Pulseira A Culpa é Das Estrelas

slide1

Top Comentarista Você Escolhe o Livro

slide2

Melhores Ilustrações de Fangirl

slide3

Qual seu Gênero Literário Favorito?

slide4

Mini Butter Cookies Lata Hello Kitty

slide5

Ovo de Páscoa de 'O Pequeno Príncipe' na Cacau Show


Essa semana vi uma tremenda novidade na minha timeline do Instagram (especificamente no perfil da @Mariferojea), e só sosseguei quando convenci o Lucas ir ao shopping comigo para comprar o meu! Não que eu seja fã de chocolate, mas quando um chocolate é inspirado em algo literário, fica impossível não amá-lo imediatamente. Ainda mais se a 'surpresinha' valer a pena, como é o caso desse Ovo de Páscoa de 'O Pequeno Príncipe' (resenha do livro aqui) que a Cacau Show está produzindo esse ano de 2015.


Ano passado tivemos uma linda caixa de chocolates inspiradas nas frases do livro e acompanhada por uma gargantilha. Mas dessa vez eles se superaram!




A caixa está linda novamente, com muitas ilustrações e as frases mais marcantes do livro. Olhar para ela é como reviver as mais emocionantes partes da estória.




Mas o que me deixou ainda mais animada para comprar o meu, foi essa pelúcia da raposinha. 
Ela não é muito grande nem tão pequena, o rabinho tem uma textura ainda mais macia que o resto do bichinho, os traços dela são iguaizinhas a do desenho. Vai ficar um charme na minha estante  



O chocolate em si é o ao leite, sua casca é bem fina, o que não o torna enjoativo. Na parte interna encontramos esse tablete com as iniciais da loja 'CS'.


Com certeza essa é uma opção e tanto para presentear as crianças e os amantes do livro nessa páscoa. A Cacau Show mandou super bem! Na loja eu ainda encontrei outras sugestões bem interessantes, como por exemplo um ovo que vem com um copo lindo da Capricho e um outro que acompanha headfones da Mulher Maravilha e do Super Homem.

Espero que tenham gostado da novidade, não esqueçam de me dizer o que acharam aqui em baixo nos comentários, ok?

Para acompanhar todas as minhas novidades em tempo real, siga no Instagram (@Amigadaleitora) ou no Facebook do blog!

XOXO

[Resenha] Orgulho e Preconceito - @editoralandmark

Orgulho e PreconceitoTitulo Original: Pride and Prejudice
Autor: Jane Austen

Editora: Landmark
Ano: 2012
Páginas: 244

Gênero: Ficção Inglesa
Edição: Bilíngue, Capa Dura
Comprar: Shoptime, Fnac, Lojas Americanas, Submarino
Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu. (SKOOB)
'Orgulho e Preconceito' nos apresenta a encantadora e determinada Elizabeth Bennet. Segunda irmã mais velha, de um grupo de cinco irmãs, Lizzy sabe que precisa casar-se com um bom partido para ter garantias de um futuro prospero. No entanto, Lizzy não está disposta a entregar-se a um casamento de conveniência aonde não haja amor.

FitzWillian Darcy é um rico e importante membro da elite de Londres. Acostumado a conviver com pessoas do mesmo nível social, ele se vê profundamente incomodado com as pessoas ao seu redor quando decide acompanhar o seu amigo Bingley a Netherfield Park.

É uma das festas dadas que Darcy e seu amigo conhecem as moças Bennets. Bingley logo vê-se interessado pela Bennet mais velha - Jane -, mas Darcy logo descarta não só as moças Bennets como todas as outras, dizendo que ali não há uma mulher que mereça uma segunda olhada. Lizzy acaba se tornando intolerante a Darcy, acreditando ser ele a pessoa mais orgulhosa que ela já conheceu.

Bingley e Jane tornam-se cada vez mais próximos, o que faz com Darcy e Elizabeth tenham que conviver, mesmo com as opiniões controversas que tem um do outro. Com certa convivência, Darcy passa a enxergar Lizzy de maneira mais agradável, e Lizzy de maneira mais tolerável.

Bingley deixa Netherfield Park para voltar a cidade, e Jane fica com o coração partido. Elizabeth fica triste pela irmã, e aliviada por si mesmo, por acreditar que não terá mais que ver Darcy.

Mas Lizzy está errada, ela revê Darcy mais do que esperava, e chega a um momento que deseja vê-lo mais do que pode. Circunstâncias provam a Elizabeth que seu julgamento em relação a Darcy é totalmente errôneo. E Darcy percebe-se apaixonado por ela mesmo contra todas as circunstâncias que o impedem disso. 


Sinto que a encantadora Austen puxará meu pé por essa resenha, mas sinto não ser capaz de escrever algo a altura da magnitude desse livros, muito menos escrever algo sem soltar um baita spoiler – mesmo duvidando que alguém ainda não conheça essa história.

Ler Jane Austen é sempre uma nova descoberta, por isso depois de quase dois anos sem reler 'Orgulho e Preconceito', posso afirmar que uma nova história foi apresentada a mim com essa releitura.

A construção das personagens é encantadora, e a forma com a qual elas vão se moldando de acordo com a sociedade em que vivem, mostram toda a genialidade da Austen. O texto é mais denso, e requer um pouquinho mais de envolvimento do leitor com o livro, mas em contra partida os capítulos são bem curtinhos.

O romance é uma história a parte, duvido alguém não conseguir se apaixonar por Lizzy e Darcy. Austen é um escândalo pra construir romances e nos fazer apaixonar por eles, prova disso é duzentos anos depois ela ainda encantar milhares e milhares de pessoas.

Enfim, se você é daquelas que ama a histórias mas nunca leu o livro  fazer isso agora. Austen merece ser lida por todos, independentemente de qualquer coisas.


NOTA: 

Romancista britânica nascida em Steventon, Hampshire, Inglaterra, cuja obra literária deu ao romance inglês o primeiro impulso para a modernidade, ao tratar do cotidiano de pessoas comuns com aguda percepção psicológica e um estilo de uma ironia sutil, dissimulada pela leveza da narrativa. Filha de um pastor anglicano, toda a sua vida transcorreu no seio de um pequeno grupo social, formado pela aristocracia rural inglesa. Aos 17 anos, escreveu seu primeiro romance, Lady Susan, uma paródia do estilo sentimental de Samuel Richardson. Seu segundo livro, Pride and Prejudice (1797), tornou-se sua obra mais conhecida, embora, inicialmente, tenha sido malvisto pelos editores, o que levou por algum tempo ser descriminada no meio editorial. Depois conseguiu publicar o romance Sense and Sensibility (1811), cujo sucesso levou à publicação, ainda que sob pseudônimo, de obras anteriormente recusadas. Vieram ainda outros grandes sucessos como Mansfield Park (1814) e Emma (1816) em um estilo menos ágil e humorístico, porém ganhando em serenidade e sabedoria, sem perda de sua típica ironia. Morreu em Winchester, um ano antes de serem publicadas as obras Persuasion e Northanger Abbey, uma deliciosa sátira, escrita na juventude, ao gênero truculento da novela gótica. Seu poder de observação do cotidiano forneceu-lhe material suficiente para dar vida aos personagens de suas obras, e a crítica considerou-a a primeira romancista moderna da literatura inglesa. (SKOOB)
Beijos , Anna (:

[Resenha] Pegasus e o Fogo do Olimpo - @EditoraLeya


Título Original: Pegasus and The Flame
Autor: Kate O'Hearn
Editora: Leya
Série: Livro 1
Ano: 2011
Páginas: 368
Gênero: Literatura Juvenil

Sinopse: Quando Pegasus, o mítico cavalo com asas, cai de uma grande tempestade no teto de um apartamento em NY, a vida da jovem Emily vira uma verdadeira lenda: batalhas épicas com monstros medonhos, uma busca desesperada para encontrar aliados, voos radicais sobre um belo cavalo com asas e um desafio heroico para salvar o Olimpo antes que o lugar seja destruído. Junte-se a Pegasus nesta incrível aventura! (SKOOB)

Em 'Pegasus e o Fogo do Olimpo' nos juntamos a Emily, uma menina de 13 anos de idade que mora em New York com seu pai. Em uma noite de tempestade que deixa a grande metrópole no escuro, Emily está sozinha em casa quando ouve um estrondo na cobertura de seu apartamento. Correndo lá para cima a menina se depara com um lindo cavalo alado branco ferido.

Quando Emily corre pela cidade atrás de alguém que possa ajudá-la a cuidar dos ferimentos de Pegasus, ela conhece Joel, ambos acabam se tornando amigos inseparáveis junto do animal. Ao longo da estória, Emily e Joel descobrem que as rédeas douradas de Pegasus haviam sido roubadas durante uma guerra que acontecia no Olimpo, entre os deuses e umas criaturas das trevas chamadas Nirads. Para piorar a situação os Nirads começaram a invadir Nova York a procura do cavalo alado, mas não era só isso, uma organização secreta do governo chamada UCP também está atrás deles.


O livro trás uma aventura emocionante, principalmente para quem gosta de histórias mitológicas como eu. A narrativa é envolvente, te faz se apaixonar por Emily e por Pegasus logo de cara, e enquanto se aventuram pelas ruas de Nova York, correndo contra o tempo e fugindo de inimigos estranhos e assustadores.

A série promete! Eu estou louca para ver o desenrolar da estória nos próximos livros. Mas atenção, se você está esperando algo no estilo de 'Percy Jackson' pode parar, os estilos de livros são bem diferentes, apesar de ambos tratarem de mitologia.

Nota:
Beijos, Pri.


Apesar de ter nascido no Canadá, Kate O'Hearn cresceu em Nova York. Também morou em Chicago, Fort Lauderdale, Los Angeles, San Francisco e diversas outras cidades. Foi esse estilo de vida que alimentou sua imaginação ativa e amor por tudo diferente. "Muitas vezes, eu estava em Nova York, descendo a Quinta Avenida, e imaginava que eu realmente estava voando entre os desfiladeiros da cidade, nas costas de um dragão selvagem." Embora ela tenha tido vários tipos de trabalho e carreiras, sempre foi o escrever que lhe dava mais prazer, e é um prazer que ela gosta de compartilhar: contar histórias de aventuras selvagens em terras estranhas, e das famílias que enfrentam perigos terríveis e se unem em sua luta por um objetivo comum. Shadow of the Dragon: Kira é seu primeiro livro. Ela mora na Inglaterra.

Acessórios Literários + Promoção em Parceria com a Loja do Leitor


Eu lembro de quando comecei a colecionar os acessórios inspirados em minha série favorita (A Saga Crepúsculo), e não encontrava nada comercializado em lojas nacionais, eu ficava muito frustrada com isso. Inclusive, muitos itens foi minha prima que me enviou dos EUA. Eu via tanta coisa legal, mas tudo em lojas gingas, que precisavam de cartão internacional e etc. Mas hoje, graças a Loja do Leitor, meu sofrimento acabou!!

A Loja do Leitor é uma loja online, feita de fã para fã. Todas as suas peças são feitas à mão, em níquel ou porcelana fria, com muito amor em cada detalhe. O objetivo é levar aos clientes, uma pequena lembrança daquele livro, série ou filme favorito, através de bijuterias e acessórios exclusivos.

Eu já mostrei aqui para vocês minha pulseira de 'A Culpa é das Estrelas', que comprei na Loja do Leitor, e hoje vou mostrar alguns outros acessórios que chegou pra mim.


CHAVEIRO A CULPA É DAS ESTRELAS 



FRONHA DE ALMOFADA A CULPA É DAS ESTRELAS



COLAR CERVO PATRONO DE HARRY POTTER



COLAR BÚSSOLA GAME OF THRONES



PULSEIRA JUJUBAS PERCY JACKSON


Todos os produtos da Loja do Leitor, vem super bem embalado e protegido. Na própria caixa vem observações de objeto frágil para que os nossos queridos carteiros não sejam descuidados com a mercadoria. E a bijuteria vem dentro de uma outra caixinha que é puro amor, caso seja presente, você não precisará nem de uma outra embalagem.


Conheça todas as peças disponíveis para compra clicando aqui. Use o cupom PROMOADL para ganhar 5% de desconto.

Mas agora vem a melhor parte! Em parceria com a Loja do Leitor, vamos sortear para vocês uma dessas lindas bijuterias. Na verdade serão dois sorteados, e eu vou deixar que os próprios ganhadores escolham a peça que irão levar!!


Para participar é só cumprir as entradas obrigatórias do formulário (Curtir o Amiga da Leitora e a Loja do Leitor no Facebook) e abusar das chances estras!

a Rafflecopter giveaway

Lançamentos do mês de Fevereiro - @galerarecord


Oi gente! O mês está quase acabando, mas vale lembrar os ótimos livros que estão sendo lançados em Fevereiro, não é mesmo? Hoje eu venho falar um pouquinho das novidades da "Galera Record". Vamos lá!


Diários do Vampiro - Destino
Enquanto Elena Gilbert investiga mais sobre seu futuro como Guardiã, o campus é tomado por vampiros determinados a ressuscitar Klaus, um dos oponentes mais poderosos que o grupo de amigos de Fell’s Church já enfrentou. Nesse meio-tempo, Elena descobre que, junto aos Poderes de Guardiã que tanto precisa, ela receberá uma terrível missão: antes de matar Klaus e salvar a si e a seus amigos, ela terá que sacrificar alguém que ama. Mas será essa a única saída? Não há nenhuma maneira de mudar esse destino? Elena precisa decidir o quanto está disposta a ceder. E rápido — antes que seja tarde demais. 

Sem Esperança
Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

As Confissões das Irmãs Sullivan 
A avó das irmãs Sullivan reúne a família para anunciar que em breve morrerá. E, possivelmente pior, que removeu toda a família de seu testamento. Como ela é a fonte de quase toda a renda familiar, isso significa que ficarão sem um tostão. Ela foi ofendida por alguém da família, mas diz que, se o ofensor se revelar com uma confissão do seu crime enviada para seu advogado, ela pode recolocar a família no testamento. Agora, nenhum segredo é grande ou demais para as irmãs Sullivan. E que comecem as confissões.



















Não-Sei-Quê - O segundo volume da série O peculiar
Pikey Thomas não tem nada. Nem família nem amigos... nem dois olhos normais. Mas sua visão, quem diria, tem algum valor. Seu olho cinzento, capaz de enxergar o que não está à sua frente, pode ser de alguma valia para o irmão de Hettie — o corajoso aventureiro Bartholomew Kettle. Alguma valia para o nobre que o adotou. E Pikey faria qualquer coisa para escapar do passado, qualquer coisa por uma nova chance. 
O destino dessas três crianças está prestes a se entrelaçar. E o resultado pode acabar com o mundo das fadas e o dos homens.

Dia 21 
Vinte e um dias após os cem terem chegado à Terra com a missão de recolonizar o planeta, um inimigo desconhecido é descoberto. Pensa-se que eles eram os únicos humanos a pisar na superfície terrestre em séculos, mas agora, nada mais é certo. Entre resgates, buscas e romances, segredos são revelados, crenças são quebradas e relacionamentos são testados.

Reviravento
Às vezes, ele chega de mansinho, diz bom dia pela fresta da janela e assobia no mesmo tom dos passarinhos. Mas quando acorda nervoso, espalha a notícia por toda parte, deixando a árvore crespa, o cabelo despenteado e o pensamento inquieto. Vento é assim: muda a cada momento, mexe e remexe com tudo, até com a imaginação da gente. Viaje a bordo deste belíssimo livro, levando folha, papel e pensamento.

E ai, gostaram?
Beijos, Fernanda Gonçalves

O que Esperar do livro 'A Mais Pura Verdade' - @Novo_Conceito


Essa semana, nós, parceiros da Editora Novo Conceito, recebemos com exclusividade uma prévia do livro 'A Mais Pura Verdade' de Dan Gemeinhart, que será lançado no Brasil dia 23 de Março. O livro narra a história de Mark, um garoto de 12 anos com uma doença terminal, que decide realizar um dos seus maiores sonhos enquanto ainda é tempo. Esse sonho? Escalar o Monte Rainer!

Logo de cara é possível conhecer bastante de Mark e ao mesmo tempo levar uma boa lição de vida. Nosso personagem, mesmo diante da morte, é uma criança determinada, que em momento algum se sente digno de pena. Ele sabe de suas condições, e mesmo não estando feliz com isso, decide que ainda é tempo de viver, de fazer a vida valer a pena.


Com algum dinheiro no bolso, a maquina fotográfica que era de seu avô, uma mochila nas costas e a companhia de seu cachorro Beau, Mark decide fugir de casa. Isso deixa seus pais e sua melhor amiga Jess, bastante preocupados. A policia e o noticiário procuram pelo garoto desaparecido, mas Mark já traçou um bom plano. Concluir a sua jornada é seu principal objeto, e ele irá viver isso nem que seja a ultima coisa que faça.


Em apenas 95 páginas essa prévia de 'A Mais Pura Verdade' promete ser uma história comovente, do tipo que te faz rever várias questões da vida. Mark nos ensina a dar valor aos pequenos momentos e que somente nós somos responsáveis pela maneira que iremos seguir em nossa jornada. 


Outra coisa interessante nesse resumo é que podemos ter um vislumbre de como será a diagramação do livro. Suas características diferenciadas só o torna ainda mais marcante e especial. O pouco que eu li de 'A Mais Pura Verdade', me deixou ansiosa para descobrir algumas respostas e saber o que aguarda por Mark nessas próximas 129 páginas.

Podemos esperar dessa obra algo como 'A Culpa é das Estrelas' ou 'Como Viver Eternamente', que mesmo tão doloroso, será lindíssimo e comovente de se ler.

[Resenha] Anexos - @NovoSeculo

Titulo Original: Attachments
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano: 2014
Edição:
Páginas: 368
Gênero: Ficção Norte-Americana
Comprar: Saraiva, Fnac, Submarino
Sinopse: Anexos - Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...? (SKOOB)

'Anexos' é o terceiro livro que eu leio da autora Rainbow Rowell, e também a sua terceira obra traduzida e lançada no Brasil pela Editora Novo Século. Porém 'Anexos' foi o primeiro livro que Rainbow escreveu, e por isso eu estava com um pouco de receio do que poderia encontrar. Visto que 'Eleanor & Park' (resenha aqui) deixou de coração partido, e 'Fangirl' (resenha aqui) teve um final bem oposto, 'Anexos' nada mais era do que uma grande incógnita em minha relação com a autora. Então para saber o que eu achei, continue lendo essa resenha ;)


Beth e Jennifer são duas colegas de trabalho que escrevem para o jornal The Courier, ambas são muito divertidas e vivem a síndrome dos 'quase trinta anos'. Lincoln é um solteirão que trabalha durante a noite no setor de TI do jornal, sua função é se certificar de que ninguém estará usando os computadores da empresa para outras finalidades. Ele usa um programa que levanta bandeiras vermelhas sempre que palavras chaves (do tipo imoral) são citadas nos e-mails. Algo que acontece constantemente nas conversas online de Beth e Jennifer, mas que para Lincoln não parece indecente ou merecedoras de advertência.

Na verdade Lincoln detesta seu trabalho, ele realmente não gosta da ideia de ter que 'bisbilhotar' os e-mails dos outros, mas ler o que Beth e Jennifer escreve, não é algo que o chateie. Para ele é como se as duas já fizessem parte do seu ciclo de amigos, ele não quer dedurar as garotas. E entre alguns e-mails e outros, percebe que na verdade está apaixonado por Beth. Mas o que o deixa ainda mais surpreso, é o fato de Beth ter uma 'quedinha' por ele, e inclusive o apelidar de 'o meu cara fofo' durante as conversas com Jennifer.

O problema é que a garota já tem namorado - Chris - e mesmo sabendo que o relacionamento do casal não anda muito bem, e que Beth deseja algo além, Lincoln não faz ideia de como se aproximar dela. Como dizer que o 'seu cara fofo' é na verdade o 'grande monstro' que supervisiona os seus e-mails? E como Beth reagirá ao saber que estava flertando com o cara que lia todas as suas intimidades, que estava sempre um passo a frente dela?


Os romances de Rainbow são realmente viciantes, assim como 'Eleanor & Park' e 'Fangirl', em 'Anexos' a autora nos leva a um grau de intimidade com os personagens, que fica impossível não querer se tornar a melhor amiga deles, resolver todos os seus problemas e unir o casal em um piscar de olhos. Eu mesmo pareço uma líder de torcida sacudindo pompons, sempre que leio algo da Rainbow, e com Lincoln e Beth não foi diferente.

É lógico que nos últimos capítulos meu coração parou, e eu imaginei que algo como o final de 'Eleanor & Park', estava preste a acontecer. Mas Rainbow narrou uma cena tão linda, que mesmo eu achando que o final deveria ter sido mais explorado, fiquei extasiada com a estória. Tanto que mal posso conter minha ansiedade por um próximo livro, ou até mesmo sua lista de supermercado, se a autora quiser compartilhar (hahaha). Para minha sorte a Novo Século anunciou a publicação de 'Ligações' para o próximo mês!! (ver aqui)


Em 'Anexos' os capítulos são narrados de formas alternativas, horas em formatos de e-mail e horas em terceira pessoa, com foco na vida de Lincoln. Outra coisa divertida é que o enredo se passa no ano de 1999, quando computadores não eram algo tão natural para algumas pessoas, e todos esperavam por algo sobrenatural na virada do milênio.

Sei que a resenha está grande, mas acredite, eu como uma romântica incurável, poderia ficar aqui falando por muito mais tempo. Mas irei te polpar dos meus devaneios e dizer que recomendo 'Anexos', tanto como recomendo 'Eleanor & Park' e 'Fangirl'.

NOTA: 

Rainbow Rowell escreve sobre adolescentes (Eleanor & Park e Fangirl), e às vezes sobre adultos (Attachments e Landline). Mas ela sempre escreve sobre pessoas que falam MUITO! E pessoas que sentem que estão fazendo tudo errado na vida. E pessoas que se apaixonam. Quando não está escrevendo, Rainbow lê quadrinhos, planeja viagens para a Disney e discute sobre coisas que não são muito importantes. Ela vive em Nebraska com seu marido e dois filhos. (SKOOB)