seu novo enredo percorre um caminho totalmente diferente também, voltado para o mistério que envolve a demissão da professora.

Enquanto Renata embarca em uma aventura totalmente perigosa que pode lhe custar mais uma expulsão de colégio e a ira de seus pais, acompanhamos os conflitos internos da garota em se descobrir como essa nova Renata longe das pessoas que mais lhe decepcionaram, em fazer novos amigos, em tomar decisões entre o que é fácil e o que é o certo a se fazer, além dos sentimentos que ela começa a nutrir por um dos garotos do internato.


A escrita da Ray continua tão fluente como em seu livro anterior, mas volto a falar que aqui temos um enredo bem diferente que conversa melhor com o publico mais jovem, que enfrentam dia após dia os mesmo dilemas da protagonista. Pra mim que esperava outra coisa acabou sendo um pouco mais do mesmo e me levou a desejar que o livro tivesse um pouco menos de páginas já que eu sabia onde tudo aquilo iria dar. Mas para minha surpresa o final foi bem diferente do que eu esperava, e foi justamente na reta final que vi a autora trabalhar ainda mais lições, além das que eu já tinha absorvido até a metade do livro.


Por esses motivos eu recomendo 'Confidências de Uma Ex-Popular' para todos os jovens leitores, Ray Tavares aborda assuntos como a empatia, preconceito, sexualidade, auto-descobrimento, mudanças, propósitos e muito mais, que além de serem características fortes da vida de todo adolescente, também tem o poder de guiar aqueles que acham que estão vendo seu mundo desmoronar e que nunca mais conseguirão levantar. Eu mesma já passei por muitas fases assim entre minha adolescência e o começo da vida adulta e confesso que não tive esse tipo de livro que me fizesse enxergar que tudo isso fazia parte da vida e que contribuiria para a minha evolução, desde que eu soubesse admitir e aprender com meus próprios erros. Então, recomendo que você leia e se inspire na estória de Renata para que possa dar uma nova chance a si mesmo.


NOTA

OUTROS LIVROS DA AUTORA RESENHADOS NO BLOG:


Raíssa Carolina Tavares Jacobucci, mais conhecida como Ray Tavares, tem 24 anos, nasceu no dia 19 de abril e é do signo de Áries. Começou a escrever fanfics aos 13 anos e não parou mais, desde então! Ao longo desses 11 anos escrevendo, acabou deixando as fanfics de lado e focou em histórias originais.                                                                                         

Titulo Original: Cães e Gatos
Autor: Carlos Ruas
Editora: Planeta
Páginas: 176
Ano: 2019
Gênero: Fábula / Ficção / HQ, comics, mangá / Literatura Brasileira
Comprar: Amazon

Sinopse: A felicidade para um cão é um rabo abanando, já para um gato, não. É o gato que tem que abanar o rabo para demonstrar felicidade para o cão ou o cão que tem que entender que o gato demonstra afeto de outras formas? Cães e gatos lida com as diferenças. Eles moram no mesmo lugar, se amam, possuem suas vontades e manias, mas precisam saber lidar com elas. Isso te faz lembrar alguma coisa? Carlos Ruas, cartunista criador dos fenômenos Um sábado qualquer e Mundo avesso, traz um universo repleto de tirinhas divertidas e reflexivas sobre como lidar com as diferenças, os relacionamentos nos dias atuais e, acima de tudo, o amor. (SKOOB)

'Cães e Gatos' é um dos recentes lançamentos da Editora Planeta, o livro reúne em suas 176 páginas várias tirinhas do cartunista Carlos Ruas, retratando a vida de um cão e um gato que convivem juntos de baixo do mesmo teto.


Enquanto o cão balança seu rabinho para demonstrar a felicidade, o gato tem outras maneiras de expressar que está feliz. Ambos são criaturas cheios de amor para dar, aliás, ambos são criaturas que moram no mesmo lugar e se amam muito, no entanto também são cheios de diferenças e por mais que seja complicado estão sempre tentando um compreender o outro. E é ai que eu lhe pergunto: existe maneira melhor que essa de demonstrar o amor pelo próximo?


Esse foi o meu primeiro contato com Carlos Ruas, no entanto o designer gráfico e cartunista já é bem conhecido pelo seu trabalho em 'Um Sábado Qualquer'. Ainda assim, Carlos confessa na introdução deste livro que o poder dos pets na internet parece ser maior que o poder de Deus, uma vez que rapidamente suas tirinhas sobre o Cão e o Gato estavam mais populares dos que a do Criador.


Foi exatamente o meu amor pelos meus bichinhos que me despertaram o interesse nessa leitura, mas não se engane, por mais divertido que seja ver o Cão e o Gato convivendo com suas manias, a intenção de Carlos vai muito mais além aqui, ele nos mostra a importância de respeitarmos as diferenças, principalmente se tratando daqueles que amamos.

Um grande exemplo que te dou é a vida de casado, estamos falando de duas pessoas que se amam, mas que possuem rotinas, manias e educação completamente diferentes uma da outra, se ambos não respeitarem suas diferenças, nunca saberão lidar uma com a outra e o amor que uniu essas duas pessoas não sobreviverá por muito tempo.


Além desse tipo de reflexão, Carlos Ruas me fez ver o quanto meus próprios cachorros são parecidos com o Cão de suas tirinhas, e manias que achava ser características apenas dos meus cãezinhos, existe dentro de vários outros bichinhos.


Sou suspeita para falar de pets, uma vez que faço parte desse grande número de pessoas que perdem horas de seu dia vendo cenas fofinhas de animais pelas redes sociais. Mesmo assim eu lhe peço que confie no que estou falando, esse livro é simplesmente maravilhoso, capaz de nos fazer refletir e sorrir muito ao mesmo tempo. Eu devorei todas as tirinhas em pouquíssimo tempo, e já quero passar meu exemplar adiante para pessoas que eu amo e que precisam refletir sobre a importância de respeitar as diferenças dentro de um relacionamento, seja ele amoroso ou outro tipo qualquer.

Sem duvidas alguma 'Cães e Gatos' é um livro que eu recomendo para todo mundo, seja para alegrar seu dia ou apenas te fazer pensar na vida. Na verdade é aquele tipo de livro que me faz desejar ter dinheiro o suficiente para comprar uma porção deles e sair distribuindo por aí. Então mais do que a leitura eu recomendo para vocês também as redes sociais e o site 'Um Sábado Qualquer' para que vocês possam apreciar um pouco do trabalho do Carlos Ruas e ver que eu não estou brincando quando digo que você precisa de um exemplar deste livro também.


NOTA: 

Carlos Ruas é designer gráfico e cartunista, criador dos fenômenos Um Sábado Qualquer, Mundo avesso e Cães e Gatos, que juntos somam mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais. Vencedor do Troféu HQ MIX, é também o recordista brasileiro do maior financiamento coletivo para um livro de quadrinhos já realizado no país.

Título Original: A Game of Thrones
Autor: George R. R. Martin
Série: As Crônicas de Gelo e Fogo #01
Editora: Suma de Letras
Ano: 2019
Páginas: 592
Gênero: Aventura / Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira
Comprar: Amazon; Submarino; Shoptime

Sinopse: Como Guardião do Norte, lorde Eddard Stark não fica feliz quando o rei Robert o proclama a nova Mão do Rei. Sua honra o obriga a aceitar o cargo e a deixar seu posto em Winterfell para rumar à corte, onde homens fazem o que lhes convém, não o que devem... E onde um inimigo morto é algo a ser admirado. Longe de casa e com a família dividida, Eddard se vê cada vez mais enredado nas intrigas mortais de Porto Real, sem saber que perigos ainda maiores espreitam à distância. Nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. E nas Cidades Livres, o jovem Rei Dragão exilado na Rebelião de Robert planeja sua vingança e deseja recuperar sua herança de família: o Trono de Ferro de Westeros. (SKOOB)

George R. R. Martin acabou de ganhar uma nova casa no mercado editorial Brasileiro, seus livros de agora em diante serão publicados, e republicados também, pela Suma de Letras. Até então, por conta das várias edições, eu não tinha começado a minha coleção das As crônicas de Gelo e Fogo, mas como todos os livros da série estão sendo relançados pela Suma, resolvi que era hora de começar.


Aqui conhecemos o lorde Eddard Stark, Guardião do Norte, e sua família. Ele é também o melhor amigo do rei Robert, que o proclama como a nova Mão do Rei, uma vez que o cargo era ocupado pelo cunhado de Eddard que agora está morto.

Recentemente lorde Eddard e seus filhos encontraram na floresta um lobo gigante morto pelo chifre de um veado, como o lobo é o animal que representa a casa Stark e o veado representa a casa Baratheon do Rei Robert, um mal pressagio acabou ficando no ar, além disso algumas coisas fazem os Stark crerem que a morte da Mão do Rei não foi algo natural. No entanto, por conta de sua honra, da amizade com Robert e pela proteção de sua família, Eddard acaba aceitando as ordens do rei e deixando o norte para ocupar seu novo cargo em Porto Real.

O problema é que enquanto o rei e sua família se hospedaram em Winterfell, um dos filhos de Eddard sofreu um acidente e agora a família está dividida, sua esposa decide que o melhor é ficar com o filho que está a beira da morte. Isso faz com que Stark deixe também seu filho mais velho em seu lugar e leve consigo para a corte suas duas filhas, Arya e Sansa. Já seu bastardo, Jon, se sentindo desajustado em meio a tudo isso, decide seguir o exemplo do tio e se juntar aos patrulheiros da noite ao norte da muralha.

Agora divididos, os Stark terão que encarar problemas dos quais não esperavam, escândalos e segredos envolvendo aqueles que cercam o rei, deixará Eddard em um beco sem saída. Acontecimento sobrenaturais ao redor da muralha colocará Jon diante de seu pior pesadelo. E enquanto tudo isso acontece,  o jovem Rei Dragão exilado pelo rei Robert, deseja tomar o que é seu por direito: o trono de ferro.


Tentei fazer um resumo pequeno, mas isso é algo impossível se tratando de um livro de quase 600 páginas. Na verdade o que eu citei a cima é só uma gotinha no oceano que é a leitura de 'A Guerra dos Tronos'. O livro vai muito mais além do que meu resumo, inclusive algo que eu preciso citar é que no momento em que os Stark acham o lobo gigante morto, na verdade se trata de uma loba, e junto dela estão alguns filhotes que a família acaba adotando como seus protetores, uma vez que representam o brasão dos Stark. Fica então cada lobo com um dos filhos de Eddard, e essa cena além de ser cheia de metáforas, acrescenta personagens dos quais será impossível não amar e admirar muito durante a série: os lobos.

Dentro disso tudo ainda temos a divisão das casas, que vão além dos Stark e Baratheon, há também os Lannister (família da esposa do rei Robert), Tyrell, Targaryen (família do Rei Dragão), Tully, Greyjoy e muito mais. Essas mesmo que eu citei são umas das principais casas, cada família é proprietária de um castelo em alguma parte do reino de Westeros, e aqueles que possuem uma casa 'menor' está sempre em busca de uma ligação mais direta com as casas principais e que são mais poderosas, como os Lannister, por exemplo, nem que para isso eles tenham que trair e derramar um pouco de sangue.


Meu primeiro contato com 'A Guerra dos Tronos' foi em 2014 através da leitura da HQ que resenhei aqui no blog para vocês. Naquele momento a leitura me foi um tanto confusa, por se tratar de algo bem resumido e repleto de personagens secundários que a primeiro instante eu não consegui memorizar cem por cento. Acho que isso me fez ficar um tanto insegura para e leitura, e alguns anos depois me vi assistindo a série de TV da HBO antes mesmo de fazer a leitura dos livros. Foi exatamente aí que me apaixonei pelas 'As Crônicas de Gelo e Fogo', tanto que não me conformava de nunca ter lido os livros.

Como falei lá no inicio, esse ano decidi mudar isso, além do mais a série de TV chegou ao fim e eu não podia me ver longe desse mundo fantástico que é 'As Crônicas de Gelo e Fogo'. A questão é que o primeiro livro não me apresentou muita coisa diferente de sua adaptação para a TV, e segundo fui me orientar com algumas amigas, isso acontece mais ou menos até o quarto livro, daí por diante é que as coisas começam a ser um tanto diferentes, por tanto a leitura do primeiro livro me acabou sendo meio frustrante. Se eu tivesse feito na ordem correta, livro primeiro e série depois, com certeza teria sido algo aclamadíssimo da minha parte, que sempre espera uma adaptação fiel o máximo possível.

Independente disso, sei que quando faço uma leitura não devo me deixar influenciar por algo do qual o erro foi meu, principalmente quando eu resolvo falar dessa leitura para outras pessoas. E ao avaliar a leitura que fiz de 'A Guerra dos Tronos', posso dizer que é um enredo extremamente original com uma escrita incrível e detalhista, uma verdadeira obra prima literária, cheia de reviravoltas surpreendentes da qual eu não faria ideia que aconteceria caso não tivesse assistido a série na TV.


A minha edição da Suma de Letras não é tão diferente assim do que já vi de outra edições referente á fonte, ela é pequena, mas não de um modo que traga dificuldade para enxergar, porém deixa aquela sensação que você já leu um monte de coisa quando na verdade só leu três folhas. Os capítulos são narrados em terceira pessoa pelos personagens principais da série, essa variação nos leva aos vários cantos de Westeros, nos deixando sempre informado do que vem acontecendo com cada personagem independente de onde ele esteja.

Pra quem não sabe nada sobre 'A Guerra dos Tronos', deixo meu alerta sobre a família Targaryen, eles eram a antiga família real, donos do trono de ferro e de poderosíssimos dragões, que depois da guerra se encontram em extinção. Quando o rei Robert tirou o trono dos Targaryen, um casal de crianças foram salvos e levados para as Cidades Livres, e agora buscam vingança pelo que foi feito a sua família.


Outro adendo é para os Lannister, uma família ambiciosa e problemática que não se importam com mais ninguém além deles mesmos. O poder e a riqueza são coisas das quais eles não estão acostumados a abrir mão, e isso significa muito pano para a manga dentro dessa jornada.
Quando se entra na guerra dos tronos, ganha-se ou morre. Não existe meio-termo. - Páginas 346
Mesmo sendo calhamaços enormes, contendo inúmeros personagens secundários dos quais o leitor não deve se apegar, 'As Crônicas de Gelo e Fogo' também é composta por personagens inesquecíveis e cativantes que nos fazem querer acompanhar mais e mais dessa guerra e de cada detalhe sobrenatural que se junta a ela. Um verdadeiro misto de era medieval com ficção cientifica, é assim que funciona essa leitura que conquista cada vez mais leitores e nos faz esperar grandes coisas do autor em cada novo volume que é lançado. Eu com certeza recomendo!!

Se você não gosta de leituras muita densas, que te tome muito tempo, recomendo que faça como eu fiz no meu diário de leitura, divida as páginas para serem lidas em meio a outras leituras, assim fica ainda mais fácil entrar nesse mundo sem quebrar sua rotina.

COMPRE SEU EXEMPLAR COM UM DE NOSSOS LINKS E AJUDE O BLOG SEM PAGAR NADA A MAIS POR ISSO!!

NOTA:

OUTROS LIVROS DO AUTOR RESENHADOS NO BLOG:


George R. R. Martin nasceu em Bayonne, Nova Jérsei, filho de um estivador, cuja família de classe operária vivia perto das docas de Bayonne. Quando jovem, ele se tornou um leitor ávido de quadrinhos de super-heróis. A edição de novembro de 1968 do Quarteto Fantástico possui uma nota ao editor que Martin escreveu quando ainda estava na escola. Ele credita a atenção que ele recebeu com a carta, junto com seu interesse em quadrinhos, como sua inspiração para se tornar escritor. Em 1970, Martin recebeu sue Bacharelado em jornalismo na Universidade Northwestern, Illinois, se formando com muitos elogios. Ele depois completou um Mestrado em jornalismo, também em Northwestern, em 1971. Martin começou a escrever contos de ficção científica no começo da década de 1970, apesar de o início de sua carreira não ter sido fácil (uma de suas histórias foi rejeitada por diferentes revistas 42 vezes), ele nunca se desencorajou; anos depois ele venceria seu primeiro Hugo Award e Nebula Award por um de seus contos. 

Gênero: Aventura, Drama, Família, Musical | Duração: 118min | Distribuidor: Disney | Ano: 2019

Oiee,gente! Tudo bem!?

'O Rei Leão' acabou de chegar aos cinemas  e eu já fui correndo conferir essa produção visual! Assim como fez parte da infância de muitos de vocês, 'O Rei Leão' também fez parte da minha, as lições que aprendi com esse filme trago comigo até hoje na vida adulta, já deu pra perceber que eu amo essa história e queria conferir o resultado o mais rápido possível.


Antes de eu começar, já deixo bem claro que é a opinião de uma pessoa que ama cinema, mas não é crítica de cinema, pois vi uma galera dizendo que os personagens não tem expressão e que viram muitas coisas diferentes, mas eu vou falar da minha opinião de uma telespectadora assídua de filmes, mas que releva muita coisa em relação a edição e muio mais.


Eu gostei muito do live-action, no início estranhei um pouco porque realmente é muuuuuuito realista e também é estranho ver os animais falando, no desenho é mais normal, porém aqui é bem mais real, demorei uns minutinhos para me acostumar.

O enredo é o mesmo e sofreu alterações somente em alguns detalhes no que se refere aos personagens, como por exemplo, a origem de alguns animais, o Rafiki e seu cajado, a história dos irmão Scar e Mufasa e algumas cenas em que aparecem Timão e Pumba que foram excluídas e reformuladas, mas confesso que tudo que foi adaptado no filme, gostei bastante, algumas mudanças nem são tão perceptíveis e não mudam nada no brilho final de 'O Rei Leão'.

Os personagens são muito fofos, gostei de como a personalidade deles foi mantida, dá aquela saudade da infância ao passar das cenas. Eu estava aguardando as cenas de Timão e Pumba e foram as que mais gargalhei, muito bom mesmo.


Ahhhh e a trilha sonora? Meu Deus que coisa linda! A trilha de 'O Rei Leão' é memorável, sabe do que eu tenho certeza? Que a trilha vai ganhar o Oscar! Me emocionei com as cenas recebendo a trilha, ela entra nos momentos exatos e fazem com que o telespectador tenha vontade de cantar junto, eu cantei, sou dessas!


Se você deseja se emocionar, relembrar, sorrir e ficar com o coração quentinho, assista 'O Rei Leão'. Um filme sobre valores, família, seu lugar no mundo, persistência e amor. Simba traz sentimentos que emocionarão adultos e crianças, eu pude rever e ver que a mensagem que o filme traz foi relevante no passado e continua relevante, uma história atemporal.

E aí, já assistiu 'O Rei Leão'?
Conta tudo!

Para saber sempre que um post novo for ao ar basta acompanhar nossas redes sociais
TWITTER ♥ INSTAGRAM  FACEBOOK  YOUTUBE  TUMBLR  G+   SNAP: AMIGADALEITORA