Pulseira A Culpa é Das Estrelas

slide1

Promoção

slide2

Se Eu Ficar

slide3

Qual seu Gênero Literário Favorito?

slide4

Procura-de um Marido

slide5

Mini Butter Cookies Lata Hello Kitty da @santaedwigesbr


Quem me acompanha na Fanpage do blog (segue aí), viu que sábado passado aproveitei que sai mais cedo do trabalho para ir até a Lojas Americanas. A principio minha intenção era comprar o DVD de 'O Capitão América 2', mas acabei dando de cara com uma edição especial de 'A Culpa é das Estrelas' que vem com um pingente OKAY? OKAY. (se quiserem ostro os detalhes em outro post), e deixei o do Capitão América para depois. Nisso também encontrei outras coisinhas irresistíveis, e entre elas a lata de Mini Butter Cookies Santa Edwiges da Hello Kitty!



Dei uma pesquisada e vi que além dos cookies a Santa Edwiges lançou mini panetones também. Já quero todos!!


Na loja que eu fui só tinha essa lata cor de rosa e a lilás, mas estou desejando muito essa azul com a Torre Eiffel 


Essa bolachinha é uma delicia, derrete na boca e deixa um leve gosto de leite condessado. A Santa Edwiges é uma marca que já está no mercado a vinte e sete anos, e além de Hello Kitty tem vários outros personagens fofinhos como Angry Birds, Barbie, Monster High e Galinha Pintadinha, estampando a embalagem de seus produtos.


Eu adoro essa época de Natal e acho que essas bolachinhas são essenciais para a hora do café, chá ou durante uma boa leitura. Ainda mais quando trazem embalagens tão fofinhas e reutilizáveis desse jeito! Paguei R$ 9,90 na minha, achei um ótimo preço! Provavelmente você encontrará para comprar em supermercados caso não tenha uma Lojas Americanas perto de você.

Alguém aí já provou? Comprou na edição da Hello Kitty mesmo ou outra? Me digam o que acharam! gostam de post como esses??

XOXO
Curta no Facebook e Participe do Top Comentarista

[Lançamentos] Mês de Novembro - @EditoraArqueiro


Olá queridos como vão? Estamos quase no fim do mês mas nunca é tarde para falar de lançamentos literários, não é mesmo?? Em novembro a Editora Arqueiro trás ótimas dicas para presentes de fim de ano. 

Nora Roberts encerra a série Quarteto de Noivas com Felizes para Sempre, onde um amor improvável vai virar o mundo de Parker Brown de cabeça para baixo. A Escolhida é o segundo volume da série que se iniciou com O doador de memórias. Harlan Coben e Ken Follett estão juntos de novo. Um Passo em Falso, do mestre das noites em claro, é o sétimo livro protagonizado por Myron Bolitar lançado pela Arqueiro. Um Lugar Chamado Liberdade, de Follett, é uma trama complexa e eletrizante que retrata uma época de revoltas contra a injustiça. E com uma narrativa que vai tocar sua alma, Mitch Albom, autor de As cinco pessoas que você encontra no céu e A última grande lição, nos apresenta O Primeiro Telefonema do Céu. Enquanto James Patterson vem com uma nova aventura em Corra, Alex Cross. Confiram as sinopses abaixo e aproveitem para marca seus desejados no Skoob.


Felizes para Sempre: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira seu mundo de cabeça para baixo. Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação. Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson? (SKOOB)

Corra, Alex Cross: Um cruel assassinato na escuridão Dentro de um estacionamento em Georgetown, uma mulher é esfaqueada e trancada no porta-malas do próprio carro. Como assinatura, o criminoso corta os cabelos louros da vítima e os deixa espalhados pelo corpo. Designado para o caso, o detetive Alex Cross nem imagina que esse é apenas o primeiro de uma série de pesadelos. Uma mulher é morta e um bebê desaparece No mesmo dia, Alex Cross é chamado para uma segunda cena de crime: uma jovem enforcada do lado de fora do sexto andar de um edifício. Assim que a legista responsável descarta a possibilidade de suicídio e informa que a vítima deu à luz recentemente, Cross descobre que não está lidando apenas com um homicídio, mas também com um caso de sequestro. Alex Cross precisa deter três assassinos Três dias depois, o corpo de um rapaz é descoberto em uma doca, baleado e com meia dúzia de perfurações ao redor da área genital. Quando os rumores de três assassinos em série se alastram pela cidade de Washington e novas vítimas são encontradas a cada dia, a pressão recai nos ombros de Cross. Uma pressão tão forte que pode afetar sua concentração a ponto de ele não conseguir evitar um perigo mortal que se aproxima de sua família. (SKOOB)

Um Lugar Chamado Liberdade: Escócia, 1766. Condenado à miséria e à escravidão nas brutais minas de carvão, Mack McAsh inveja os homens livres, mas nunca teve esperança de ser como eles. Até que um dia ele recebe a carta de um advogado londrino que lhe revela a ilegalidade da escravidão dos mineiros e um novo horizonte se abre aos seus olhos. Porém, para realizar seu sonho, Mack precisará enfrentar todo tipo de opressão das autoridades que não estão acostumadas a serem questionadas. Já na idealizada Londres, ele reencontra uma amiga de infância, Lizzie Hallim, agora casada com Jay Jamisson, membro da família que tanto o atormentara na Escócia. Lizzie não se conforma em viver submetida aos caprichos dos homens e constantemente escandaliza a sociedade com seu comportamento e suas ideias não convencionais. Quando Mack é acusado injustamente de um crime, ela quebra protocolos e sai em sua defesa, mas o amigo é deportado para a América. Mack logo descobre que se trata de uma mera mudança de continente, não de ares sociais, pois a colônia também vive momentos de tensão: se na Inglaterra os trabalhadores não desejam mais ser explorados pela elite, ali os colonos preparam o caminho que os levará à independência do jugo inglês. Nesta saga repleta de suspense e paixão, Ken Follett delineia uma época de revoltas contra a injustiça com uma escrita enérgica e sedutora. (SKOOB)


A Escolhida: Nora, uma órfã de perna torta, vive em um mundo onde os fracos são deixados de lado. A partir do momento da morte de sua mãe, ela teme por seu futuro até que é perdoada pelo Conselho de Guardiões. A razão é que Nora tem um dom: seus dedos possuem a habilidade de bordar de forma extraordinária. Ela supera a habilidade de sua mãe, e lhe cabe a tarefa que nenhum outro membro da comunidade pode fazer. Enquanto seu talento a mantêm viva e traz certos privilégios, ela percebe que está rodeada de misterios e segredos, mas ninguém deve saber sua intenção de descobrir a verdade sobre o mundo. (SKOOB)

Um Passo em Falso: Ainda jovem, Myron Bolitar contou com a ajuda do treinador Horace Slaughter para começar a jogar basquete. O relacionamento dos dois era como o de pai e filho, mas com o tempo eles perderam contato e Myron abandonou o esporte. Dez anos depois de ver Horace pela última vez, Myron conhece Brenda, filha do antigo amigo e uma bela estrela do basquete. Trabalhando como agente de atletas, ele poderá fechar um contrato valioso com a jogadora se descobrir o paradeiro de Horace, que sumiu repentinamente após agredi-la. Desde então, Brenda começou a receber ameaças por telefone e a ser seguida. Myron não acredita na culpa do amigo e resiste a ser guarda-costas da moça, mas acaba cedendo. Determinada a não fazer papel de donzela indefesa, Brenda provoca uma atração irresistível em Myron, que vive um relacionamento amoroso debilitado. Porém, existe entre eles um abismo de corrupção e mentiras, além de segredos pelos quais muitos arriscariam a vida. Mesmo contra o bom senso, Myron segue investigando o caso. Disposto a conquistar o coração de Brenda, ele está ciente de que um passo em falso pode acabar matando os dois. (SKOOB)

O Primeiro Telefonema do Céu: Como você se sentiria se um dia recebesse uma ligação de alguém que ama muito e que já se foi? Numa sexta-feira comum, o telefone de Tess Rafferty toca. É sua mãe, Ruth, que morreu quatro anos antes. Em seguida, Jack Sellers e Katherine Yellin recebem ligações semelhantes, do filho e da irmã, também já falecidos. Nas semanas seguintes, outros habitantes de Coldwater afirmam que estão em contato direto com o além, e que seus interlocutores lhes pediram para espalhar a boa-nova ao maior número possível de pessoas. A mensagem é simples: o céu existe, e é um lugar onde todos são iguais. Em pouco tempo, correspondentes de diversos meios de comunicação aportam na cidade para transmitir os desdobramentos do fenômeno que pode ser o maior milagre da atualidade. Visitantes do país inteiro começam a surgir, as vendas de telefone disparam e as igrejas se enchem de fiéis. Apenas uma pessoa desconfia da história: Sully Harding, ex-piloto das Forças Armadas. Após quase morrer num desastre aéreo, perder a mulher e cumprir pena por um crime que não cometeu, ele não acredita num mundo melhor, muito menos após a morte. E quando seu filho pequeno começa a esperar uma ligação da mãe morta, ele decide provar que estão todos sendo enganados. O primeiro telefonema do céu é uma história de mistério e, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre o poder da conexão humana. Em uma narrativa que vai tocar sua alma, Mitch Albom prova mais uma vez por que é um dos autores mais queridos da atualidade. (SKOOB)

E aí, quais estão dentro da sua listinha?? Já leu alguma dessas séries que ganharam continuidade este mês? O que está achando, ansiosos para a próxima leitura?? Me contem tudo.

XOXO
Curta no Facebook e Participe do Top Comentarista

[Filme] Jogos Vorazes - A Esperança Parte 1 @ParisFilmes


Esse post não é nenhum comprativo entre o filme e o livro, nada disso, ainda mais porque eu nem se quer li os livros dessa série (não me julguem). Na verdade eu até tenho muita vontade de lê-los, mas o fato de estar sempre passando os livros de parceria na frente e a Ana já ter resenhado a trilogia aqui no blog, acabaram me desanimando um pouquinho. Porém devo confessar que sai do cinema essa quinta-feira desejando desesperadamente ler a série T-O-D-I-N-H-A, acreditem.


Como a maioria de vocês sabem o filme é baseado na obra de Suzanne Collins, e em 'A ESPERANÇA - PARTE 1' após ser resgatada do Massacre Quaternário pela resistência ao governo tirânico do presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) está abalada. Temerosa e sem confiança, ela agora vive no Distrito 13 ao lado da mãe (Paula Malcomson) e da irmã, Prim (Willow Shields). A presidente Alma Coin (Julianne Moore) e Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman) querem que Katniss assuma o papel do tordo, o símbolo que a resistência precisa para mobilizar a população. Após uma certa relutância, Katniss aceita a proposta desde que a resistência se comprometa a resgatar Peeta Mellark (Josh Hutcherson) e os demais Vitoriosos, mantidos prisioneiros pela Capital.


Todas minhas amigas que leram 'A Esperança' me contaram que esse era o livro mais 'chatinho' da série, e isso também me desempolgou na leitura. Mas gente, sai do cinema dizendo no Watsap para as meninas: 'como assim esse é o pior livro se foi o melhor filme até agora?'. Sim, na minha opinião esse filme superou qualquer outro anterior.


Como eu disse, na minha primeira impressão com a saga (leia aqui) fiquei tipo 'Como uma pessoa escreve algo tão brutal assim e isso ainda cai no gosto do povo, dos jovens?'. Sério gente, eu achei tudo tão violento que não me agradou muito o primeiro filme, mas depois acabei me acostumando com essa ideia e corri no cinema para assistir 'Em Chamas' também. Nesse meio de tempo Jennifer Lawrence já estava entrando para minha listinha de atores favoritos, e graças aos spoilers das migas eu já meio que sabia o rumo que a história iria levar, então ir a estreia de 'A ESPERANÇA' foi bem animador no começo e muito eletrizante no final.


É obvio que dividir esse filme em dois é puro marketing, não li os livros mas fica muito óbvio isso no filme, sei que os fã agradecem, mas gente eu ficaria naquela sala de cinema até de manhã para poder ver o rumo que tudo aquilo iria tomar. Sim, eu estou desesperada para saber o que vai acontecer, pois estou com aquele pulguinha atrás da orelha em relação alguns personagens, sabe? O que vai acontecer com toda essa revolução, valerá a pena? Por favor não soltem spoiler nos comentários pois acharei um jeito de encaixar a série nas minhas leituras o quanto antes, podem acreditar!


Voltando o foco para o filme, algo muito evidente é a evolução na interpretação de cada ator, Jennifer Lawrence vem em cena digna de mais um Oscar, e os efeitos especiais que usaram para que Josh parecesse mais magro ficou muito real. Tudo bem que as cenas ganham um aspecto bem mais cinza nesse terceiro filme, falta cor sim, mas estamos falando de um filme muito mais de ação do que distópico dessa vez. Os novos personagens que ganham um espacinho em 'A ESPERANÇA' são interpretado por ótimos atores, gostei bastante da Cressida e de sua equipe de filmagem, Gale também ganhou mais espaço, dessa vez lutando ao lado da Katniss (sim sou Team Gale).


Enfim, o elenco está maravilhoso, as cenas de ação foram muito bem feitas, o filme está repleto de adrenalina e emoção. Com certeza abriu com chave de ouro as portas para o grand finale!! Eu queria falar muito mais coisas mas pelo que andei contando para minhas amigas blogueiras no nosso grupo do Whatsap, descobri que são spoilers, pois certos detalhes não estão no livro.

E você, já viu o filme? Já leu o livro também? O que você achou de um em comparação ao outro? Me contem mas me poupem dos spoiler por favor! hahaha

XOXO
Curta no Facebook e Participe do Top Comentarista

[Resenha] O Grande Gatsby - Editora @Geracaobooks

Titulo Original: The Great Gatsby
Autor: F. Scott Fitzgerald

Editora: Geração
Ano: 2013
Páginas: 208
Gênero: Romance
Sinopse: Obra-prima de F. Scott Fitzgerald, este clássico do século XX retrata a alta sociedade de Nova York na década de 1920, com sua riqueza sem precedentes, festas nababescas e o encanto das melindrosas ao som do jazz. O sol em ascensão desse universo cintilante e musical é o enigmático milionário Jay Gatsby, ao redor do qual orbitam três casais glamorosos e desencontrados, numa trama densa, repleta de intrigas, paixões e conflitos que precipitam o trágico eclipse. Recriação soberba de um dos períodos mais prósperos da história dos Estados Unidos, O grande Gatsby é uma crítica mordaz à insensibilidade e imoralidade revestidas de ouro da chamada Era do Jazz, e um dos melhores romances — talvez o melhor — já escritos nesse país. (SKOOB)

Sempre ouvi muito falar na história de 'O Grande Gatsby', principalmente quando lançaram a mais recente adaptação cinematográfica da obra, aquela com o ator Leonardo DiCaprio, porém nunca me aprofundei no assunto. Como sabem eu dou total preferência ao livro do que ao filme, e fiz questão de lê-lo primeiro para depois poder me render a telinha.


Em 'O Grande Gatsby', conhecemos através de Nick - nosso narrador - a história de amor de Gatsby e Daisy, os dois se conheceram no passado quando Gatsby não passava de um pobre soldado que estava servindo ao exercito. Porém as circunstancias fez com que o destino do casal tomasse um rumo diferente. Linda e admirável Daisy logo se casou com Tom, um homem rico mas muito insensível. Gatsby por sua vez não mediu esforços para se tornar um milionário, só assim poderia ter de volta o seu grande amor.

Nick mora ao lado da mansão de Gatsby, que sempre promove grandes festas atraindo gente de toda elite novaiorquina. Então em um momento ele acaba sendo convidado para uma dessas festas, e dá inicio a uma certa amizade com o anfitrião. Com o tempo Gatsby revela a Nick sobre seu passado com Daisy, e pede que ele a convide para um chá em sua casa, para que assim possa se reencontrar com a moça. É a partir daí que o casal passa a se ver novamente, tendo Nick como uma espécie de 'ponte' entre eles.


O livro é curto, tem apenas nove capítulos, a narração é leve e flui com bastante tranquilidade. Mas de certa forma acredito que faltou detalhes. Não que o enredo deixe a desejar, porém seria de muito bom grado se o autor também tivesse dado mais enfase nas características dos personagens e cenários por exemplo. Sem falar que incluir algumas cenas românticas entre Daisy e Gastsby deixaria tudo ainda mais emocionante, pois como nosso narrador era um dos personagens, coisas como o dialogo de reencontro do casal principal não foi mostrado. Senti falta desses pequenos detalhes me entendem?


De qualquer forma, eu volto a dizer que o enredo não deixou a desejar, e mesmo depois de ter finalizado a leitura há dias, essa trágica história não sai da minha cabeça. Com certeza luxo, adultério e violência são as palavras que definem bem este livro. O senhor Gastby é aquele tipo de personagem apaixonante, que te conquista aos pouquinhos, e Daisy quase me deixou enganar no começo, mas ao terminar a leitura eu só conseguia odiá-la. Já Nick é um sujeito encantador, o tipo de camarada que merece mesmo o titulo de 'meu chapa'. Adorei cada um deles, adorei até mesmo o fato de odiar alguns deles!


Essa minha edição é a da Editora Geração, ela tem capa dura e algumas fotografias do autor e dos filmes no meio dele. Além dessa eu também tenho uma outra edição com a capa do ultimo filme, que se vocês quiserem faço um vídeo mostrando as diferenças. Me digam nos comentários!

NOTA: 

Um dos maiores escritores americanos do século XX. Suas histórias, reunidas sob o título Contos da Era do Jazz, refletiam o estado de espírito da época. Foi um dos escritores da chamada "geração perdida" da literatura americana. Oriundo de família católica irlandesa, ingressou na Universidade de Princeton, mas não chegou a se formar. Durante a primeira guerra mundial, alistou-se como voluntário. Começou a carreira literária em 1920, com This Side of Paradise (Este Lado do Paraíso), romance que lhe deu grande popularidade e lhe abriu espaço em publicações de grande prestígio, como a Scribner's e o The Saturday Evening Post. Seu segundo romance, The Beautiful and Damned (Os Belos e Malditos), foi publicado em 1922.Na França, concluiu o terceiro e o mais célebre de seus romances, The Great Gatsby (1925; O Grande Gatsby). Essa obra, uma das mais representativas do romance americano, descreve a vida em alta sociedade com uma aguda reflexão crítica. Em 1934 publicou Tender is the Night (Suave é a Noite), romance pungente que o autor considerava sua melhor obra. (SKOOB)